Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.282,87
    -52,24 (-0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5561
    +0,0505 (+0,92%)
     

5 vendas milionárias de diamantes ao redor do mundo

As vendas de diamantes movimentam milhares de dólares. Foto: Getty Creative
As vendas de diamantes movimentam milhares de dólares. Foto: Getty Creative
  • O mercado de diamantes, assim como outros setores da economia, foi impactado pela pandemia do coronavírus;

  • Apesar de números pouco animadores, esse mercado irá se recuperar e chegará a níveis pré-pandêmicos entre os anos de 2022 e 2024;

  • As pedras lapidadas são negociadas em leilões por valores que chegam aos milhões de dólares.

O mercado de diamantes, assim como outros setores da economia, foi impactado pela pandemia do coronavírus. Segundo o relatório da Antwerp World Diamond Center, instituição público/privada que representa o setor, em 2020 a produção de diamantes foi reduzida em 20%. Já as vendas de diamantes brutos despencaram 33% no primeiro ano da pandemia. No varejo, a redução das vendas de joias feitas com as pedras preciosas foi de 15% no mesmo período.

Apesar de números pouco animadores, o relatório aponta também que esse mercado irá se recuperar e chegará a níveis pré-pandêmicos entre os anos de 2022 e 2024. A China será o país a liderar a retomada das vendas, seguido pelos Estados Unidos que deve se recuperar em 2023.

Esse segmento de luxo movimenta altos valores, com as pedras lapidadas sendo vendidas ou leiloadas com preços que chegam aos milhões de dólares.

Veja a seguir cinco diamantes que foram negociados por valores milionários:

  1. Diamante azul

  2. Diamante negro

  3. Diamante branco

  4. Diamante da cruz vermelha

  5. Diamante gigante

Diamante azul

A mineradora internacional de diamantes Petra Diamonds, com sede no Reino Unido, vendeu um único diamante por nada menos do que US$ 40 milhões, valor que equivale a cerca de R$ 205,8 milhões. A pedra é um diamante azul Tipo llb, de 39,34 quilates e foi encontrado na mina de diamantes Cullinan, na África do Sul. Foi vendido em uma parceria com outras duas mineradoras, a De Beers e a Diacore. O valor de US$ 1 milhão por quilate é o mais alto de todos os tempos para uma peça única, o que representou um novo marco no comércio de diamantes.

Diamante negro

O maior diamante negro do mundo, batizado de “The Enigma” foi vendido no leilão organizado pela Sotheby’s de Londres pela bagatela de US$ 4,3 milhões (R$ 22,1 milhões). A pedra tem mais 555 quilates e de acordo com a organizadora do leilão, pode ter origem extraterrestre e chegou a terra como parte de um meteorito que chegou por aqui há 2,6 bilhões de anos.

Diamante branco

Um diamante branco de 228,31 quilates, conhecido como ‘A Pedra’, será leiloado pela casa de leilões Christie’s em maio deste ano, na Suíça, por um preço estimado entre US$ 20 e US$ 30 milhões, o equivalente a R$ 102 e R$ 154 milhões, na cotação atual.

Segundo a Christie’s, o Gemological Institute of America (GIA) classificou a pedra como tendo um alto grau de clareza. Além disso, é o maior diamante branco em forma de pera existente.

Diamante da cruz vermelha

Outro diamante a ser leiloado este mês pela Christie’s é o “Diamante da Cruz Vermelha”. O diamante de cor amarelo canário tem 205 quilates e estima-se que o valor da venda deva chegar a US$ 10,7 milhões, o equivalente a R$ 55 milhões na cotação atual.

A pedra preciosa tem uma longa história envolvendo causas beneficentes, e parte do lucro obtido será destinada ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

Diamante gigante

Esse diamante foi arrematado e pago com criptomoedas em uma casa de leilão da Sotheby’s. Essa qualidade de lapidado é rara na natureza, o que lhe confere muito valor de mercado. Com 101,38 quilates, a joia acabou arrematada por alguém que tirou seus bitcoins do bolso para pagar o equivalente a R$ 64,4 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos