Mercado abrirá em 8 h 47 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,35 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,43 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,61
    -0,15 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.855,12
    +539,70 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,18
    +14,30 (+2,63%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,07 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.225,84
    +180,07 (+0,90%)
     
  • NIKKEI

    28.008,14
    -241,10 (-0,85%)
     
  • NASDAQ

    13.221,50
    +38,25 (+0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2110
    +0,0016 (+0,03%)
     

5 motivos para NÃO comprar a Chevrolet Spin

Carro de 7 lugares mais barato do Brasil, a Chevrolet Spin é uma minivan adorada por taxistas e por motoristas que trabalham com transporte de passageiros. Nem por isso, no entanto, ela está livre de pontos que podem ser melhorados.

Após passar alguns dias a bordo da Chevrolet Spin, a reportagem do Canaltech separou para você, que está pensando em trocar de carro, 5 motivos para NÃO comprar a minivan da Chevrolet.

5 - Consumo de combustível

A Chevrolet Spin é um carro grande (4.360 mm) e pesado (1.207 kg). Isso, associado ao fato de ter sob o capô um motor 1.8 e um câmbio automático de 6 velocidades, tem como resultado da equação um consumo de combustível que pode pesar na hora de o consumidor optar por um novo modelo para comprar.

Segundo o PBEV (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular) do Inmetro, a minivan faz 7,7 km/l na cidade e 9 km/l na estrada quando abastecida com etanol, mas, nos testes do Canaltech, os números ficaram abaixo das aferições oficiais, com o carro apresentando uma média de 7,3 km/l em perímetro misto. Não é um consumo exageradamente ruim, mas poderia ser melhor.

Consumo de combustível da Chevrolet Spin 2023 poderia ser melhor (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Consumo de combustível da Chevrolet Spin 2023 poderia ser melhor (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

4 - Acabamento

A Chevrolet Spin tem um acabamento bastante simples para um carro que custa mais de R$ 120 mil. Excesso de plástico duro nas portas e nos painéis é praticamente certeza de barulhos incômodos no futuro.

O display do carro também poderia ter sido modernizado, já que dá ao condutor a impressão de que está dirigindo os modelos clássicos (e antigos) da marca, como o imortal Chevrolet Monza, que tanto sucesso fez nas décadas de 1980 e 1990.

Acabamento interno da Spin deixa um pouco a desejar (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Acabamento interno da Spin deixa um pouco a desejar (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

3 - Itens de segurança

Se a Spin conta com uma boa central multimídia e assistência do OnStar, também poderia ter um pacote mais caprichado no que diz respeito aos itens de segurança. Afinal, um carro de 7 lugares foi projetado pensando em famílias grandes, com crianças.

A Spin, porém, tem como itens de segurança apenas airbag duplo, luzes indicadoras de direção laterais, farol de neblina, travas de segurança nas portas traseiras e isofix. Faltam alguns itens primordiais, como alerta de ponto cego e assistente de permanência em faixa, por exemplo.

Caption
Caption

2 - Desempenho

O motor 1.8 da Chevrolet é valente, e isso não se pode negar. Seus 106 cavalos de potência (111 no etanol) e o torque de 16,8 kgfm (17,7 no etanol) até dão conta de empurrar a pesada minivan nas ruas e rodovias, mas a sensação é que ainda falta aquele “algo mais” para que as respostas sejam menos demoradas e, consequentemente, o desempenho seja melhor.

Como a minivan tem proporções generosas (4,36 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,68 m de altura e 2,62 m de comprimento), e pesa 1.207 quilos, o motor 1.8, às vezes, tem que “gritar” muito para dar ao condutor a resposta esperada que, às vezes, não vem do jeito que o motorista gostaria.

1 - Porta-malas

Ser um carro grande e espaçoso para até 7 ocupantes tem suas vantagens, mas também seu lado negativo. E, por isso, o último dos 5 motivos para NÃO comprar a Chevrolet Spin vai para o espaço reservado ao porta-malas da minivan.

Se a Spin estiver com a lotação máxima, ou seja, com 7 ocupantes sentados nos bancos, o espaço que sobrará para o porta-malas será ínfimo, e incompatível, por exemplo, para quem estiver pensando em pegar a família e cair na estrada para passar um fim de semana longe de casa.

Porta-malas da Spin fica com pouco espaço disponível sem bancos rebatidos (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Porta-malas da Spin fica com pouco espaço disponível sem bancos rebatidos (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos