Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,58
    -0,39 (-0,54%)
     
  • OURO

    1.752,30
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    47.128,08
    -619,43 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.178,17
    -47,36 (-3,86%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.306,75
    -19,25 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1921
    -0,0073 (-0,12%)
     

7 relatos de abduções, avistamentos de ETs e OVNIs que você precisa conhecer

·9 minuto de leitura

Os astrônomos já identificaram milhares de candidatos a exoplanetas, mas, por enquanto, não há indícios de existir formas de vida em nenhum deles. Mesmo assim, não faltam relatos de quem afirma ter encontrado, interagido e até teria sido abduzido por seres que teriam vindo de civilizações de outros mundos.

Embora o assunto da busca por vida alienígena já tenha sido tratado por autoridades e especialistas como piada ou algo digno da ficção científica, hoje já é conduzido com maior seriedade — tanto que o Pentágono trouxe a público um relatório que aborda os relatos de pilotos de aeronaves militares que encontraram objetos voadores não identificados (OVNIs).

Apesar de os relatos dos pilotos e mais tantos outros instigarem a imaginação popular, vale lembrar que a própria sigla "OVNI" indica que esses objetos são algo que não pode ser identificado, ou seja, não se tratam, necessariamente, de visitantes de outros mundos — até porque a maior parte das observações pode ter explicações simples, como meteoros queimando na atmosfera ou até mesmo drones e balões.

Mas muitos relatos não se restringem a observações de objetos estranhos no céu e incluem até mesmo histórias de pessoas que afirmam ter sido abduzidas por seres de outros mundos — o que, segundo um estudo recente, pode ser simplesmente o resultado de sonhos lúcidos. Mesmo com a ausência de evidências que comprovem os relatos, é certo que as histórias envolvendo encontros com seres oriundos de outro planeta já fazem parte da cultura popular.

Confira, abaixo, alguns relatos de encontros com ETs, observações de OVNIs, abduções e mais:

Os relatos de George Adamski

Imagem que Adamski alegou ser de um OVNI, mas análises de um cietnista alemão mostraram que era uma simples luz cirúrgica e suas lâmpadas (Imagem: Domínio público)
Imagem que Adamski alegou ser de um OVNI, mas análises de um cietnista alemão mostraram que era uma simples luz cirúrgica e suas lâmpadas (Imagem: Domínio público)

George Adamski nasceu na Polônia em 1891 e se mudou para os Estados Unidos com a família durante a juventude. Ele morreu em 1965 e, mesmo um século após sua morte, Adamski continua como uma das personalidades mais controversas quando o assunto são os OVNIs. Isso porque ele fez várias fotos do que afirmou serem discos voadores (mas especialistas analisaram o material e esclareceram que as imagens eram falsas ou mostravam objetos do cotidiano), publicou livros sobre suas aventuras com seres que seriam de outros mundos e até conquistou fãs de seus relatos. Ele alegava que observou seu primeiro OVNI em 1946, o que descreveu como um objeto grande e preto que seria parecido com um dirigível.

Já em 1952, ele afirma que teria se encontrado e até se comunicado com um visitante vindo de Vênus. O encontro teria ocorrido em um deserto da Califórnia, e o extraterrestre teria vindo para avisar a humanidade para parar de se envolver com bombas atômicas antes que destruíssem o planeta — e, se considerarmos as condições extremas de temperatura e pressão em Vênus, o relato fica ainda mais absurdo. Os críticos das histórias dele o retratam como uma pessoa, digamos, "excêntrica", mas inofensiva. Já pesquisadores e até autores famosos, como Arthur C. Clarke, afirmam que Adamski fez um desserviço com suas afirmações.

A abdução de Travis Walton

Representação da dita abdução de Travis Walton (Imagem: Domínio público)
Representação da dita abdução de Travis Walton (Imagem: Domínio público)

Quem costuma acompanhar séries e documentários sobre extraterrestres já deve conhecer um pouco da história de Travis Walton, que afirma ter sido abduzido por alienígenas no dia 5 de novembro de 1975. Naquele dia, ele e outros seis homens estavam trabalhando na Floresta Nacional de Sitgreaves no Arizona, Estados Unidos. Já perto do momento de ir embora do local, eles viram uma luz brilhante do lado direito de onde estavam; ao se aproximarem, encontraram uma forma de disco voador brilhante, que flutuava a cerca de 6 m acima de uma clareira próxima — e Walton diz que decidiu ir, pessoalmente, conferir o que era.

Ele descreve que, conforme se aproximava do objeto, foi atingido por uma descarga elétrica vinda da nave, que o levou para o interior da estrutura. Walton ficou desaparecido após o ocorrido, e foi encontrado somente cinco dias depois do incidente. O incidente ganhou atenção da mídia e rendeu várias discussões — inclusive controvérsias sobre a veracidade da história, já que tanto que Walter e seus amigos foram submetidos a testes de polígrafo que, além de não terem validade científica, não trouxeram resultados conclusivos.

O caso Antônio Villas-Boas

O fazendeiro afirma que teria sido cobaia de experimentos durante sua abdução (Imagem:Reprodução/Revista UFO)
O fazendeiro afirma que teria sido cobaia de experimentos durante sua abdução (Imagem:Reprodução/Revista UFO)

O fazendeiro Antônio Villas Boas é o protagonista de um dos principais relatos de abdução no Brasil, que teria acontecido na cidade de São Francisco de Sales, em Minas Gerais. Na noite de 5 de outubro de 1957, ele se preparava para dormir e decidiu abrir a janela do quarto que dividia com seu irmão; naquele momento, os dois notaram uma forte luz branca no céu, mas não deram atenção. Depois, Villas Boas acordou e percebeu que a luz continuava por lá e se aproximava deles. Os dias foram passando, e os irmãos seguiram normalmente em suas rotinas — até que, um dia, Antônio trabalhava sozinho no solo até que percebeu que a luz retornou.

Desta vez, a luminosidade pairava a alguns metros acima dele, e seria emitida por uma nave em forma de ovo alongado. Ele tentou fugir, mas seres logo agarraram seus braços e pernas e o levaram para o interior da nave; segundo Antônio, os extraterrestres ligaram um tubo com ventosas em seu queixo para coletar sangue e, em seguida, teria sido levado a uma sala onde uma alienígena nua teria entrado e tido relações sexuais com ele. Após o ato, Villas Boas foi levado para fora da nave. Não há muitas evidências que indiquem que tudo isso ocorreu — mas Antônio mostrou, de fato, marcas no corpo e sintomas de exposição à radiação moderada.

A Noite dos OVNIs

(Imagem: Reprodução/Jornal da Tarde)
(Imagem: Reprodução/Jornal da Tarde)

Um caso de OVNIs bastante conhecido no Brasil aconteceu durante a noite de 19 de maio de 1986 em São José dos Campos, cidade do interior paulista. Naquela noite, a torre de controle da cidade detectou várias luzes coloridos sobrevoando a região, e os objetos estranhos foram confirmados por radares e por passageiros a bordo de outras aeronaves por perto. Algumas horas depois, radares em Anápolis, no estado de Goiás, detectaram objetos voadores não-identificados. Devido a possíveis ameaças de segurança, caças armados decolaram de bases aéreas no Rio de Janeiro e em Goiás para investigar os objetos.

As aeronaves tentaram segui-los, mas não tiveram sucesso porque os objetos faziam manobras com aceleração e desaceleração bruscas demais, e se moviam a velocidades muito acima daquelas alcançadas pelas aeronaves brasileiras. O episódio durou cerca de três horas e rendeu a detecção de 21 OVNIs. O relatório do incidente, assinado pelo brigadeiro José Pessoa Cavalcanti Albuquerque, conclui que "os fenômenos são sólidos e refletem de certa forma inteligência, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores como também em formação, não forçosamente tripulados".

No Arquivo Nacional, é possível acessar o relatório e áudios de diálogos entre pilotos e operadores das torres de controle. O ocorrido causou grande repercussão e ficou conhecido como "a noite oficial dos OVNIs no Brasil".

Susto no céu

(Imagem: Reprodução/Netflix)
(Imagem: Reprodução/Netflix)

Em 1989, o piloto Andrew Danziger estava na cabine de um voo que decolou do aeroporto internacional de Kansas. Tudo corria bem na viagem, até que relata ter observado algo completamente inesperado: um disco branco apareceu subitamente em meio às nuvens. No começo, Danziger pensou se tratar de uma ilusão ou algum outro fenômeno; o avião começou a perder altitude quando olhou para cima das nuvens, onde o objeto estava, havia um grande orbe vermelho que arrepiou piloto e copiloto — que inclusive pareceu acompanhar a aeronave na descida.

Os dois tiveram alguns momentos de alívio depois que o objeto pareceu ter desaparecido em uma nuvem, mas logo voltou para o campo de visão dos pilotos emitindo flashes de luz. Para completar, a nuvem através da qual o objeto desceu parecia se desintegrar, como se fosse consistente, até que acabou totalmente rompida. Após pousar, Danziger registrou o que viu em um relatório — e não estava sozinho, já que vários outros pilotos também fizeram relatos oficiais do que viram. Não se sabe a verdadeira natureza do objeto, e nada foi identificado pelos controladores de tráfego aéreo.

O ET de Varginha

O local onde a criatura teria sido enocntrada (Imagem: Reprodução/IstoÉ)
O local onde a criatura teria sido enocntrada (Imagem: Reprodução/IstoÉ)

O Caso Varginha — ou "ET de Varginha", como ficou popularmente conhecido — pode ser facilmente considerado o incidente ufológico mais conhecido no Brasil. Tudo aconteceu no ano de 1996 em Varginha, uma cidade no sul de Minas Gerais. Naquele dia, as irmãs Liliane e Valquíria Sílvia, junto de Kátia Xavier, seguiam por um trajeto que já conheciam bem, mas decidiram cortar caminho por um terreno. Ao passar por lá, Kátia teria visto uma criatura estranha, agachada, baixinha e de olhos vermelhos, que não se parecia com nenhum outro animal conhecido. Ela teria gritado e, assustadas, as meninas correram para chamar a mãe. Elas afirmam ter voltado alguns minutos depois, mas não havia mais nada por lá além de uma marca no chão e um cheiro estranho no ar.

O caso ficou famoso em todo o mundo, rendendo todo tipo de especulação e, claro, teorias conspiratórias. De acordo com o inquérito da Polícia Militar, a criatura vista pelas meninas seria, na verdade, Mudinho, um morador de Varginha "que provavelmente apresenta algum desvio mental, e cujas características puderam ser posteriormente evidenciadas no estudo fotográfico de simulação". Na versão das autoridades, Mudinho teria sido atingido por fortes chuvas na região e estaria sujo de barro; daí, no dia do incidente, as meninas teriam visto-o agachado junto do muro e o confundiram com um alienígena. Por outro lado, essa versão é contestada por ufólogos, que alegam que as três conheciam Mudinho e nunca o descreveriam desta forma.

As (várias) abduções de Hilary Porter

Pintura um dos seres relatados por Hilary (Imagem: Reprodução/UNILAD/YouTube)
Pintura um dos seres relatados por Hilary (Imagem: Reprodução/UNILAD/YouTube)

Hilary Porter atuou no Ministério da Defesa da Inglaterra e, embora tenha uma atividade profissional comum, ela sabe que grande parte das pessoas duvida de sua sanidade. É que ela afirma que foi abduzida tantas vezes por seres de outros mundos que até já perdeu as contas de quantas vezes esses incidentes aconteceram. De acordo com ela, a primeira abdução de que consegue se lembrar aconteceu quando tinha cinco anos. Naquele dia, ela estava brincando no quintal, até que um alienígena de aparência estranha teria aparecido e a levado para o interior de uma nave. Em seguida, Hilary alega que estava em uma sala com luzes coloridas e figuras se movendo.

Segundo ela, esses encontros aconteceram durante toda a sua vida e, após eles, descreve que acorda com dores de cabeça, mal estar, cicatrizes e hematomas no corpo — mas que as ditas abduções aconteceriam com menor frequência atualmente. Mesmo assim, Porter diz que continua observando fenômenos estranhos na área próxima de sua casa, com formas triangulares que parecem flutuar e luzes brilhantes. Ela descarta a possibilidade de que os OVNIs que afirma observar sejam aviões militares, insistindo que os objetos têm aparência e sons diferentes daqueles das aeronaves.Não há evidências que comprovem estes relatos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos