Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.049,95
    -84,51 (-0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.072,88
    +643,13 (+1,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,37
    +2,74 (+3,28%)
     
  • OURO

    1.734,20
    +32,20 (+1,89%)
     
  • BTC-USD

    20.165,40
    +618,63 (+3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,74
    +12,31 (+2,76%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,29 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.661,25
    +375,50 (+3,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1676
    +0,0937 (+1,85%)
     

5 motivos para NÃO comprar a Fiat Strada Ranch CVT

A Fiat Strada é um sucesso no mercado brasileiro há décadas e sua nova geração se tornou o carro mais vendido do Brasil com sobras. A chegada da variante Ranch, com câmbio automático e mais equipamentos, preencheu uma lacuna importante no portfólio da picapinha, mas alguns pontos merecem atenção.

Por mais vencedor e acertado que o projeto da Strada Ranch seja, o preço cobrado por essa versão obriga que alguns itens estivessem por ali. Isso, é claro, além de algumas coisas que são irremediáveis, mas que não podem ser considerados defeitos do carro.

Com isso em mente, o Canaltech, após sua experiência com a picape compacta, separou cinco motivos para você NÃO comprar a Fiat Strada Ranch CVT. Lembrando que são apenas detalhes que podem te fazer repensar a compra e não necessariamente um problema grave do carro ou defeito.

5. Piloto automático

O câmbio CVT é uma benção e um tremendo acerto para a Fiat Strada Ranch, mas, ter uma transmissão automática sem o piloto automático é uma bola fora da Fiat. Tomara que possa aparecer em versões futuras da picape.

Piloto automático pode ser útil nas estradas e traz economia de combustível (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Piloto automático pode ser útil nas estradas e traz economia de combustível (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

4. Itens de segurança ativa, passiva e conforto

A Fiat Strada é um dos carros mais resistentes do Brasil e forjada para o trabalho, com estrutura bem segura, mas, pelo preço cobrado e a proposta de ser uma versão de passeio, a versão Ranch poderia ter, ao menos, os seis airbags (em vez de somente quatro), além de mais alguns itens de segurança ativa, passiva e conforto.

Sentimos falta, por exemplo, de sensores de estacionamento dianteiros, sensor crepuscular, sensor de chuva, retrovisor eletrocrômico, alerta de ponto cego (primordial em picapes) e da chave presencial.

Cabine da Strada Ranch tem apenas quatro airbags (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Cabine da Strada Ranch tem apenas quatro airbags (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

3. Desempenho

Se a Fiat Strada Ranch CVT dá show no consumo, não empolga no desempenho. Embora não chegue a irritar, os 107cv e 13,7 kgf/m de torque parecem insuficientes algumas vezes. O 0 a 100km/m, em nossos testes, foi de 12,2 segundos. Tomara que venha uma versão 1.0 turbo como no Fiat Pulse.

A picape da Fiat não empolga, mas o motor turbo cairia bem (Imagem: Divulgação/ Stellantis)
A picape da Fiat não empolga, mas o motor turbo cairia bem (Imagem: Divulgação/ Stellantis)

2. Espaço Interno

Muito embora tenha evoluído com relação à geração passada, a Fiat Strada atual não tem um espaço interno dos melhores. Em termos de comparação dentro da própria Fiat, a situação é pior do que no Argo, que é bem mais confortável do que a picape. No meu caso, com 1,85m, se uma pessoa da minha altura for dirigir, será complicado.

Os bancos da Strada são bonitos e confortáveis, mas o espaço é pequeno (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Os bancos da Strada são bonitos e confortáveis, mas o espaço é pequeno (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

1. Preço

Normalmente não falamos de preços aqui no Canaltech porque os carros no Brasil estão todos caros e isso não é uma novidade. A questão, contudo, é que o preço de R$ 130 mil cobrado por ela em São Paulo, exige que alguns dos pontos que citamos acima não estivessem presentes.

São detalhes que fazem a diferença. Mais completa, a Strada Ranch poderia valer os R$ 130 mil que lhe é cobrada.

Por melhor que seja, a Strada está com o preço pouco convidativo (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
Por melhor que seja, a Strada está com o preço pouco convidativo (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: