Mercado fechará em 5 h 24 min

5G: cidades com a tecnologia têm cobertura melhor que a esperada

São Paulo exemplifica bem o avanço: capital deveria receber cerca de 370 antenas, mas já conta com 1,5 mil (Getty Images)
São Paulo exemplifica bem o avanço: capital deveria receber cerca de 370 antenas, mas já conta com 1,5 mil

(Getty Images)

  • Cobertura do 5G nas capitais é melhor do que a esperada;

  • Cinco cidades contam com a rede: São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e João Pessoa;

  • Em todas, há mais antenas do que o exigido pelas regras da Anatel.

O sinal da rede 5G já foi ativado em cinco capitais brasileiras e, em todas, a cobertura é melhor do que a esperada pelas autoridades. O motivo é a instalação de mais antenas do que o exigido pelas regras da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

A informação foi compartilhada por Fabio Faria, ministro das Comunicações, durante o seminário 5G.BR, organizado pela pasta. "As operadoras estão indo muito além [na instalação de antenas] do que foi obrigatório no leilão das frequências", ressaltou, em entrevista coletiva à imprensa.

A cidade que mais exemplifica o avanço é São Paulo. Até o fim do ano, a capital deveria receber cerca de 370 antenas, mas já conta com 1,5 mil pontos instalados ou em fase de instalação. “Para cobrir São Paulo inteira serão necessárias 3,2 mil antenas. Então, só neste ano teremos metade de São Paulo conectada", disse Faria.

Brasília também vai bem, com 333 antenas contra a estimativa de 93. Em Belo Horizonte, são mais de 158 pontos, ao passo que o mínimo previsto era 78. Em Porto Alegre, são 111 ante 45. Em João Pessoa, 51 ante 27.

"A difusão do 5G no Brasil, através do esforço dos operadores, tem sido acima da expectativa", disse o presidente da Claro Brasil, José Félix, durante o evento. "Isso faz crer que vai se atingir todas as metas antes de 2029 se seguir nesse ritmo, que eu espero que aconteça", completou, referindo-se ao cronograma da Anatel para ativação das antenas, conforme divulgado pela Exame.

Atraso no 5G

Fabio Faria ainda destacou, no seminário 5G.BR, que a tecnologia chegaria em 25 das 27 capitais até o final de agosto. Entretanto, um dia depois da previsão otimista, a Anatel informou que a ativação da rede vai atrasar em 15 regiões.

A prorrogação em 60 dias é a segunda feita pela agência. Anteriormente, o sinal estava previsto para ser disponibilizado até 31 de julho. Depois, passou para 29 de setembro e agora as cidades terão que esperar até 27 de novembro para desfrutar da tecnologia.

Já outras quatro capitais – Rio de Janeiro, Vitória, Florianópolis e Palmas – terão o 5G ativado até, no máximo, 29 de setembro. O calendário da próxima terça-feira (16) também foi mantido, contemplando Curitiba, Goiânia e Salvador.

Veja aqui se sua cidade está na lista das que poderão esperar até 27 de novembro.