Mercado fechará em 1 h
  • BOVESPA

    117.288,66
    +824,59 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.149,97
    -903,59 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,14
    +0,53 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.843,80
    -7,10 (-0,38%)
     
  • BTC-USD

    30.502,58
    -1.517,15 (-4,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    612,86
    -27,06 (-4,23%)
     
  • S&P500

    3.797,52
    -52,10 (-1,35%)
     
  • DOW JONES

    30.633,89
    -303,15 (-0,98%)
     
  • FTSE

    6.567,37
    -86,64 (-1,30%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,01 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.310,00
    -175,50 (-1,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5176
    +0,0068 (+0,10%)
     

As 5 eliminações recentes mais vexatórias do São Paulo

Nathalia Almeida
·3 minuto de leitura

Exemplo de sucesso esportivo e administrativo durante a primeira década dos anos 2000, o gigante São Paulo vive um período obscuro em sua gloriosa história. Sem conquistar títulos desde 2012, o Tricolor Paulista vem empilhando campanhas frustradas e quedas precoces nas mais variadas competições - regionais, nacionais e continentais -, passando longe de ser aquele clube 'de chegada' e copeiro que impunha medo em todo e qualquer rival há alguns anos atrás. A seguir, relembramos cinco das eliminações recentes mais vexatórias do clube do Morumbi:


1. Mirassol (2020)


O jogo que inspirou essa lista aconteceu na noite da última quarta-feira (29), quando o São Paulo, franco favorito a avançar às semifinais do Paulistão 2020, foi derrotado em casa pelo modesto Mirassol. O clube de Araraquara foi um dos mais prejudicados pela pausa de quatro meses no calendário, perdendo nada menos que 18 jogadores de seu elenco, sendo oito titulares. Remodelado às pressas para o seguimento do Estadual, o Mira foi valente e venceu por 3 a 2, tendo em Zé Roberto seu grande herói: mesmo com apenas um treino junto ao time, anotou dois gols no duelo.


2. Talleres (2019)


Sao Paulo v Talleres - Copa CONMEBOL Libertadores 2019
Sao Paulo v Talleres - Copa CONMEBOL Libertadores 2019

No início da temporada 2019, a Libertadores despontava com um dos grandes objetivos esportivos do São Paulo. Mas o enredo dos sonhos transformou-se em pesadelo rapidamente, com o Tricolor Paulista caindo ainda na chamada fase prévia. A eliminação foi para o modesto Talleres (ARG), time que vivia a segunda participação de sua história em Copa Libertadores, sem que o clube brasileiro conseguisse sequer vazar a defesa rival: 2 a 0 na Argentina e empate sem gols no Morumbi.


3. Audax (2016)


Fernando Diniz, atual treinador do São Paulo, foi o grande algoz do clube do Morumbi no Paulistão de 2016. À época, o ex-jogador dava os primeiros passos de sua carreira como técnico à frente do pequeno Audax. Aos olhos de muitos, chegar ao mata-mata era o 'limite' para o time de Osasco, mas não foi bem assim: jogando um futebol propositivo e ofensivo, o Audax colocou o São Paulo na roda, goleou por 4 a 1 e avançou às semifinais. O Audax viria a ser o vice-campeão estadual naquele ano.


4. Bragantino (2014)


O São Paulo tem uma história pouco prolífica quando o assunto é Copa do Brasil, afinal, trata-se do título nacional que o clube do Morumbi ainda não tem. Nos últimos anos, as eliminações precoces neste torneio têm se acumulado, com a mais emblemática delas datando de 2014: após vencer o Bragantino fora de casa por 2 a 1, a equipe da capital esteve irreconhecível no Morumbi, perdendo o jogo por 3 a 1 no tempo normal e se despedindo da competição ainda na terceira fase.


5. Defensa y Justicia (2017)


FBL-SUDAMERICANA-SAOPAULO-DEFENSA
FBL-SUDAMERICANA-SAOPAULO-DEFENSA

Fechamos essa lista com a queda tricolor na Copa Sul-Americana de 2017, mais especificamente na primeira fase da competição. Com duas exibições muito abaixo da média - empate sem gols fora e igualdade em 1 a 1 no Morumbi -, o São Paulo caiu para o modesto Defensa y Justicia, da Argentina, equipe que vivia uma de suas primeiras experiências em torneios continentais.