Mercado fechado

7 artistas que admitiram publicamente lutar contra o vício em sexo

Rafael Monteiro
·4 minuto de leitura
Robert Downey Jr, Kim Cattrall e Terry Crews: eles já admitiram problemas em conter o apetite sexual (reprodução)
Robert Downey Jr, Kim Cattrall e Terry Crews: eles já admitiram problemas em conter o apetite sexual (reprodução)

Vício em sexo existe. Apesar de toda a controvérsia envolvendo o problema, a Organização Mundial da Saúde reconhece o transtorno psiquiátrico conhecido como ninfomania, visto nos filmes “Ninfomaníaca”, de Lars Von Trier, uma doença há alguns anos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Longe das questões científicas, astros de Hollywood já vieram a público admitir que sofrem do problema. Para refrescar a sua memória, relembramos os casos icônicos de atores que têm dificuldade em conter o próprio apetite sexual.

Leia também

Michael Douglas

Hoje aos 76 anos, o ator foi o primeiro astro de Hollywood a se definir como viciado em sexo. Isso aconteceu após ele ser flagrado traindo por diversas vezes a esposa, Diandra Luker. Após estrelar o sucesso "Instinto Selvagem" (1992), Douglas decidiu se internar para tentar lidar com o vício. Anos depois, ele descobriu um câncer na garganta e... atribuiu isso ao sexo. "Sem querer ser muito específico, este tipo singular de câncer é causado pelo HPV, que na verdade vem do sexo oral", disse ele ao Guardian. "E, se você tem isso, o sexo oral é também o melhor remédio."

David Duchovny

Em agosto de 2008, o eterno Fox Mulder de “Arquivo-X” decidiu se internar em uma clínica para viciados em sexo. "Eu peço respeito e privacidade para minha esposa e filhos conforme lidamos com esta situação como uma família", disse ele, na época em que interpretava Hank Moody, personagem que sofria do mesmo problema na série "Californication". Fontes próximas ao ator afirmaram que ele era viciado em pornografia - algo que incomodava muito Tea Leoni, sua então esposa.

Terry Crews

O ator de "Todo Mundo Odeia o Chris" e "As Branquelas" também sofreu com o vício em pornografia. "Chegou em um ponto em que a minha mulher chegou e me disse que não me conhecia mais e que iria me deixar. E isso me fez parar e pensar que esse vício era algo muito mais sério do que poderia imaginar", disse o ator, que precisou se internar numa clínica de reabilitação. Crews afirma ter se livrado do problema há mais de 10 anos.

Ozzy Osbourne

Atualmente, Ozzy tem reclamado que tem tido sexo demais na quarentena. Porém, nem sempre foi assim na vida do roqueiro de 71 anos. Infiel, ele chegou a ter um caso extraconjugal de anos com a cabeleireira Michelle Pugh, 30 anos mais nova. Para conseguir o perdão da esposa Sharon, ele precisou passar por terapia. “Estou envergonhado com o que meu comportamento tem feito para minha família. Eu agradeço a Deus que minha esposa incrível está ao meu lado para me apoiar”, disse o líder do Black Sabbath.

Rob Lowe

Lançado à fama precocemente, o ator foi alvo de muitas críticas em 1988 quando flagrado em uma sex tape fazendo sexo com uma adolescente de 16 anos. Hoje, aos 56 anos, após outros escândalos sexuais envolvendo babás, ele diz que o escândalo do início da carreira foi uma "benção". “Foi uma das razões para que eu ficasse sóbrio. Me fez acordar. Eu despertei um dia e me perguntei, ‘o que eu estou fazendo com a minha vida?’”, confessou ele no ano passado. “Foi algo motivado por fama, dinheiro e drogas. Acho que foi a melhor coisa que já aconteceu comigo. Eu honestamente acredito nisso, porque foi o que me levou a ficar sóbrio. A minha sobriedade resultou no meu casamento. Eu estou casado há 20 anos e tenho dois filhos incríveis, então acho que nada disso teria acontecido sem aquele escândalo”. Atualmente, o ator de “Parks and Recreation” diz que esquiar e surfar o ajudam a controlar o seu “instinto selvagem”.

Kim Cattrall

A Samantha de Sex and The City já se descreveu como multiorgásmica e viciada em sexo. Atuando muitas vezes como conselheira amorosa, ela chegou até a escrever o livro "Satisfação, a Arte do Orgasmo Feminino", com a ajuda do seu então marido Mark Levinson.

Robert Downey Jr

Além das drogas, o Homem de Ferro também lutou contra o vício em sexo. Até a masturbação chegou a ser um problema em sua vida, como contou em entrevista à revista "Now Magazine": "eu era compulsivo, não conseguia parar". De acordo com ele, tudo foi resolvido quando ele se casou com a produtora Susan Downey. "Quando conheci Susan, minha motivação passou a ser somente ela. Minha união é sagrada. A maioria dos homens que são casados pensam em trair. Eu jamais faria isso", declarou.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube