Mercado abrirá em 2 h 42 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,45
    +0,44 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.795,00
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    16.834,29
    +29,01 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,35
    -6,68 (-1,66%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.481,03
    -8,16 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.529,00
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

40% da geração Z troca pesquisa no Google por TikTok e Instagram

Google declarou que planeja fazer mudanças para conquistar o público mais jovem (Getty Image)
Google declarou que planeja fazer mudanças para conquistar o público mais jovem (Getty Image)
  • Google divulgou informações sobre relatório de comportamento digital

  • Pesquisa mostrou que usuários mais jovens preferem pesquisas mais imersivas

  • Gigante da tecnologia quer atualizar mecanismo de busca para atrair a Geração Z

Quando você procura um lugar para comer, qual é a principal plataforma utilizada para pesquisa? De acordo com novo relatório do Google, 40% da Geração Z prefere fazer pesquisas no TikTok e no Instagram ao invés de usar ferramentas de busca convencionais.

O vice-presidente sênior da empresa, Prabhakar Raghavan, compartilhou a descoberta durante a conferência Brainstorm Tech. De acordo com o executivo, a geração mais jovem não tem o hábito de utilizar palavras-chave para fazer buscas específicas, mas procuram descobrir conteúdos de maneiras mais imersivas.

Raghavan ainda explicou que esse público geralmente se interessa por “formas visualmente ricas” de busca na internet. Dessa forma, ferramentas como o Google Maps precisam ser ainda mais atualizadas para atender ao público que tende a crescer nos próximos anos. "Temos que evocar expectativas completamente novas e isso requer bases tecnológicas totalmente novas”.

O Google confirmou ao site TechCrunch que os comentários do líder da empresa foram baseados em pesquisas internas conduzidas através de usuários dos Estados Unidos, com idades entre 18 e 24 anos. No entanto, o relatório completo desenvolvido ainda não tem data para ser divulgado pela gigante da tecnologia.

A companhia declarou que planeja fazer mudanças para conquistar o público mais jovem. Atualmente, a empresa mistura imagens e texto. Em um futuro não muito distante, a ideia é que os usuários possam segurar o telefone, ou um óculos de realidade aumentada, para realizar uma pesquisa com base no que veem, de acordo com a Época Negócios.