Mercado fechará em 6 h 49 min
  • BOVESPA

    115.667,78
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.151,38
    -116,95 (-0,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,47
    +0,25 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.785,60
    -12,30 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    51.696,29
    +1.037,72 (+2,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.033,92
    +39,26 (+3,95%)
     
  • S&P500

    3.925,43
    +44,06 (+1,14%)
     
  • DOW JONES

    31.961,86
    +424,51 (+1,35%)
     
  • FTSE

    6.678,30
    +19,33 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    13.165,00
    -137,00 (-1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6492
    +0,0787 (+1,20%)
     

7 previsões que Bill Gates fez em 1999 e se confirmaram

Mariana Naviskas
·2 minuto de leitura

Bill Gates já deixou de ser apenas o bilionário e filantropo fundador da Microsoft e da Fundação Bill & Melinda Gates para tornar-se um tipo de guru. Anualmente sua lista de livros das férias vira obrigatória para muita gente, por exemplo.

Mas, além de influente, Gates também provou ser bom de palpite. No livro “A Empresa na Velocidade do Pensamento”, de 1999, ele previu algumas inovações tecnológicas que acabaram virando realidade.

Veja também

Confira sete delas:

1. Assistentes virtuais como Alexa e Google Assistente

Gates já imaginava “companheiros pessoais”, que conectariam dispositivos tecnológicos de forma sincronizada e inteligente, permitindo troca de informações em casa e no escritório.

2. Smartphones e smartwatches

"Pequenos dispositivos que permitem manter contato constante e fazer negócios eletrônicos” foi outro dos acertos.

A previsão foi tão certeira que considerava que esses gadgets permitiriam acompanhar notícias, checar informações de mercados financeiros, voos e muito mais.

3. Redes sociais

O empresário também imaginou a criação de sites que permitiriam a amigos e familiares interagir e planejar eventos, como fazemos com o Facebook e Instagram.

4. Anúncios automatizados e publicidade inteligente

Gates escreveu sobre publicidade inteligente: um software que consideraria uma reserva de viagem para indicar atividades na cidade de destino, por exemplo.

E anúncios adaptados às preferências do usuário, baseados em pesquisas feitas e tendências de compra - exatamente como funciona a publicidade no Facebook e no Google.

5. Comunidades online com foco regional e de interesses

Gates já considerava a criação de espaços de discussão na internet que conectariam pessoas da mesma região ou com os mesmos gostos - assim como grupos no Facebook e comunidades no Reddit.

6. Sites de recrutamento online como o LinkedIn

Procurar emprego na internet e fazer networking, podendo publicar interesses, necessidades e habilidades também eram ideias de Gates.

Exatamente como funciona o LinkedIn, rede social voltada a negócios, que permite envio de currículo, busca por vagas e contato com recrutadores.

7. Sites de comparação de preços

Ele idealizou serviços automatizados de comparação de preços, que facilitariam a pesquisa do consumidor.

Hoje não apenas é possível comparar preços de produtos, como há sites específicos para encontrar as melhores passagens, hotéis e até mesmo planos de telefonia e internet.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube