Mercado abrirá em 1 h 29 min

Pod Assistir: Comédia romântica precisa de final feliz?

Marcela Zanetti
·4 minutos de leitura
Comédias românticas podem ter um final feliz? Foto: Reprodução/IMDB
Comédias românticas podem ter um final feliz? Foto: Reprodução/IMDB

Piscianos, essa é a hora de vocês. O amor está no ar e nada grita mais "dia dos namorados" do que uma lista de comédias românticas para lá de clichês para comemorar a data, não é mesmo?

Conhece o Pod Assistir? Fique por dentro dos melhores filmes e séries dos streamings

Mas será que todo romance precisa mesmo de um final feliz? Com tantos estereótipos do que deve ser um relacionamento, não dá pra negar que o gênero se distancia da vida real.

Leia também

Assim, no Pod Assistir dessa semana, convidamos o creator Igor Saringer para falar sobre relacionamentos e elencar as comédias românticas mais divertidas e intensas do streaming. Gostou? Então vem ouvir!

O que indicamos neste episódio

Marcela (@_marcelazanetti)

Apenas Duas Noites (Netflix - 2014)

Com o fim de seu noivado, Megan (Analeigh Tipton), decide voltar para os apps de namoro e passa uma noite cheio de fiascos com Alec (miles teller). O verdadeiro problema aparece quando uma nevasca os deixa presos dentro de casa e eles são obrigados a se conhecer melhor.

Solteiros com Filhos (Prime Video - 2012)

Com Adam Scott, Jon Hamm e Kristen Wiig no elenco, o longa conta a história de Jason (Scott) e Julie (Jennifer Westfeldt), melhores amigos que se tornam lentamente os últimos solteiros do grupo e decidem, sem nenhum envolvimento amoroso, ter e criar um filho - tudo baseado no relacionamento de seus outros colegas. Mas é claro que sentimentos sempre atrapalham o caminho, né?

Erik (@erikpaulussi)

Encontros e Desencontros (Telecine - 2003)

Dirigido por Sofia Coppola, o cultuado “Encontros e Desencontros” conta a história de Bob Harris (Bill Murray),um ator meio decadente que está em Tóquio para gravar um comercial de whisky. Lá ele conhece Charlotte (scarlett johansson), esposa de um fotógrafo de celebridades que é sempre deixada de lado. Ambos começam a explorar o país e desenvolver uma afinidade improvável.

Como Não Perder Essa Mulher (Prime video - 2013)

O longa marca a estreia de Joseph Gordon-Levitt na direção. Ele é Jon, um homem meio "boy lixo" que só se importa em ficar com várias mulheres e com seu carro. Até que ele conhece Barbara (Scarlett Johansson) e decide namorar a garota. O problema é que ela não gosta nada dos hábitos de Jon e o faz mudar completamente. Toda essa frustração o leva a conhecer Esther (Julianne Moore), uma mulher mais velha que desperta um interesse nele.

Igor (@Igorsaringer)

Por Lugares Incríveis (Netflix - 2020)

Baseado no livro de Jennifer Nivem, a produção conta a história de Violet (Elle Fanning) e Theodore (Justice Smith), adolescentes que tem de lidar com cicatrizes emocionais e físicas do passado e aprendem a superar traumas da vida juntos, descobrindo que mesmo os menores lugares e momentos podem significar muito.

Cartas para Julieta (Telecine - 2010)

Sophie (Amanda Seyfried) e Victor (Gael Garcia Bernal) viajam à Verona, palco da história Romeu e Julieta para uma pré lua-de-mel. Como Victor está mais interessado em seu networking, Sophie se distrai com um grupo de voluntárias que responde cartas endereçadas a Julieta. Em uma das cartas, Sophie ajuda a senhora Claire a encontrar antigo amor, mas acaba se apaixonando pelo neto da idosa, Charlie.

Montecarlo (Prime Video - 2011)

Grace Bennet (Selena Gomez) é uma estudante do Texas que trabalha em um restaurante e junta dinheiro para uma viagem à Paris. A viagem se torna um pesadelo quando ela e suas amigas acabam em um hotel horrível e são abandonadas por seu guia. Procurando abrigo em um hotel de luxo, elas conhecem a herdeira Cordélia, sósia de Grace. Assim, a jovem se passa pela riquinha e encontra um possível amor em Theo (Pierre Boulanger)

O Diário da Princesa (Telecine -2001)

Baseado no romance de mesmo nome escrito por Meg Cabot, a comédia americana foi produzida por Whitney Houston e dirigida por Garry Marshall. Nela, Mia Thermopolis (Anne Hathaway) descobre aos 16 anos que é herdeira do trono de Genovia, governado por sua avó, a rainha viúva Clarisse Rinaldi (Julie Andrews). Com as novas responsabilidades, Mia tem que descobrir como lidar com o “cargo” e viver a vida amorosa de uma adolescente normal.