Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.368,45
    +2.251,56 (+5,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

68 anos! Conheça a história do homem com a maior crise de soluço do mundo

·1 minuto de leitura

Você provavelmente já teve soluços ao longo da vida, certo? Alguns minutos de soluço são suficientes para deixar qualquer um emburrado. Mas já pensou soluçar por nada menos que 68 anos seguidos? Pois foi isso que aconteceu com Charles Osborne, que foi parar até no Guinness Book.

Em 1922, Charles Osborne passou a ter soluços constantes. Por algumas décadas, ele teve em torno de 40 soluços por minuto, mas com o passar do tempo, desacelerou para 20 soluços por minuto. No final de sua vida, Osborne foi forçado a se alimentar apenas com coisas pastosas ou líquidas, pois era incapaz de engolir a comida inteira entre soluços.

Charles sempre acreditou que seus soluços foram causados ​​por uma excêntrica ocasião em que tentou pesar um porco de 158 kg e acabou caindo. Seu médico lhe disse alguns anos depois que, nessa queda, Osborne acabou rompendo um vaso sanguíneo em seu cérebro, danificando a parte que inibia sua resposta ao soluço.

Osborne teria rompido um vaso do cérebro, segundo seu médico, e por isso os soluços constantes (Imagem: twenty20photos/envato)
Osborne teria rompido um vaso do cérebro, segundo seu médico, e por isso os soluços constantes (Imagem: twenty20photos/envato)

Os soluços do homem pararam apenas em fevereiro de 1990, sem razão aparente. Um ano depois, no entanto, Osborne acabou morrendo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos