Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,96
    -0,24 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.827,20
    +13,20 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    30.020,58
    -1.047,44 (-3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,15
    +429,47 (+176,97%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.472,63
    -74,42 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    12.260,00
    +15,25 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2679
    -0,0126 (-0,24%)
     

75 anos de Ferrari | Conheça o primeiro carro da lendária montadora italiana

A Ferrari está em festa, e não apenas pela boa fase de seus pilotos no Mundial de Fórmula 1. É que em 2022 a “marca do cavalinho” completa 75 anos do lançamento de seu primeiro modelo, a Ferrari 125 S.

A marca nasceu em 1929, pelas mãos de Enzo Ferrari, na cidade de Maranello, na Itália. Originalmente, no entanto, ela não fabricava carros próprios. Conhecida como Scuderia Ferrari, a fabricante se restringia a patrocinar pilotos e carros de corrida já existentes.

A história seguiu no mesmo rumo por quase duas décadas, mais precisamente até 1947, há exatos 75 anos. Foi a partir daquele ano, após o fim da Segunda Guerra Mundial e da queda do regime de Benito Mussolini, que a montadora resolveu se tornar independente e dar início a uma história de sucesso, paixão e muita velocidade.

Ferrari 125 S foi o primeiro carro construído pela montadora italiana (Imagem: Reprodução/Picryl)
Ferrari 125 S foi o primeiro carro construído pela montadora italiana (Imagem: Reprodução/Picryl)

A adoção do “cavalinho rampante”

Antes de falar um pouco mais sobre o 125 S, primeiro carro produzido pela Ferrari, uma curiosidade: você sabia que o “cavalinho rampante”, símbolo que acompanha a marca desde os primórdios, não nasceu para equipar os carros da montadora?

É isso mesmo. O cavalo que hoje remete imediatamente aos belíssimos e cobiçados carros superesportivos da marca não foi criado para estampar sua imponência nas "jóias sobre rodas”.

O cavalinho, inicialmente, ficava estampado em um avião da Força Aérea Italiana pilotado por Francesco Barraca e acompanhou o militar durante toda a 1ª Guerra Mundial. Ele só passou a fazer parte da “família Ferrari” oficialmente em 1932, três anos depois de a Scuderia ser criada.

Cavalinho rampange da Ferrari antes era utilizado em um avião da Força Aérea Italiana (Imagem: Jannis Lucas/Unsplash/CC)
Cavalinho rampange da Ferrari antes era utilizado em um avião da Força Aérea Italiana (Imagem: Jannis Lucas/Unsplash/CC)

Ferrari 125 S: o 1º carro da lendária marca

Sonho de consumo de 10 entre 10 apaixonados por carros esportivos, a Ferrari começou a construir e a pavimentar seu caminho para se tornar referência mundial, dentro e fora das pistas, com o modelo batizado de 125 S.

O início, no entanto, não foi tão tranquilo assim, e a estreia do modelo no circuito de Piacenza foi, nas palavras do próprio Enzo Ferrari, “um fracasso promissor”. A decepção se deu porque Franco Cortese, que estava ao volante e liderava a corrida, teve que abandonar a prova por causa de um problema na bomba de gasolina.

Nos quatro meses que se seguiram, no entanto, a Ferrari 125 S mostrou sua força e, nas 13 oportunidades em que voltou à pista, saiu dela ocupando o lugar mais alto do pódio em seis.

Ferrari 125 S tinha motor V12, 1.497 cilindradas e acelerava até 210 km/h (Imagem: Divulgação/Ferrari)
Ferrari 125 S tinha motor V12, 1.497 cilindradas e acelerava até 210 km/h (Imagem: Divulgação/Ferrari)

Como era a Ferrari 125 S?

A Ferrari 125 S era uma verdadeira máquina de correr. Debaixo do capô havia um motor V12 projetado por Gioacchino Colombo, que contou com as importantes contribuições de Giuseppe Busso e Luigi Bazzi no desenvolvimento do “coração” do carro.

O primeiro V12 da Ferrari tinha 24 válvulas, 1.497 cilindradas, com força máxima de 118 cavalos, três carburadores Weber e um câmbio manual de cinco marchas. Segundo o site oficial da marca, a Ferrari 125 S alcançava velocidade máxima de 210 km/h, impressionante para a época em que foi lançada.

Para efeitos de comparação, a primeira Ferrari a superar a casa dos 300 km/h surgiu apenas uma década mais tarde, a 335 S Spyder, que foi lançada em 1957 para brigar com modelos da Porsche e da Maserati.

Outros modelos clássicos da Ferrari

A Ferrari 125 S era realmente impressionante e marcou a história por ter sido o 1º carro da lendária montadora italiana, mas durante os 75 anos que se passaram muitas outras supermáquinas ostentando o cavalinho povoaram os sonhos de milhares de pessoas ao redor do mundo.

A seguir listamos alguns desses modelos e falamos brevemente sobre eles.

Ferrari 125 S abriu caminho para vários outros modelos conquistarem uma legião de fãs (Imagem: Hans M./Unsplash/CC)
Ferrari 125 S abriu caminho para vários outros modelos conquistarem uma legião de fãs (Imagem: Hans M./Unsplash/CC)
  • Ferrari 250: Considerada até hoje uma das mais valiosas da história da marca. Foi lançada em 1953;

  • Ferrari Testarossa: Surgiu pela primeira vez em 1984, ostentando um motor 4.9 V12, capaz de gerar 390 cavalos de potência. Deixou de ser produzida em 1996;

  • Ferrari F40: Lançada em 1987 para comemorar os 40 anos de vida da 1ª Ferrari, a F40 tinha sob o capô motor V8 de 2,9 litros de 478 cv de potência. É considerada uma raridade nos dias atuais;

  • Ferrari Enzo: O nome diz tudo. Criada em 2002 em homenagem ao “pai” da Ferrari, teve 400 unidades produzidas, todas com motor 6.0 V12 e 660 cavalos;

  • LaFerrari: Primeiro supercarro híbrido da marca, foi apresentada em 2013 e tem um motor 6.3 V12 de 800 cavalos, que trabalha na companhia de um outro, elétrico, que rende mais 163 cv;

  • Ferrari SP48 Unica: Apresentada recentemente, foi feita com exclusividade para um único cliente, desenvolvida sob a direção do designer-chefe Flavio Manzoni. O carro é uma berlinetta esportiva de dois lugares baseada na plataforma F8 Tributo.

Com informações: Ferrari e Ultimate Specs

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos