Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.992,23
    +38,45 (+0,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

7 atores mirins explorados e maltratados pela fama

Ser um artista famoso pode ser o sonho de muita gente, no entanto lidar com os desdobramentos da fama nem sempre é algo fácil. Para alguns atores e atrizes que começaram suas carreiras ainda na infância, o sucesso se tornou um pesadelo e uma experiência traumatizante, e muitos deles foram perseguidos pela mídia ou sofreram abusos psicológicos de seus pais ou empresários.

É o caso de Alyson Stoner, que trabalhou em filmes como Ela Dança Eu Danço, Doze é Demais e Camp Rock. A atriz contou que aos 12 anos estava tão sobrecarregada de trabalho que desenvolveu distúrbios alimentares e ficou desnutrida.

Outra atriz que sofreu com distúbrios alimentares e a perseguição da mídia foi Demi Lovato, que enfrentou problemas com drogas e álcool além de ser violentada aos 15 anos, quando ainda fazia parte do time de estrelas da Disney.

Lindsay Lohan também é um exemplo de atriz mirim que foi maltratada pela fama. Ela despontou em 1998 no filme Operação Cupido, mas, após se envolver com algumas polêmicas e problemas com a Justiça, foi perseguida pelos tablóides e decidiu dar um tempo em sua carreira, retomando-a muito tempo depois.

Lindsay Lohan retomou sua carreira muito tempo depois e em 2022 protagonizou o filme Uma Quedinha de Natal. (Imagem:Reprodução/Netflix).
Lindsay Lohan retomou sua carreira muito tempo depois e em 2022 protagonizou o filme Uma Quedinha de Natal. (Imagem:Reprodução/Netflix).

Infelizmente esses são apenas alguns casos de artistas que tiveram suas infâncias destruídas pelo sucesso. O Canaltech separou outros sete atores mirins que foram explorados e maltratados pela fama.

7. Jennette McCurdy

Jennette McCurdy voltou aos holofotes ao lançar, em 2022, o livro I'm Glad My Mom Died (em tradução literal, algo como "Eu Estou Feliz que Minha Mãe Tenha Morrido"), no qual compartilha um pouco da relação turbulenta com sua mãe Debbie. Na obra, ela conta como sua mãe sempre sonhou em ser uma atriz conhecida e acabou projetando esse desejo em sua vida.

E para torná-la uma estrela, Debbie a obrigava a descolorir os cabelos e clarear os dentes desde os 10 anos de idade. Além disso, a ensinou a cortar calorias e viver em uma eterna dieta, o que mais tarde se transformou em distúrbios alimentares graves. Quando entrou para o elenco de iCarly, inclusive, Jennette, apesar da boa aparência, estava lutando contra a doença.

Sua mãe morreu de câncer em 2013 e ela começou a fazer terapia em 2018 para tratar os problemas mentais. Em entrevista à imprensa dos EUA, a atriz disse que acredita que se Debbie ainda estivesse viva, ela ainda estaria enfrentando os disturbios alimentares.

6. Ariel Winter


Saindo de iCarly para Modern Family, na famosa sitcom de Steve Levitan conhecemos Ariel Winter, que deu vida à Alex Dunphy, uma das filhas de Claire e Phil. Mas, ao contrário de sua personagem que tinha uma mãe amorosa, Ariel viveu abusos por parte da mídia e de Crystal, sua mãe biológica.

Ela contou que Crystal a explorava de diversas maneiras, sendo uma delas obrigando-a a fazer uma dieta rigorosa e negligenciando seus estudos. A mãe também a obrigava a usar roupas curtas, decotadas e justas para que ela parecesse mais velha, além de fazer com que ela ficasse até tarde em festas quando tinha apenas 12 ou 13 anos.

"As pessoas pensavam que eu tinha 24 anos quando eu tinha 12. Se houvesse uma cena de nudez quando eu tinha essa idade, minha mãe teria dito sim."

Após sofrer todos esse abusos, Ariel se emancipou legalmente aos 14 anos de idade e conseguiu controlar sua própria carreira e vida.

5. Raven-Symoné

Outra atriz que também sofreu com o abuso da mídia, especialmente no que se referia à sua alimentação, foi Raven-Symoné. A atriz ficou conhecida por protagonizar a série de comédia da Disney, As Visões da Raven, e participar de outras produções da empresa.

Ela disse que as pessoas da indústria do audiovisual lhe aconselhavam constantemente a cuidar do seu peso, mesmo quando ela ainda era uma criança, e que foi proibida de comer no set de The Cosby Show.

"Lembro-me de não poder comer o bagel ou qualquer coisa. [...] As pessoas diziam, 'Você não pode comer isso. Você está engordando!' Eu fico tipo, 'Tenho 7 anos! Estou com fome!'"

