Governo quer estimular inclusão bancária por meio do celular

SÃO PAULO – O Governo quer estimular a inclusão bancária por meio do celular. Ao menos este foi um dos assuntos discutidos durante reunião do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, com o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, na última terça-feira (13).

De acordo com Bernardo, o governo vai começar a trabalhar na direção desta carteira digital, que estará ao alcance especialmente da população de baixa renda para pequenos pagamentos do dia a dia.

A ideia é utilizar a tecnologia já existente para oferecer acesso a um sistema móvel de pagamentos para pessoas que não têm conta em banco. “Queremos um modelo que possibilite a inclusão bancária (...) e que tenha interoperabilidade, ou seja, que possa haver tráfego entre as operadoras e os bancos para funcionar bem”, explicou o ministro.

Segurança
Segundo informações do Ministério das Comunicações, durante a reunião, o presidente do Banco Central manifestou preocupação com a questão da segurança das operações e sobre a prevenção de lavagem de dinheiro.

Neste sentido, o ministro ressaltou que concorda com o BC que existe um “hiato regulatório” na bancarização por internet ou via celular, mas afirmou que irá trabalhar junco com o BC para atingir o objetivo de incluir mais brasileiros no sistema bancário.

Carregando...