Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.937,89
    -164,10 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.523,03
    -985,32 (-1,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,80
    -0,75 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.831,40
    -11,20 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    38.172,61
    -4.409,31 (-10,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    894,21
    +651,53 (+268,48%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.425,00
    -416,00 (-2,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1945
    +0,0644 (+1,05%)
     

60 pessoas tomam vacina errada em Juiz de Fora (MG)

·2 min de leitura

Na última quinta-feira (6), 60 pessoas de Juiz de Fora, em Minas Gerais, tomaram a vacina pentavalente (usada para prevenir a difteria, o tétano, a coqueluche, as doenças da bactéria Haemophilus influenzae tipo B e a Hepatite B) em vez da vacina contra a covid-19, por engano. Segundo a prefeitura, os vacinados foram avisados e retornaram ao posto de saúde para receberem a dose certa.

A prefeitura de Juiz de Fora se posicionou oficialmente e garantiu que segue em investigação sobre o caso para descobrir o que levou a equipe de profissionais da UBS do Bairro Santa Cruz a trocar os imunizantes. Na nota, o governo municipal ainda chegou a afirmar que essa vacinação equivocada não representa riscos ao público envolvido. Confira na íntegra o posicionamento oficial:

A Prefeitura de Juiz de Fora vem relatar situação identificada pela Secretaria de Saúde (SS).

Nesta manhã do dia 6 de janeiro, na Unidade Básica de Saúde de Santa Cruz, 60 pessoas que procuravam a vacinação contra a Covid-19 foram, equivocadamente, imunizadas com a vacina pentavalente, que garante proteção contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, bactéria haemophilus influenza tipo B. Constatado o erro, a SS buscou contato com todas as pessoas vítimas desse equívoco para que recebessem o imunizante contra a Covid.

A Secretaria de Saúde esclarece, além disso, que não há nenhum problema de compatibilidade entre as vacinas aplicadas, e, portanto, nenhum risco à saúde das pessoas que tenham recebido os dois imunizantes.

O erro técnico constatado é, nesse momento, alvo de investigação administrativa.

60 pessoas tomam vacina errada em Juiz de Fora, em Minas Gerais(Imagem: Ha4ipuri/envato)
60 pessoas tomam vacina errada em Juiz de Fora, em Minas Gerais(Imagem: Ha4ipuri/envato)

O incidente lembra um acontecimento bem semelhante, de abril do ano passado: 46 pessoas, incluindo crianças, tomaram vacina contra covid-19 por engano na cidade de Itirapina (SP). Nesse caso, eles esperavam tomar uma dose de vacina contra a gripe (influenza).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos