Mercado fechará em 1 h 24 min
  • BOVESPA

    109.644,59
    -496,05 (-0,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.865,40
    -9,51 (-0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,15
    -1,73 (-2,28%)
     
  • OURO

    1.877,10
    -53,70 (-2,78%)
     
  • BTC-USD

    23.582,92
    -283,38 (-1,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    539,59
    +2,73 (+0,51%)
     
  • S&P500

    4.175,14
    -4,62 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    34.162,46
    +108,52 (+0,32%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.830,75
    -16,00 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5523
    +0,0626 (+1,14%)
     

Ações caem após lucro do Goldman Sachs abaixo do esperado e com temor sobre China

Fachada da Bolsa de Nova York

(Reuters) - Os principais índices de ações em Wall Street caíam nesta terça-feira, depois de o Goldman Sachs publicar lucro trimestral abaixo das estimativas, o que piorava a confiança dos investidores já prejudicada por preocupações de uma desaceleração econômica na China.

O Goldman Sachs cedia 3,5% após divulgar uma queda maior do que a esperada no lucro trimestral, pesando em especial no Dow Jones.

O Morgan Stanley saltava 4,4% após superar as estimativas dos analistas para seu lucro do quarto trimestre, uma vez que sua divisão de 'trading' recebeu um impulso da volatilidade do mercado.

"Amplamente esperados como péssimos, os resultados trimestrais do Goldman Sachs foram ainda mais miseráveis ​​do que o previsto", disse Octavio Marenzi, presidente-executivo da consultoria Opimas.

As ações da Microsoft caíam 0,4% e eram um empecilho para o Nasdaq, depois que o Guggenheim rebaixou a recomendação dos papéis de "neutra" para "venda". Outras ações de crescimento e de 'Big Tech' operavam mistas.

Os balanços de Goldman Sachs e Morgan Stanley encerram uma temporada de resultados mistos para os grandes bancos norte-americanos, sendo que a maioria deles reservou recursos como preparação para uma recessão iminente.

Os investidores ficarão atentos aos dados econômicos dos EUA, incluindo vendas no varejo, no restante da semana, bem como aos comentários das autoridades do Federal Reserve em busca de pistas sobre a trajetória do aumento dos juros pelo banco central norte-americano.

Participantes do mercado estão atualmente esperando um aumento de 25 pontos-base na taxa de juros do Fed em fevereiro e veem um pico de 4,94% em junho.

Os papéis de empresas chinesas listadas nos Estados Unidos, como JD.Com, Baidu e Bilibili caíam entre 4,9% e 6,4% após o crescimento econômico da China em 2022 recuar para um de seus piores níveis em quase meio século.

"Acho que é uma combinação de uma pequena realização de lucros depois de um rali muito forte na semana passada e as notícias da China", disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital Securities, em Nova York.

Às 13:26 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,11%, a 33.921,12 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,31%, a 3.986,61 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,36%, a 11.039,00 pontos.

(Por Shubham Batra, Shreyashi Sanyal e Amruta Khandekar, em Bengaluru; reportagem adicional de Bansari Mayur Kamdar)