Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,75
    -0,40 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.666,00
    -4,00 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    19.465,62
    +349,24 (+1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    447,10
    +18,32 (+4,27%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.534,25
    -21,50 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2269
    -0,0057 (-0,11%)
     

5G: Sobe para 82 número de celulares compatíveis; veja se o seu está na lista

Lista completa está no site da Anatel (Getty Images)
Lista completa está no site da Anatel

(Getty Images)

  • Brasil tem 82 celulares compatíveis com o 5G;

  • Desses, 22 ainda não operam com 5G puro, chamado standalone;

  • Samsung é a que mais tem smartphones que suportam a tecnologia.

Subiu para 82 o número de celulares compatíveis com a rede 5G, prevista para chegar a todas as cidades brasileiras até setembro deste ano. Quando a tecnologia estreou no país, somente 67 modelos de smartphone a suportavam.

Os recém incluídos pertencem à Motorola, Xiaomi e Asustek. Ainda assim, a Samsung segue como a marca com mais aparelhos homologados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), com 28 no total. Em seguida, aparece a Motorola (17), Xiaomi (13) e Apple (9). Outras empresas, como Asustek (6), Realme (5), HMD Global Ou (1), Lenovo (1), Positivo (1) e TCL (1), também oferecem smartphones compatíveis. A lista completa, com modelo, nome comercial e fabricante de cada celular pode ser encontrada no site da Anatel.

Vale destacar que 22 aparelhos ainda não operam com o 5G puro, chamado standalone, que oferece maior velocidade e menor tempo de latência (espera). É o caso, por exemplo, do Lenovo Legion Phone Duel, do Motorola Moto G50 e Samsung Galaxy Z Fold2.

Apple tornará iPhones compatíveis com 5G

A Apple confirmou que atualizará os sistemas dos iPhones 12, 13 e SE (terceira geração) para que se tornem compatíveis com o 5G puro a partir de setembro deste ano. O anúncio foi feito depois que o ministro das Comunicações, Fabio Faria, liderou uma comitiva do governo até os Estados Unidos no começo de agosto, com o intuito de pedir pessoalmente à gigante de tecnologia que fizesse essa alteração nos aparelhos brasileiros.

O acordo entre Faria e a Apple resolveu o impasse que surgiu com a chegada do 5G no Brasil, já que, inicialmente, os aparelhos da marca não suportavam a versão standalone, apenas as frequências mais lentas, como DSS e NSA.

No caso do Android, que tem mais de 90% do mercado brasileiro, o Google deixa a critério de cada fabricante a ativação do 5G nos aparelhos.

Entre janeiro e maio deste ano, a venda de smartphones com tecnologia 5G cresceu 230% no Brasil, em comparação ao mesmo período de 2021. Foi mais de 1,8 milhão de celulares comprados, fatia que representa 12,5% do total de aparelhos comercializados.

Segundo o levantamento realizado pela consultoria GfK, um dos principais motivos para o salto foi a maior acessibilidade nos preços. Até maio de 2021, um smartphone que suporta o 5G custava, em média, R$ 5.350. Neste ano, caiu para R$ 3.738.