Mercado fechará em 37 mins
  • BOVESPA

    108.898,47
    +522,12 (+0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.602,92
    +596,81 (+1,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,05
    +3,55 (+4,52%)
     
  • OURO

    1.669,80
    +33,60 (+2,05%)
     
  • BTC-USD

    19.527,21
    +406,16 (+2,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,93
    +16,15 (+3,77%)
     
  • S&P500

    3.719,13
    +71,84 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.687,29
    +552,30 (+1,90%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.566,50
    +232,75 (+2,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2029
    +0,0430 (+0,83%)
     

7 tecnologias que mudaram o mundo nos últimos anos

·4 min de leitura
Das redes sociais às criptomoedas, veja a seguir 7 tecnologias que surgiram nos últimos anos. Getty Images
Das redes sociais às criptomoedas, veja a seguir 7 tecnologias que surgiram nos últimos anos. Getty Images

A última década foi marcada por inovações tecnológicas que mudaram a maneira como nos relacionamos em sociedade. Desde 2007, com o lançamento do primeiro Iphone, os smartphones explodiram em popularidade e colocaram microcomputadores na palma das nossas mãos, possibilitando acessar conteúdos diversos, fazer pesquisas online, pagar contas, comprar produtos, utilizar mapas de localização, entre outras inúmeras funcionalidades.

Além de permitir resolver coisas do cotidiano com apenas alguns cliques, outras novidades da tecnologia surgiram nos últimos anos e mudaram não só o mundo, mas também nossa percepção de espaço e tempo. Das redes sociais às criptomoedas, veja a seguir 7 tecnologias que surgiram nos últimos anos:

  1. Redes Sociais e aplicativos de mensagens

  2. Assistentes Virtuais

  3. Streaming de música e vídeo

  4. Armazenamento em nuvem

  5. Bitcoin e outras moedas virtuais

  6. Carros elétricos

  7. Tecnologia 5G

Redes Sociais

Essa lista não poderia começar senão pelas Redes Sociais que impactaram profundamente a maneira como interagimos e nos relacionamos, sobretudo nos últimos dez anos. A popularização de plataformas como Facebook, Twitter e Instagram fez com que essas empresas se tornassem as mais valiosas do mercado a nível global. Hoje, são bilhões de usuários em todo o mundo.

Os aplicativos de mensagem instantânea também facilitaram a comunicação. O Whatsapp cresceu a partir de 2014, quando foi adquirido pelo Facebook, e hoje é a plataforma de troca de mensagens mais utilizada no Brasil com cerca de 120 milhões de usuários no país.

Assistentes Virtuais

Controlar dispositivos eletrônicos por meio de comando de voz virou uma realidade a partir do lançamento das assistentes virtuais Siri da Apple, em 2011, da Cortana da Microsoft e Alexa da Amazon, ambas em 2014, e do Google Assistente, em 2016.

O sistema utiliza inteligência artificial que permite ao usuário agendar reuniões e eventos, reproduzir a playlist favorita, configurar alarmes, saber a previsão do tempo, entre outras inúmeras interações possíveis através do controle por voz.

Além disso, os sistemas de controle por voz podem ser configurados para funcionar em vários idiomas.

Streaming de música e vídeo

Os hábitos de comprar CDs para ouvir um álbum ou ir a uma videolocadora para alugar um filme foram substituídos pelos streamings de música e vídeo. Esses serviços, nos últimos anos, se tornaram a principal forma de consumo de mídias e importante fonte de retorno

financeiro à indústria do entretenimento. Lançado em 2008, o Spotify cresceu na esteira do sucesso do iTunes e se tornou uma das maiores plataformas de conteúdo de músicas e podcasts mundiais.

Quanto ao audiovisual, a última década foi marcada pela consolidação de plataformas como Netflix, Amazon Prime e mais recentemente, Disney+.

Armazenamento em nuvem

Embora a associação imediata do conceito de armazenamento em nuvem seja com serviços como Google Drive, Dropbox, OneDrive e iCloud, a tecnologia é muito mais abrangente e responde por boa parte do funcionamento da Internet. No dia a dia, a solução permite eliminar dispositivos físicos e guardar arquivos sem ocupar a memória do celular ou computador.

Com a evolução da conectividade, a infraestrutura descentralizada que esses serviços de armazenamento oferecem tende a ganhar ainda mais protagonismo no uso da Internet.

Bitcoin e outras moedas virtuais

Foi nos últimos sete anos que as moedas virtuais ganharam destaque no cenário mundial. A tecnologia por trás da invenção, chamada de blockchain, já é usada em diversas aplicações do dia a dia. Cartórios de todo o Brasil, por exemplo, usam a segurança dessa rede para registrar documentos.

A expectativa é de que o Bitcoin e as demais criptomoedas mudem para sempre o mundo das finanças. Em 2017, a moeda digital mais famosa do mundo chegou ao seu máximo preço histórico, próximo de US$ 20 mil (R$ 105 mil), mas logo caiu fortemente após o estouro da bolha.

Carros elétricos

Carros elétricos surgiram no contexto da maior preocupação com o meio ambiente e a necessidade de soluções para a mobilidade urbana. Com a promessa de emissão zero de gases poluentes, maior conforto e economia a longo prazo, a tecnologia já é realidade em vários países do mundo, embora tenha preços ainda bastante elevados e limitação de postos de recarga.

Aliada a outras inovações de software e hardware, a tecnologia também permitiu a chegada dos carros autônomos, que se dirigem sozinhos.

Tecnologia 5G

A grande novidade da virada de década é a tecnologia 5G. A quinta geração de conectividade começou a ser implantada a partir de 2018 em alguns países com a promessa de impactar a conexão, por exemplo, de cidades inteiras. A tecnologia é uma das portas de entrada para o que se chama de cidade inteligente, um conceito que envolve a integração da infraestrutura urbana. Dessa forma, o recurso ajuda a alinhar o funcionamento de semáforos, iluminação e câmeras de segurança, com dispositivos que utilizam esses serviços, como os próprios veículos autônomos.

Além disso, o 5G alcança maior velocidade em relação ao 4G e se destaca pela baixa latência. Essa qualidade também é vista como revolucionária para campos como a agricultura e medicina, no qual cirurgias à distância podem levar atendimentos melhores a mais pessoas mesmo em locais remotos.

Com informações do portal Techtudo.