Mercado fechará em 7 mins

8 funções que você não conhecia do Google Sheets

André Lourenti Magalhães

O Google Sheets, também chamado de Google Planilhas, é um gerenciador online de planilhas dentro da plataforma Google Drive. Sua interface e modo de operação são similares ao do Microsoft Excel, com a vantagem de poder ser utilizado pelo navegador ou celular e possuir os dados salvos em nuvem.

Além das opções mais básicas para gerenciar planilhas, o Google Sheets possui uma enorme variedade de funções inclusas, que variam desde importação e sincronização de dados até a fórmulas de matemática e engenharia. Confira, abaixo, algumas das funções “desconhecidas” da plataforma:

Google Sheets: tradução de idiomas

Google Sheets possui suporte com o Google Translate (Foto: Reprodução/André Magalhães)

O Google Tradutor está presente no Google Sheets. É possível traduzir células selecionadas para outros idiomas dentro da própria planilha. Basta digitar o comando =GOOGLETRANSLATE para abrir as opções. Ao apenas selecionar uma célula, o próprio sistema faz a tradução automática para o idioma de origem da conta no Google.

Google Sheets: gerar QR Code

Gerenciador também é capaz de criar QR Codes para cada célula (Foto: Reprodução/André Magalhães)

O Google Sheets possibilita criar um QR Code direcionando para cada célula de uma planilha. Para isso, crie uma coluna diferente, de preferência com o nome “QR Code”. Nessa coluna, digite o comando =IMAGE("https://chart.googleapis.com/chart?chs=200x200&cht=qr&chl="&CÉLULA&""). Em “CÉLULA”, troque pela célula desejada para inserir no código. No caso do exemplo, foi usada a A2.

Google Sheets: conversor de medidas

Faça conversões rápidas de medidas sem sair da plataforma (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Outra função muito útil é a de conversão de medidas. As possibilidades são variadas: estão registradas medidas de tempo, temperatura, peso, distância, energia, entre muitas outras. Para fazer isso, digite o comando =CONVERTER em uma célula. Em seguida, coloque o número, a unidade de medida atual e a unidade na qual se deseja fazer a conversão.

Google Sheets: calcular a cotação de ações

Google Sheets possui integração com o Google Finance para reportar valores de ações (Foto: Reprodução/André Magalhães)

As planilhas são muito úteis no mercado financeiro. Caso esteja usando o gerenciador e precise consultar o valor da ação de uma empresa atualmente ou em um determinado dia, é possível fazer isso utilizando a integração com o Google Finance. Basta digitar o comando =GOOGLEFINANCE, o código do título financeiro e, se preferir, as datas de início e fim.

Google Sheets: importar dados em HTML ou XML

Tabela feita após importação de HTML (Foto: Reprodução/André Magalhães)

As linguagens de marcação HTML e XML são as mais comuns utilizadas na programação de páginas pela internet. Caso alguma lista ou tabela em um website esteja configurada em HTML, por exemplo, o Google Sheets consegue importar esses dados. O comando para isso é o =IMPORTHTML, seguido da URL, a demarcação de tabela ou lista e a ordem na página.

Google Sheets: gerar gráficos

Crie e personalize gráficos pelo Google Sheets (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Para uma melhor visualização dos dados de uma planilha, o Sheets permite criar gráficos dentro da própria plataforma. Para isso, vá em “Inserir” > “Gráficos”. A plataforma mostrará uma janela lateral na qual é possível configurar todas as informações. Os estilos variam entre gráficos de linhas, barras, colunas e circulares.

Google Sheets: funções matemáticas

Plataforma é repleta de operações e contas (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Pode deixar a calculadora de lado: o Google Sheets possui diversas funções matemáticas e de estatística. Ao selecioná-las, o sistema realiza as operações diretamente na planilha. Para conhecer mais sobre cada uma, abra a aba “Inserir” e em seguida vá para “Funções” para ver a lista completa.

Google Sheets: gravar operações

Google Sheets permite gravar comandos frequentemente usados (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Tem alguma operação que aprendeu nessa lista ou que está acostumado a utilizar com frequência no Google Sheets? É possível gravá-la e transformar em atalho. Vá em “Ferramentas” > “Macros” > “Gravar Macros”. O gerenciador passará a gravar os comandos utilizados. Dessa forma, não é necessário repetir códigos e o processo é simplificado.

Já conhecia alguma dessas funções? Quais são as que mais utiliza no seu cotidiano?


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: