Mercado abrirá em 1 h 10 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,45
    +1,00 (+1,13%)
     
  • OURO

    1.715,40
    -5,40 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.985,57
    -223,86 (-1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,50
    -8,63 (-1,86%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    7.009,93
    +12,66 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.496,00
    -45,75 (-0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0977
    -0,0158 (-0,31%)
     

5G chega a mais sete capitais na próxima semana; veja lista

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.08.2019 - Vista de um celular. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.08.2019 - Vista de um celular. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aracaju, Boa Vista, Campo Grande, Cuiabá, Maceió, São Luís e Teresina serão as próximas sete capitais a receber o 5G de 3,5 GHz após liberação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) nesta quarta-feira (14).

As cidades poderão ativar as estações com a tecnologia a partir da próxima segunda (19). Elas somam-se a outras 15 capitais que já receberam a conexão nos últimos meses.

A decisão foi tomada pelo Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência), que se reuniu nesta manhã para deliberar os próximos passos da implantação do 5G no país.

Segundo a Anatel, até 28 de novembro, a Claro, a Tim e a Vivo deverão ter no mínimo oito estações de 5G ativadas em Aracaju, cinco em Boa Vista, 11 em Campo Grande, oito em Cuiabá, 13 em Maceió, 14 em São Luís e 11 em Teresina.

A meta definida pela agência para as operadoras é de uma antena de 5G a cada cem mil habitantes.

O cronograma do 5G sofreu atrasos devido à falta de equipamentos vindos da China, que decretou lockdown por causa de uma nova onda da pandemia de Covid-19.

Os equipamentos importados são filtros que evitam interferências. Por isso, num primeiro momento, a agência concedeu prazo até o final de setembro para que todas as capitais tenham antenas de 5G. Agora, o novo prazo é 28 de outubro.

Veja a lista das capitais com o 5G:

Aracaju

Brasília

Belo Horizonte

Boa Vista

Campo Grande

Cuiabá

Curitiba

Fortaleza

Florianópolis

Goiânia

João Pessoa

Maceió

Natal

Palmas

Porto Alegre

Recife

Rio de Janeiro

Salvador

São Luís

São Paulo

Teresina

Vitória