Mercado abrirá em 7 h 51 min
  • BOVESPA

    118.328,99
    -1.317,01 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.810,21
    -315,49 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,43
    -0,70 (-1,32%)
     
  • OURO

    1.861,00
    -4,90 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    31.078,19
    +510,47 (+1,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    615,48
    -64,43 (-9,48%)
     
  • S&P500

    3.853,07
    +1,22 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    31.176,01
    -12,39 (-0,04%)
     
  • FTSE

    6.715,42
    -24,97 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.457,17
    -470,59 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.638,88
    -117,98 (-0,41%)
     
  • NASDAQ

    13.348,25
    -47,25 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5142
    +0,0058 (+0,09%)
     

Ações ampliam rali de recuperação com aumento de esperanças por acordo do Brexit

Susan Mathew
·2 minuto de leitura

Por Susan Mathew

(Reuters) - O mercado acionário europeu registrou mais um dia de fortes ganhos nesta quarta-feira, compensando quase todas as perdas do início desta semana, impulsionado por sinais de um acordo comercial iminente do Brexit.

Em meio a advertências de que ainda poderia prosseguir de qualquer maneira, as negociações entre a União Europeia e o Reino Unido estão em seus "estágios finais", disse uma fonte da Comissão Europeia à Reuters, enquanto outras fontes diplomáticas afirmaram que os Estados-membros começaram a preparar seus procedimentos para implementar qualquer acordo a partir de 1º de janeiro.

O índice pan-europeu STOXX 600 atingiu as máximas da sessão com as notícias, antes de encerrar em alta de 1,1%. "O fato de eles ainda estarem conversando deu outra razão para comprar no mercado", disse David Madden, analista de mercado da CMC Markets UK. O índice estendeu o rali de recuperação após queda de 2,3% na segunda-feira, quando uma nova cepa do coronavírus foi detectada no Reino Unido, levando os mercados a uma agitação. O índice FTSE 100 de Londres reverteu as perdas para fechar no território de ganhos, mas ainda ficou para trás em relação aos seus pares regionais à medida que a libra subia.

. Em LONDRES, o índice Financial Times teve alta de 0,66%, a 6.495 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,26%, a 13.587 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 1,11%, a 5.527 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,31%, a 22.130 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,76%, a 8.073 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 2,1%, a 4.825 pontos.

(Reportagem adicional de Supriya R em Bengaluru)