Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.354,13
    +3.790,40 (+6,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

7 investidores de criptomoedas aparecem na lista de mais ricos da Forbes

·3 minuto de leitura

As criptomoedas têm se tornado cada vez mais populares. O Bitcoin, apesar de bastante volátil, tem valor alto e capacidade de colocar seus investidores entre os mais ricos do mundo — espaço geralmente ocupado por empresários visionários, como Jeff Bezos e Elon Musk.

A lista dos mais ricos do mundo, publicada pela revista Forbes, já aponta alguns nomes como destaque. No topo estão Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo na atualidade; e Elon Musk, com fortunas avaliadas em US$ 177 milhões (R$ 975 milhões) e US$ 151 milhões (R$ 832 milhões), respectivamente.

Imagem: Reprodução/Pexels/David McBee
Imagem: Reprodução/Pexels/David McBee

O ranking mostra, ainda, quem são os indivíduos que chegaram ao círculo de bilionários depois de passar a administrar investimentos em criptomoedas. Juntos, têm patrimônio estimado em US$ 55 bilhões (R$ 303 bilhões). Veja quem são eles a seguir — e vale destacar que, embora apareçam somente após os 250 mais abastados, a presença de figuras ligadas às moedas virtuais aquecem o setor e também já apontam para um futuro em que esses ativos se consolidem como opções mais seguras e confiáveis no mercado.

Sam Bankman-Fried

É apontado como o mais rico entre os empresários que atuam do mercado de criptomoedas. Fundador e CEO da corretora de Bitcoin FTX, Bankman-Fried tem fortuna avaliada em US$ 22,5 bilhões (R$ 123,9 bilhões). Aos 29 anos, é o bilionário mais rico com menos de 30 anos desde Mark Zuckerberg. Ocupa a posição 274 na lista.

Brian Armstrong

Ele é cofundador e CEO da Coinbase, a maior corretora de Bitcoin dos EUA, que já está presente até na Nasdaq. Hoje, ele é dono de 19% da empresa e seu patrimônio líquido é avaliado em US$ 11,5 bilhões (R$ 63,4 bilhões). É o número 404 no ranking.

Chris Larsen

Imagem: Divulgação/Ripple
Imagem: Divulgação/Ripple

Chris Larsen é cofundador da Ripple Labs, empresa criadora da criptomoeda XRP. Suas posses estão avaliadas em US$ 6 bilhões (R$ 33 bilhões) — mais que o dobro do estimado no ano passado (US$ 2,7 bilhões), quando ele apareceu na lista pela primeira vez (e foi o único bilionário das criptos no ranking). Aparece como o 891 na lista.

Cameron e Tyler Winklevoss

Os gêmeos americanos ficaram famosos depois de ganharem uma ação judicial contra Mark Zuckerberg, do Facebook. Eles alegaram que o empresário usou a ideia da plataforma ConnectU para criar a rede social. São fundadores da corretora Gemini e têm patrimônio estimado em US$ 4,3 bilhões (R$ 23,7 bilhões). Ambos estão na posição 1.008.

Jed McCaleb

Mais um fundador da Ripple. Além disso, em 2010, foi responsável por lançar a Mt. Gox, a primeira grande corretora de Bitcoin. Sua fortuna é avaliada em US$ 3 bilhões (R$ 16,5 bilhões). Está no número 1.580.

Fred Ehrsam

Fred Ehrsam também é cofundador da Coinbase. Hoje, ele não está mais na companhia, trabalha para a investidora Paradigm e seu patrimônio líquido é estimado em US$ 3,5 bilhões (R$ 19,3 bilhões). Seu lugar no ranking é o 1.664.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos