Mercado abrirá em 3 h 14 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,80
    -3,29 (-3,57%)
     
  • OURO

    1.796,20
    -19,30 (-1,06%)
     
  • BTC-USD

    24.054,65
    -666,10 (-2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    571,01
    -0,27 (-0,05%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.508,60
    +7,71 (+0,10%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.500,25
    -77,50 (-0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1906
    -0,0129 (-0,25%)
     

5G: Ministro vai pedir à Apple atualização do iPhone exclusiva para o Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Segundo as previsões do ministro, iPhones estarão aptos para o 5G até setembro
Segundo as previsões do ministro, iPhones estarão aptos para o 5G até setembro

(Getty Images)

  • Ministro Fabio Faria viaja, nesta terça-feira (2), aos EUA para visitar a Apple;

  • Objetivo é pedir que empresa faça atualização no iPhone 13 exclusiva para o Brasil;

  • Upgrade é necessário para que celulares suportem a rede 5G.

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, vai cobrar da Apple uma atualização no iPhone 13 exclusiva para o Brasil de forma que os celulares passem a suportar a conexão 5G. Ele viaja para os Estados Unidos, nesta terça-feira (2), em uma comitiva do governo brasileiro.

Para que sejam compatíveis com a rede ‘5G pura’ – chamada de standalone – o sistema iOS precisa de um upgrade. A versão oferece maior velocidade e menor tempo de resposta na conexão (latência).

“Os aparelhos iPhone precisam baixar uma atualização da própria Apple. Eu e o presidente [da Anatel, Carlos] Baigorri vamos, na terça-feira, na própria Apple, lá em Palo Alto [na Califórnia, EUA], pedir para que eles agilizem essa atualização e já possamos ter o 5G standalone (SA) funcionando”, afirmou Faria.

De acordo com as previsões do ministro, os aparelhos estarão aptos para o 5G até setembro, mês em que todas as capitais do país deverão estar cobertas com a versão mais avançada da quinta geração de internet. Nesta quinta-feira (4), São Paulo (SP) deve ser a quinta cidade a receber a tecnologia.

Ainda assim, o iPhone representa menos de 10% dos 242 milhões de celulares no Brasil, sendo o Android, do Google, responsável por mais de 90% do mercado. No caso desses aparelhos, cabe a cada fabricante trabalhar na ativação do 5G. Com informações da Exame.

Celulares compatíveis

Subiu para 71 o número de celulares que suportam a rede 5G, quatro a mais do que na data de estreia da tecnologia no Brasil, em 6 de julho. Dos novos modelos, três pertencem à Samsung e um à Xiaomi.

Os smartphones compatíveis com o 5G são homologados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e constam em uma lista que informa o modelo, nome comercial e fabricante de cada um. Clique aqui para conferir a relação completa e veja abaixo os integrantes mais recentes:

  • Samsung A336M/DSN

  • Samsung F936B/DS

  • Samsung F721B

  • Xiaomi 22041219NY

Até o momento, a marca com mais celulares homologados é a Samsung, totalizando 28. Em segundo, aparece a Motorola (14), seguida pela Apple (9) e Xiaomi (9). Outras empresas, como Asustek, Realme, HMD Global Oy, Lenovo, Positivo e TCL, também oferecem modelos compatíveis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos