Mercado abrirá em 28 mins
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,26
    +2,06 (+2,63%)
     
  • OURO

    1.773,30
    +9,60 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    16.893,84
    +379,69 (+2,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,89
    +12,16 (+3,13%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.554,04
    +42,04 (+0,56%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.556,50
    +31,75 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4708
    +0,0142 (+0,26%)
     

6 projetos que incentivam a inclusão de mulheres na tecnologia

Conheça 6 projetos que incentivam a inclusão de mulheres na tecnologia. Foto: Getty Images.
Conheça 6 projetos que incentivam a inclusão de mulheres na tecnologia. Foto: Getty Images.

Steve Jobs, Bill Gates, Elon Musk, Mark Zuckerberg: você provavelmente conhece esses nomes. Isso porque estes são alguns dos fundadores das mais importantes Big Techs, ou no bom e velho português, as gigantes de tecnologia. O que eles representam em comum? O enorme contingente masculino presente no ramo da tecnologia, seja nos cargos mais altos, até os mais iniciais do setor de TI em uma empresa. Embora as mulheres tenham importante relevância na história da evolução da tecnologia, elas ainda encontram muitas dificuldades para obter reconhecimento na área.

A Pesquisa Nacional Por Amostra em Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que a representação de profissionais mulheres na área de TI é de apenas 20% no Brasil. Quanto ao número de graduadas em cursos de tecnologia, elas são 25% nas universidades, de acordo com dados divulgados pela Women in Data Science (WiDS). O que pode explicar esse abismo é um estereótipo de gênero que perpetua a noção de que mulheres são menos aptas para cargos técnicos.

Com o objetivo de transformar esse cenário, projetos e iniciativas no Brasil e no mundo buscam incluir cada vez mais as mulheres que pretendem fazer carreira dentro dos diversos segmentos que constituem as áreas de tecnologia, ciência e computação.

Veja a seguir 6 desses projetos e o trabalho realizado por eles:

  1. Minas Programam

  2. PrograMaria

  3. Reprograma

  4. WoMakersCode

  5. PyLadies

  6. Django Girls

Minas Programam

Fundado em 2015 por Ariane Cor, Fernanda Balbino e Bárbara Paes, o Minas Programam surgiu para oferecer oportunidades de aprendizado sobre programação para mulheres (priorizando negras e indígenas) através de cursos de introdução, oficinas, treinamentos e debates. As atividades são gratuitas e todas as professoras e instrutoras são mulheres.

PrograMaria

A PrograMaria é uma startup que busca incentivar e atrair meninas e mulheres que pretendem ser parte do universo da tecnologia e computação. O projeto oferece em seu site entrevistas, tutoriais, reportagens, infográficos e demais conteúdos sobre programação. Além disso, oferece o curso online Eu ProgrAmo onde a aluna poderá explorar conceitos iniciais em HTML, CSS, JavaScript, lógica de programação e dicas de carreira em tecnologia.

Reprograma

Iniciativa de impacto social, a Reprograma oferece cursos gratuitos de programação para mulheres cis e trans que não possuem recursos financeiros. Já foram realizadas 23 turmas que formaram cerca de 700 programadoras. Os cursos oferecidos são o Front-End Todas em Tech onde é possível aprender linguagens de programação front-end e o curso Back-End Todas em Tech onde as alunas aprendem a estruturar uma aplicação web.

WoMakersCode

A WoMakersCode é a maior comunidade de tecnologia, formada por mulheres, da América Latina. O projeto busca apoiar mulheres que desejam ingressar em carreiras de tecnologia e inovação. Algumas das iniciativas são focadas em capacitar como a plataforma Mais Mulheres Tech, criada em 2021 em parceria com a Microsoft, onde são oferecidos mais de 100 cursos gratuitos e com certificado sobre Computação em Nuvem, Segurança da Informação, DevOps, Ciência de Dados e Inteligência Artificial.

PyLadies

O PyLadies é uma comunidade mundial também presente no Brasil que tem como propósito principal incentivar as mulheres a trocarem conhecimento sobre tecnologia. O projeto reúne meninas e mulheres de diversas regiões do Brasil para que possam compartilhar conhecimento e aprendizado sobre programação e demais assuntos relacionados à área de ciência e computação, além de realizar palestras e oferecer conteúdos sobre estes temas.

Django Girls

Django Girls é uma organização sem fins lucrativos que promove a capacitação de mulheres a organizar workshops gratuitos sobre Python e Django, linguagens de programação que são utilizadas para a criação de websites. O projeto funciona como uma comunidade global também presente no Brasil com eventos organizados e frequentados por mulheres da área de tecnologia.