Hoje a atriz e cantora está saudável e de bem com seu próprio corpo, além assumir sua orientação sexual e ser uma militante pelos direitos das pessoas LGBT+.

4. Miley Cyrus


É impossível falar de atores mirins explorados e maltratados pela fama sem citar Miley Cyrus. A atriz ficou famosa por estrelar algumas produções da Disney, entre elas Hannah Montana, um seriado em que ela interpretava duas personagens ao mesmo tempo: Miley Stewart, a adolescente rebelde; e Hannah Montana, uma famosa cantora teen.

Ela contou, em entrevista à imprensa dos Estados Unidos, que gostava de atuar e cantar na série, mas à medida que começou a sair em turnê com a personagem as coisas começaram a ficar difíceis, pois o público não conseguia separar a ficção da sua vida real, o que lhe causou um trauma e dano à sua psique como pessoa adulta.

Vale lembrar que Cyrus começou sua carreira em 2001 quando tinha apenas nove anos e desde o princípio foi sexualizada. Aos 16 anos ela fez um ensaio para a revista Vanity Fair em que aparecia seminua.

Além disso, o trauma foi grande ao ponto de ela não se lembrar muito bem o que era ser uma criança, mas se recordar de usar acessórios de adulto, como unhas falsas, em suas produções.

"As pessoas ficaram muito chocadas com algumas coisas que eu fiz. Deveria ser mais chocante o fato de que quando eu tinha 11 ou 12 anos eu usava aplique, maquiagem, unha falsa e colocava roupas que na maioria das vezes eram homens mais velhos que escolhiam."

3. Cole Sprouse


Outra estrela mirim da Disney que teve sua infância arruinada pela fama foi Cole Sprouse. O ator começou sua carreira bem cedo ao lado de seu irmão Dyllan. Juntos, os dois revezaram o papel do filho de Ross Geller em Friends e depois protagonizaram a sitcom Zack & Cody: Gêmeos em Ação.

Mas, por começar a atuar desde muito pequeno, Cole disse que chegou à fase adulta sem se questionar se era realmente isso que ele queria para sua vida, e ainda chamou a experiência da fama na infância de traumatizante.

Ele também contou à imprensa estadunidense que acredita que a vivência de cada criança é única, e embora tenha sido um período complicado da sua vida e do seu irmão, não teve que enfrentar a hipersexualização que suas colegas da mesma idade tiveram.

"As moças do canal em que estávamos [Disney Channel] foram tão fortemente sexualizadas desde uma idade tão precoce e não há absolutamente nenhuma maneira de comparar nossas experiências. Cada pessoa que passa por esse trauma tem uma experiência única.”

2. Drew Barrymore

Não é segredo para ninguém que Drew Barrymore é uma grande atriz, mas o que nem todo mundo sabe é que sua infância também foi complicada. Ela começou a atuar desde muito nova, com 11 meses de idade, em um comercial de cachorro, e não parou mais. Aos sete anos, estrelou o longa ET e ficou mundialmente conhecida.

Sua carreira era administrada pela sua mãe, Jaid, que sempre negligenciou sua criação e cometeu diversos tipos de abuso, entre os quais levá-la para festas e a encorajar a dançar com homens famosos.

Ainda na infância, Drew foi apresentada às drogas, e aos 12 anos já estava em clínicas de reabilitação. Sua mãe a impedia de comer doces, mas permitia que ela ingerisse álcool e usasse maconha. Aos 15 anos, a atriz conseguiu se emancipar e tomar as rédeas de sua vida.

1. Macaulay Culkin

Macaulay Culkin é sinônimo de sucesso e também de problema. O ator se consagrou como uma das principais estrelas mirins ao protagonizar a saga Esqueceram de Mim, além dos filmes de sucesso Meu Primeiro Amor e Riquinho. Mas, como nem tudo são flores, sua carreira era administrada pelo seu pai, Kit, que o controlava e abusava dele mentalmente, fisicamente e financeiramente.

O ator contou, em entrevista à imprensa dos Estados Unidos, que seu pai o obrigava a ficar acordado todas as noites para estudar as falas que ele precisava decorar para o dia seguinte, além de ameaçá-lo constantemente.

Quando seus pais se separaram em 1995, após 21 anos de casamento, Culkin nunca mais se aproximou ou teve qualquer tipo de contato com Kit.

Devido às pressões midiáticas e familiares, o ator decidiu se aposentar aos 14 anos, afirmando que queria ter “uma vida normal” e só retornou ao audiovisual em 2003 fazendo uma participação na série Will & Grace.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: