Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.241,42
    +2.103,77 (+4,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Melhores aplicativos de chamada de vídeo

·4 min de leitura

Os aplicativos de videochamadas se tornaram parte da rotina de muitos usuários. Com o crescimento da demanda, cresceu também o número de plataformas focadas nessa função. Embora todas sirvam ao mesmo objetivo central, cada uma apresenta suas particularidades.

Há diversos serviços tanto para Android quanto para iOS (iPhone) e, claro, também para PC. Para te ajudar a escolher a opção que corresponde melhor às suas necessidades, preparamos uma lista com os melhores aplicativos de chamadas de vídeo.

Principais aplicativos de videochamada para você usar

Embora cada uma das plataformas abaixo tenha uma interface particular e recursos específicos, todas elas cumprem o que prometem: conectar o usuário a outras pessoas. Portanto, saiba que independentemente da sua escolha, você estará bem servido.

Google Meet (Android l iOS l Web)

O Google Meet é um dos aplicativos de chamada de vídeo mais populares da atualidade (Imagem: Divulgação/Google Meet)
O Google Meet é um dos aplicativos de chamada de vídeo mais populares da atualidade (Imagem: Divulgação/Google Meet)

O Google Meet certamente está entre os principais serviços de chamada de vídeo da atualidade. Sua compatibilidade inclui os sistemas operacionais macOS, Windows, Chrome OS, Ubuntu e outras distribuições Linux baseadas no Debian, bem como Android (a partir da versão 5.0) e iOS (a partir do 12.0).

Durante os últimos dois anos, quando a demanda por videochamadas fervilhou, a plataforma focou em melhorar a interface e oferecer novos recursos, como legendas, filtro de ruídos e transcrições traduzidas.

Há outras inúmeras funções interessantes, mas o trunfo principal da plataforma é a acessibilidade: basta ter uma conta Google para usar a plataforma. Além disso, o serviço suporta até 100 pessoas em uma única chamada (que, na versão gratuita, tem duração máxima de 1 hora). Para ligações entre duas pessoas, o limite escala para 24 horas.

Microsoft Teams (Android l iOS l Desktop)

O Teams é mais indicado para aqueles que já usam a plataforma colaborativa (Imagem: Divulgação/Microsoft Teams)
O Teams é mais indicado para aqueles que já usam a plataforma colaborativa (Imagem: Divulgação/Microsoft Teams)

O Microsoft Teams — ou apenas “Teams” para os íntimos — é outro carro-chefe quando o assunto é videoconferências. A plataforma de colaboração em grupo reúne chats de bate-papo, armazenamento de arquivos, integração de apps e, claro, videochamadas. Sua compatibilidade inclui macOS, Windows, Linux, as quatro últimas versões do Android e as duas últimas do iOS.

Em uma reunião, podem participar até 250 pessoas e, em um bate-papo particular, o limite é 100. Apesar da interface um pouco mais “engessada”, o serviço tem uma ótima entrega. Isso inclui recursos bastante úteis como as legendas ao vivo e diferentes efeitos de fundo.

Aliás, com a promessa de integração com o Windows 11, o Teams será o novo substituto do Skype e terá um apelo maior aos usuários. Se quiser saber mais sobre esse tema, confere a matéria a seguir.

Skype (Android l iOS l Desktop l Web)

O Skype é a opção mais tradicional do setor (Imagem: Divulgação/Skype)
O Skype é a opção mais tradicional do setor (Imagem: Divulgação/Skype)

Bom, já que tocamos no assunto, por que não trazer o Skype para a conversa de uma só vez? A plataforma, que se consagrou no setor de videoconferências, tem suado a camisa para concorrer com os gigantes da Google e da Microsoft.

Além de ter a compatibilidade dos serviços anteriores, o Skype soma à lista a Alexa, o Amazon Kindle Fire HD/HDX, o Tablet Amazon Fire HD, o Xbox Series (X e S) e o Xbox One. E, ah, não podemos esquecer: assim como o Meet e o Teams, também oferece uma versão para Web.

Além de recursos básicos, o Skype apresenta uma vantagem interessante: é possível ligar para telefones fixo e celulares de qualquer parte do mundo, basta comprar créditos no aplicativo. Aliás, o limite de participantes por chamada é o mesmo do Meet: 100 usuários.

Zoom Meetings (Android l iOS l Desktop l Web)

O Zoom se destaca pela ampla compatibilidade com sistemas operacionais (Imagem: Divulgação/Zoom)
O Zoom se destaca pela ampla compatibilidade com sistemas operacionais (Imagem: Divulgação/Zoom)

O Zoom conquistou o seu lugar debaixo dos holofotes há pouco tempo e, após polêmicas envolvendo a privacidade dos usuários, viu sua popularidade despencar rapidamente. Apesar desse deslize, não poderíamos deixar de mencionar a plataforma. Afinal, ela se tornou a principal opção para muitos usuários.

O serviço não se destaca nos recursos: além de reunir funções básicas, possui um limite máximo de 100 pessoas por chamada. O seu trunfo, contudo, está na compatibilidade. Além dos sistemas operacionais mais populares, o Zoom suporta alternativas como Mint (17.1 ou posterior); CentOS (6.4 ou posterior); Fedora (21 ou posterior); OpenSUSE (13.2 ou posterior); e diversas variações do Linux.

Serviços de videochamadas alternativos

Caso não queira baixar um programa dedicado para fazer chamadas de vídeo, saiba que essa opção está presente na maioria dos mensageiros, como Facebook Messenger, WhatsApp, Telegram, Viber e outros.

Como citado no início do texto, cada plataforma tem um diferencial. A principal vantagem do Messenger é a sua integração com o Facebook, que permite ligar para os seus amigos da rede social sem ter o número de telefone salvo no aparelho.

O WhatsApp oferece uma entrega bastante fraca. Apesar disso, a praticidade que oferece pode ser suficiente para alguns usuários. Afinal, a maioria dos brasileiros possui o app como mensageiro principal.

O Telegram, ao contrário, oferece vantagens como a supressão de ruídos e o compartilhamento de tela. Já o Viber permite realizar ligações para telefones fixos e celulares de todo o mundo. No final das contas, o melhor aplicativo é aquele que atende às suas necessidades.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos