Mercado abrirá em 9 h 39 min
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,92
    -0,44 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.823,90
    -6,00 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    35.968,52
    +265,58 (+0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    700,80
    -34,34 (-4,67%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.623,24
    +49,38 (+0,17%)
     
  • NIKKEI

    28.330,82
    -188,36 (-0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.756,75
    -45,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3857
    -0,0069 (-0,11%)
     

5G da Samsung alcança velocidade de 305 Gbps em teste de infraestrutura

Rubens Eishima
·2 minuto de leitura

A Samsung anunciou que sua nova solução para infraestrutura de estações-base alcançou 305 Gbps. A velocidade foi obtida em colaboração com a Intel, fornecedora do processador usado no sistema, em um ambiente semelhante ao usado pelas operadoras. Segundo a empresa, tantos gigabytes por segundo são suficientes para acomodar 200 mil usuários simultâneos em transmissões de vídeo com resolução SD.

O anúncio não afeta diretamente os compradores de celulares, já que se trata da infraestrutura usada pelas empresas de telefonia. Neste mercado, a Samsung disputa mercado com as gigantes Nokia, Ericsson e Huawei.

SA vs NSA

O equipamento serve como demonstração do potencial da implementação SA do 5G. Sigla em inglês para algo como “operação independente”, o SA não utiliza a infraestrutura de rede do 4G, diferentemente do 5G NSA (non stand-alone).

A separação entre as estruturas SA e NSA não deve ser confundida com a divisão entre as frequências da tecnologia, que no caso do 5G DSS compartilha a faixa de transmissão do 4G.

“A transição para o 5G stand-alone é essencial para atingir o potencial total do 5G”, disse o vice-presidente e gerente geral da divisão de rede fixa e central da Intel Corporation, Alex Quach.

Segundo a Samsung, o uso de uma estrutura dedicada para o 5G — e projetada desde o início para a nova geração — é o que permitirá concretizar a promessa de tempos de resposta (latência/ping) mais baixos, além do potencial para uso em sistemas industriais e também para acessos fixos domésticos (FWA).

Mas para dar conta do volume de dados trafegados pelo sistema, a empresa sul-coreana colaborou com a Intel para usar seus processadores Xeon e as controladoras de rede da fabricante. Os componentes da norte-americana são utilizados por outras fabricantes, incluindo a Huawei, que teria estocado grandes quantidades das peças em preparação às sanções de Donald Trump.

Por se tratar do equipamento central da estação-base, os 305 Gbps são divididos entre os diversos usuários conectados à(s) antena(s), e cada um deles limitado pelas frequências de transmissão e tipo de equipamento usados.

5G SA é apontado como peça chave para aplicações de realidade mista (RV/RA), IoT e veicular, incluindo carros autônomos (Imagem: divulgação/Samsung)
5G SA é apontado como peça chave para aplicações de realidade mista (RV/RA), IoT e veicular, incluindo carros autônomos (Imagem: divulgação/Samsung)

Mercado em crescimento

A Samsung ganhou espaço nos últimos anos no segmento de infraestrutura para telecomunicações e é apontada como forte candidata a aproveitar as restrições de uso para equipamentos da Huawei, por exemplo, nos Estados Unidos.

A fabricante sul-coreana deve registrar um aumento de dois pontos percentuais em participação de mercado neste ano, segundo números da consultoria TrendForce, de 6,5 para 8,5% do segmento de estações-base. Os analistas apontam como causa a participação da Samsung na implantação do 5G na Coreia do Sul, um dos maiores mercados da tecnologia atualmente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: