Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.599,91
    +20,45 (+0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

5G em Belo Horizonte tem conexão mais rápida, mas cobertura decepciona

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Na primeira semana de funcionamento do 5G em Belo Horizonte, clientes que esperavam uma conexão 'do futuro' perceberam aumento na velocidade, mas se decepcionaram com a instabilidade do sinal e a restrição na área de cobertura.

Outra dificuldade foi saber se, de fato, estavam navegando com a conexão 5G pura ou não. Antes da liberação do sinal em Belo Horizonte, na última sexta (29), alguns celulares já mostravam o ícone do 5G. A versão disponível anteriormente era o 5G DSS (Dynamic Spectrum Sharing), que é considerado impuro, por operar na mesma frequência do 4G.

Após a liberação do 5G puro, chamado de standalone, alguns usuários relataram não saber quando o celular está conectado na nova frequência, que promete um aumento na velocidade.

O empresário Pedro Villasboas disse que a única região da cidade em que conseguiu fazer testes de velocidade que indicavam o uso do 5G puro foi na Savassi, no centro-sul da cidade. Em outros bairros, ele afirmou que, mesmo com o ícone do 5G na tela, a conexão apresentava instabilidade e baixa velocidade.

"Às vezes aparece 5G no aparelho, mas quando você clica para fazer um teste, ou vai fazer alguma coisa que vai demandar mais banda, ele te corta. Sai do 5G e vai para o 3G, antes de retomar o 4G. Talvez isso seja uma coisa da mudança da tecnologia", diz o empresário.

Ainda assim, segundo ele, mesmo com o uso do 5G impuro nos últimos meses ele já conseguia uma velocidade satisfatória para fazer tarefas de trabalho e videoconferências.

O enfermeiro Leonardo Godoy também disse não saber quando o celular está utilizando a conexão pura ou impura. Ainda assim, ele percebeu um aumento na velocidade da internet para o uso de tarefas básicas.

"Na região onde eu trabalho, próximo a Nova Lima, ainda não pega o 5G, só o 4G. Já onde eu moro, no Lourdes, chegou o sinal. Então, eu consegui comparar bem. E vejo uma grande diferença na qualidade da internet. A velocidade é bem maior no meu apartamento com 5G, que na região do hospital, com 4G", diz .

A Vivo informou que o serviço de 5G já está disponível para todos os clientes da empresa que possuem um celular compatível e estejam nas áreas de cobertura. No entanto, não especificou quais regiões da cidade já têm o 5G da operadora.

A TIM afirmou que o início das operações com a tecnologia 5G na capital mineira conta com duas vezes mais antenas que o mínimo exigido pela Anatel (agência reguladora do setor) para o funcionamento. O sinal está disponível em 56 bairros, com expectativa de expansão para 70 bairros em todas as regiões da cidade.

As duas operadoras disseram que os clientes não precisam trocar de chip ou de plano para utilizar a rede 5G.

A Claro também foi procurada, mas não respondeu aos questionamentos sobre o funcionamento do 5G na capital de Minas Gerais até a publicação desta reportagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos