Mercado fechará em 1 h 58 min

5 carreiras para quem deseja ser um nômade digital

Como consequência do período de isolamento durante a pandemia de covid-19, a adoção do home office segue ganhando mais espaço no mercado digital e incentivando o nomadismo digital. O estilo de trabalho permite que profissionais viajem pelo mundo sem abdicar da carreira – visto que suas atividades podem ser feitas remotamente através da tecnologia.

Cerca de 23 países já adotaram vistos específicos para os nômades digitais, dentre eles estão Islândia, Tailândia, Emirados Árabes, Costa Rica, Grécia, Argentina e o próprio Brasil. Uma projeção do site Nomad List, diz que o modelo é adotado por cerca de 35 milhões de pessoas em todo o mundo e deve alcançar até 1 bilhão em 2035.

Para Alexandre Tibechrani, General Manager Americas da Ironhack, é difícil dizer que seja uma onda passageira: "Enquanto o trabalhador consegue adotar um estilo de vida muito mais flexível, a empresa passa a contar com um funcionário muito mais engajado, de capacitação multidisciplinar e organizado”.

Grande parte dos profissionais que adotam a prática são de tecnologia. Isabella Paiva, Program Manager na Ironhack, é um exemplo. Na área há três anos, ela conta que já passou temporadas em algumas cidades do Brasil e recentemente passou três meses viajando pela Europa.

Confira cinco carreiras que estão em alta para quem deseja adotar o modelo de vida, a seguir:

5 carreiras para quem deseja ser um nômade digital

Os nômades digitais utilizam dispositivos eletrônicos para trabalhar de qualquer lugar do mundo, desde que estejam conectados à internet (Imagem: Reprodução/Pexels/Eli Sommer)
Os nômades digitais utilizam dispositivos eletrônicos para trabalhar de qualquer lugar do mundo, desde que estejam conectados à internet (Imagem: Reprodução/Pexels/Eli Sommer)

UX/UI Design

O Design de Interface (UI Design) é o profissional responsável pelo desenvolvimento da interface de um site ou aplicativo, enquanto o Design de Experiência (UX Design) é uma área mais abrangente que observa esse e outros aspectos, visando sempre melhorar a experiência do usuário com produtos ou serviços. O segmento é um dos mais valorizados na área tecnológica. A Gama Academy está oferecendo cursos gratuitos até o fim de setembro para a Carreira em Design e Aprofundando em conceitos de UX.

Desenvolvedor

Um dos profissionais mais procurados na área tecnológica, tornou-se uma peça chave para a transformação digital de empresas. O desenvolvedor é especialista na linguagem de programação que escreve e cria softwares, seja para websites, programas de computadores, sistemas operacionais, aplicativos de celular, etc. Confira o perfil da carreira de Desenvolvedor no Brasil que o Canaltech preparou, neste link.

Analista de dados

A análise de dados refere-se ao processo de examinar conjuntos de dados em busca de informações relevantes, seja padrões, oportunidades e mesmo brechas estratégias, que podem ser exploradas pela empresa. Através de softwares e hardwares, é possível minerar, organizar e estruturar esses dados de variadas fontes. A Escola Kóru e a Soul Academy estão disponibilizando cursos na área de dados com até 100% de desconto.

Editor de vídeos

O editor de vídeo é responsável pela edição, montagem e finalização de conteúdos para comerciais, vídeo-aulas, programas corporativos, entre outros formatos. Com o trabalho 100% remoto, são geralmente contratados por produtoras, agências de conteúdo audiovisual, empresas de comunicação e publicidade, para edição de vídeos de divulgação da empresa ou de seus clientes.

Produtor de conteúdo

Com a ascensão das empresas nas plataformas sociais, a geração de conteúdo se tornou fundamental para uma presença digital relevante. O produtor de conteúdo é responsável por escrever e-books, artigos para blogs, textos institucionais ou postas para as redes sociais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: