Mercado abrirá em 3 h 31 min

9 dicas para proteger seu Instagram e refletir sobre as redes sociais em 2020

Fidel Forato

Já pensou em quantos detalhes íntimos a seu respeito podem ser expostos caso um hacker invada suas redes sociais? Essa possibilidade é um pesadelo para a maioria dos usuários e, principalmente, para tais aplicativos - que, quando invadidos, perdem muita credibilidade. Por isso mesmo, esses apps sempre buscam aprimorar formas de proteção para seus usuários, que nem sempre usufruem desses recursos em sua totalidade. Além disso, há sempre uma série de dicas para o usuário se proteger por conta própria.

Para ter uma ideia, 78% dos usuários do Instagram, segundo relatório da Kaspersky, deixam a sessão aberta em dispositivos móveis, ou seja, permanecem conectados mesmo depois de sair do app - o que significa deixar um "acesso livre" para hackers, caso invadam seu dispositivo.

Além dos cibercriminosos, expor informações pessoais na rede social, como o restaurante que você mais frequenta ou a rua da sua casa, pode dar dados muito valiosos para os criminosos da "vida real". Segundo o mesmo relatório, 42% dos brasileiros deixam o perfil público no Instagram, sendo que 45% desse grupo é composto por jovens entre 18 e 24 anos.

Deslogar da sua conta do Instagram é uma boa dica para aumentar sua segurança na rede (Foto: Pixabay)

Para proteger suas redes sociais, principalmente o Instagram, confira 9 dicas que vão desde práticas de segurança até a reflexão quanto à necessidade de manter um perfil público na plataforma:

  1. Mantenha-se atualizado: para ter as mais recentes ferramentas de segurança, privacidade e outros atalhos que melhoram sua experiência online, é importante estar em dia com atualizações disponíveis tanto do smartphone quanto dos apps usados;
  2. Foco na senha: é importante ter definida uma senha forte, longa e exclusiva para cada serviço, e que seja alterada regularmente. Sabemos que isso é chato, mas só assim para que os cibercriminosos tenham dificuldade de decifrá-las. Para te ajudar a organizar essas credenciais, vale contar com um gerenciador de senhas;
  3. Autenticação em duas etapas para fazer login: para aumentar a proteção da conta, é importante ativar a autenticação em duas etapas. Sempre que tentar fazer login na sua conta a partir de um dispositivo diferente, o app solicitará um código, que é recebido por SMS, na maioria dos casos. Com essa configuração, você recebe também uma notificação em todas as tentativas de login por e-mail.
  4. Conta pública ou privada: isso pode ser polêmico, mas você usa o Instagram por conta de suas atividades profissionais ou como portfólio? Caso não, muito provavelmente vcocê não precisa ter uma conta pública para compartilhar fotos, vídeos e intimidades com seus amigos. É uma mudança que pode ser bem-vinda em 2020;
  5. Livre-se de spams perigosos: para proteger sua conta contra ataques de roubo de dados (o famosos phishing), tome cuidado com o que chega diretamente às suas "Mensagens Diretas", não clicando em link algum que não tenha sido enviado por contatos de confiança - e, ainda assim, vale perguntar se o colega enviou mesmo aquele link, pois ele pode ter tido sua conta invadida e estar disseminando spam sem saber.
  6. Saiba diferenciar um e-mail falso do Instagram: as configurações do Instagram permitem verificar quais mensagens a rede social enviou para o seu e-mail nas últimas duas semanas. Para verificar isso, selecione "E-mails do Instagram" nas configurações de "Segurança" e cheque se aquela mensagem é, de fato, autêntica;
  7. Edite sua lista de seguidores: tem aqueles seguidores que você não sabe de onde vêm e nem entende o que eles postam? Edite sua lista de seguidores em "Privacidade" e selecione "Contas que você segue". Na guia com assinantes, pesquise e exclua qualquer pessoa que não quer que veja seus posts ou stories;
  8. Oculte usuários indesejados: caso queira manter um perfil público, é possível bloquear ou restringir o acesso à sua conta por pessoas desconhecidas. Basta clicar nos três pontos no canto superior direito do perfil do usuário específico e selecionar "Bloquear" ou "Restringir". Mas essa opção tem um limite; seu perfil continuará visível para a pessoa, caso ela não esteja lojada no Instagram;
  9. Dica final: de nada adianta proteger sua conta do Instagram e configurá-la da melhor maneira, se não fizer o mesmo nas contas das outras redes sociais também. Isso porque uma autorização de uma pode levar o hacker a acessar a outra, além de imagens que podem ser compartilhadas em várias plataformas sem os mesmo padrões de segurança. Fique atento!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: