Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.569,49
    +649,24 (+1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

5 tecnologias que devem melhorar a experiência do cliente em 2022

·2 min de leitura

O avanço da vacinação trouxe a retomada dos eventos presenciais. E a tecnologia tem sido usada para revolucionar a produção de shows e celebrações de grande porte. Assim, a organização e o público ganham em segurança, conforto e praticidade.

Com as ferramentas certas, é possível, por exemplo, potencializar a venda de ingressos, otimizar o consumo de comidas e bebidas, e proporcionar um ambiente interativo por meio do autoatendimento. Algumas tecnologias são tendência em 2022. Conheça cinco delas a seguir!

1 – App de vendas online

A conveniência da compra online tem sido uma escolha de muitos consumidores. E a tecnologia é uma grande aliada nesse aspecto. “A equipe organizadora consegue mensurar o impacto da festa, o que ajuda a definir, por exemplo, o número de seguranças necessário e a quantidade certa de comida e bebida”, explica Samuel Ferreira, CEO da Meep, startup especialista em inovação da experiência de consumo.

Além de convenientes para os clientes, os apps fornecem métricas para a organização (Imagem: Reprodução/Envato/twenty20photos)
Além de convenientes para os clientes, os apps fornecem métricas para a organização (Imagem: Reprodução/Envato/twenty20photos)

2 – Totens interativos

Filas longas incomodam. Já eram desagradáveis antes da pandemia, mas com a necessidade de evitar aglomerações elas se tornaram ainda mais irritantes. “Os totens para venda e pagamento de comidas e bebidas são uma ótima opção para acelerar o atendimento ao público”, destaca Ferreira.

3 – Cartões ou pulseiras cashless

O sistema de pagamento sem dinheiro agiliza e traz mais segurança a transações financeiras em shows e grandes eventos. Para usá-lo, o consumidor carrega um cartão ou uma pulseira pelo smartphone e, quando precisar, o aproxima da máquina para concluir a transação.

Segundo Ferreira, esse modelo é seguro tanto para o público quanto para os organizadores. “Todas as transações são criptografadas e armazenadas no sistema de gestão, o que ajuda a evitar fraudes e roubos. Já o cliente pode consumir sem se preocupar com cartão de crédito, débito ou dinheiro.”

4 – Terminais de caixas com máquina de cartão

Outra solução para evitar aglomeração: nesses terminais, é possível comprar fichas, por exemplo, em menos de 30 segundos. “Os vendedores conseguem alcançar um número maior de pessoas, já que é possível levar a máquina de cartão até o cliente”, exemplifica Ferreira.

5 – QR Code

QR Code fortalece a conveniência (Imagem: Reprodução/Unsplash/Vojtech Bruzek)
QR Code fortalece a conveniência (Imagem: Reprodução/Unsplash/Vojtech Bruzek)

O uso do QR Code dá mais autonomia ao consumidor. A partir dele, o cliente tem acesso à lista de bebidas e alimentos, bem como paga pelo item escolhido. Ao fim da compra, recebe um código de comprovação sem precisar baixar nenhum aplicativo. “E esse tipo de facilidade contribui para conquistar a simpatia do público”, garante Ferreira.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos