Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.943,90
    -2,80 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    23.041,82
    -169,09 (-0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

7 novidades que podem chegar ao iOS 16 em 2023

O ano de 2023 promete ser agitado para a Apple e para quem tem iPhone com o iOS 16. Embora o iOS 17 ainda deva demorar um pouco para ter detalhes revelados, a versão atual do sistema deve apresentar vários recursos como parte das próximas atualizações do iOS 16.3 e 16.4.

Normalmente, a Maçã anuncia dezenas de ferramentas, ajustes e melhorias para o próximo sistema durante o anúncio oficial. Algumas chegam já no lançamento e outras são postergadas até ficarem completamente funcionais.

Foi justamente isso que ocorreu na atual atualização do iOS. Novidades como o pedido de socorro via satélite para mais países e as mudanças no Apple Car Play ficaram para os updates de 2023.

Veja os sete recursos que devem ser lançados ou expandidos neste ano.

Novidades do iOS 16 nos iPhones para 2023

7. Notificações de push no Safari

O Safari pode ganhar suporte ao envio de push por sites e webapps (Imagem: Reprodução/Apple)
O Safari pode ganhar suporte ao envio de push por sites e webapps (Imagem: Reprodução/Apple)

O iOS 16 deve receber suporte a notificações de push baseadas em sites neste ano. As páginas da web poderão enviar notificações para os usuários por meio do Safari de modo similar ao que já ocorre com os aplicativos.

Esse recurso vai permitir, por exemplo, que um e-commerce avise o usuário sobre uma promoção ou que um alerta seja enviado quando houver um conteúdo novo disponível. Também vai ajudar os webapps a enviar notificações fundamentais para as pessoas. É preciso observar com cautela como isso funcionar para se evitar spam e, principalmente, golpes usando o push para enganar as pessoas.

6. Apple Pay Later

O sistema Buy Now Pay Later é uma espécie de crediário nos Estados Unidos para compras parceladas (Imagem: Reprodução/Apple)
O sistema Buy Now Pay Later é uma espécie de crediário nos Estados Unidos para compras parceladas (Imagem: Reprodução/Apple)

Anunciado na WWDC 2022 em junho do ano passado, o Apple Pay Later é um recurso de crédito que permitirá o parcelamento de compras em até quatro parcelas, sem juros ou taxas, que devem ser quitadas em até seis semanas. A novidade é exclusiva dos usuários dos Estados Unidos, incorporado ao aplicativo Carteira e acessível para compras online e em aplicativos.

Além de não chegar para os brasileiros, esse recurso não tem nada de inovador, já que as operadoras de cartão já oferecem parcelamento de compras há muitos anos. Nos EUA, contudo, as compras são feitas sempre à vista devido ao sistema de juros de lá ser bastante reduzido no comparativo com o daqui.

O Apple Pay Later deve chegar somente no iOS 16.4, previsto para desembarcar no segundo trimestre de 2023.

5. Chaves de segurança para Apple ID

O iOS vai permitir o uso de tokens para dar mais segurança ao seu ID Apple (Imagem: Reprodução/Apple)
O iOS vai permitir o uso de tokens para dar mais segurança ao seu ID Apple (Imagem: Reprodução/Apple)

As chaves de segurança vão oferecer uma camada extra de proteção para o Apple ID. Será possível usar pequenos dispositivos de hardware que funcionarão como tokens para autenticação de dois fatores.

Essa é uma medida interessante para quem tem computadores funcionais no trabalho, pois impede que pessoas não autorizadas acessem seu conteúdo. Até o momento, a Apple não anunciou planos de lançar suas próprias chaves, logo será possível usar os dispositivos fornecidos por empresas de segurança

A primeira versão beta do iOS 16.3 já contém a funcionalidade, portanto é possível que ela chegue no lançamento estável do software. Ainda não há uma data oficial, mas estima-se algo entre o primeiro e o segundo trimestre de 2023.

4. Conta poupança da Apple

Quem tem um Apple Card poderá ter uma conta no banco Goldman Sachs nos EUA (Imagem: Reprodução/Apple)
Quem tem um Apple Card poderá ter uma conta no banco Goldman Sachs nos EUA (Imagem: Reprodução/Apple)

Outro recurso que provavelmente não chegará ao Brasil, o Apple Card já existe há algum tempo lá nos Estados Unidos. Em outubro, a Maçã disse que lançaria uma espécie de conta poupança de alto rendimento, mantida pelo banco Goldman Sachs, com depósitos diários.

A novidade chamou a atenção porque não possui taxas de manutenção, depósitos mínimos nem prazo para saque do dinheiro guardado. Tudo poderá ser gerenciado pelo aplicativo Carteira, no próprio iPhone, de maneira similar a uma conta bancária tradicional. A Daily Cash passaria a acumular juros e retornaria dinheiro na forma de cashback (entre 2% e 3%) para quem fizesse compras com o Apple Card digital e em lojas físicas (1%).

Essa "conta poupança" foi anunciada como uma das novidades do iOS 16.1 Release Candidate, mas até agora não desembarcou nos celulares. A demora está possivelmente relacionada a problemas burocráticos, razão pela qual existe a expectativa de que uma das próximas versões do sistema traga a novidade.

3. CarPlay de última geração

O novo CarPlay poderia ser totalmente integrado a funções básicas dos carros (Imagem: Divulgação/Apple)
O novo CarPlay poderia ser totalmente integrado a funções básicas dos carros (Imagem: Divulgação/Apple)

A reformulação do CarPlay foi outra promessa da Apple na WWDC 2022 que não desembarcou no iOS 16. O aplicativo contará com novidades interessantes, embora ainda pouco esclarecidas, para integrar o iPhone às centrais multimídias de carros.

As principais adições são o suporte a múltiplos monitores, permitindo o consumo de conteúdo nas telas do banco traseiro e na frente, e a integração com funções do próprio veículo. Esta última permitiria o acesso ao painel de instrumentos do carro, controle da temperatura do ar condicionado e acesso à rádio FM.

O novo CarPlay deve ser compatível com veículos que sairão de fábrica com o suporte, previsto para serem lançados em 2023. Acura, Audi, Ford, Honda, Jaguar, Land Rover, Mercedes-Benz, Nissan, Porsche e Volvo são algumas das montadoras com carros compatíveis.

2. Criptografia para mais países

O iCloud passou a encriptar dados salvos na nuvem para dar mais proteção (Imagem: Reprodução/Apple)
O iCloud passou a encriptar dados salvos na nuvem para dar mais proteção (Imagem: Reprodução/Apple)

Uma das adições mais celebradas pela Apple no iOS 16 foi a proteção de dados com criptografia de ponta a ponta no iCloud. O recurso passa a embaralhar os dados para evitar o acesso indevido de terceiros a backups, fotos, notas, lembretes, arquivos de voz e tudo que estiver armazenado na nuvem.

Este recurso chegou no iOS 16.2 e no macOS 13.1, mas ficou restrito apenas aos Estados Unidos. A promessa da Maçã era lançá-lo para o resto do mundo no início de 2023, portanto é provável que o iOS 16.3 seja o responsável por levar a funcionalidade para mais pessoas.

1. Chamada de emergência via satélite

O Emergency SOS vai permitir se conectar a um satélite para fazer chamadas de emergência (Imagem: Reprodução/Apple)
O Emergency SOS vai permitir se conectar a um satélite para fazer chamadas de emergência (Imagem: Reprodução/Apple)

Quem nunca ficou na mão sem sinal de celular que atire a primeira pedra. Imagine então quem gosta de fazer trilhas na mata, viajar para o campo ou ir para locais isolados onde a telefonia móvel costuma fraquejar.

O iOS 16 prometeu resolver isso a partir da conexão via satélite (em especial, o Starlink V2 de Elon Musk). O modelo conecta o iPhone diretamente ao espaço para possibilitar ligações ou o acesso à internet em áreas rurais e remotas, onde não há sinal de telefonia disponível.

A chamada de emergência começou a ser entregue para donos do iPhone 14 dos Estados Unidos no ano passado. Para 2023, a expectativa é de a Apple levar essa novidade para mais países, em especial os mais pobres, que poderão se beneficiar de uma infraestrutura de conexão sem precisar de caros investimentos em torres de telefonia móvel.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: