Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.762,24
    +972,39 (+1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

4 profissões em risco por causa do coronavírus

·1 minuto de leitura

Dados divulgados pela Organização Internacional do Trabalho na última semana apontam que mais de 24 milhões de trabalhadores podem perder seus empregos por causa do coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

De acordo com o órgão, esse cenário poderia ser pior do que o da crise global de 2008. Confira na lista abaixo as posições que correm risco por causa do surto:

1. Vendedores

Um dos principais setores a enfrentar perdas por causa do coronavírus será o de consumo. Com a redução de salários e o isolamento, muita gente vai reduzir o consumo, resultando em demissões no setor.

Leia também

2. Trabalhadores informais

Profissionais que trabalham de maneira informal também devem sofrer as consequências do coronavírus e a crise causada por ele. Esse segmento também deve sofrer perdas.

3. Profissionais do setor automobilístico

O setor já enfrenta perdas com a paralisação das montadoras. A expectativa é de que a crise atinja mais de 13 milhões de empregos diretos e indiretos somente na Europa.

4. Profissionais do setor aéreo

Outra área que deve enfrentar problemas depois da pandemia é o setor aéreo. Com a redução e paralisação de voos em todo o mundo, boa parte das equipes estão sendo reduzidas.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos