Mercado abrirá em 9 h 53 min

4 melhores linguagens de programação para começar a desenvolver jogos

O desenvolvimento de games é uma das áreas de atuação mais cobiçadas por desenvolvedores, e não é para menos, já que a área está em franca expansão e constante mudança. Para programar jogos, porém, é necessário ter noção do que se quer aprender, e fatores como usabilidade, disponibilidade e escopo de atividade devem ser levados em consideração.

No desenvolvimento de jogos, novas linguagens de programação surgem a cada poucos anos, e algumas delas são relativamente complexas para iniciantes. Alguns sistemas, porém, são mais simples do que outros para quem está começando e podem se mostrar como um ótimo ponto de partida para quem quer fazer games.

Quatro linguagens de programação para quem quer desenvolver jogos

1- Java: por se tratar de uma linguagem general-purpose (que pode ser usada para os mais diversos fins), ele pode ser usada para o desenvolvimento de jogos. Na era pré-smartphones, inclusive, uma parte considerável dos jogos para celular eram construídos em Java. Hoje, as implementações da Java Virtual Machine (JVM) permite o uso da linguagem para jogos, embora tenha sido projetada para aplicativos do lado do servdor.

2- Python: embora também seja de uso geral, Python está entre uma das melhores linguagens para o desenvolvimento de jogos. Por ser versátil e simples, os programadores de games têm usado bastante o sistema para seus projetos. Python conta, inclusive, com diversas bibliotecas focadas em videogames, como é o caso do PyGame, que tem uma série de recursos que podem facilitar a codificação para esse fim.

3- Lua: menos conhecida do que as demais, Lua é uma das linguagens com códigos mais amigáveis para iniciantes, incluindo o desenvolvimento de videogames. Alguns clássicos, como Angry Birds, foram construídos em Lua. A linguagem, inclusive, tem suporte para uma série de mecanismos de jogos, como Unreal Engine 4, Godot, CryEngine, Corona SDK e Gideros Mobile.

4- C#: para quem está começando ou quer migrar para o mundo dos games, aprender C# pode ser um ótimo ponto de partida. Trata-se de uma linguagem poderosa e que funciona com várias bibliotecas, que permitem a criação de jogos desde os mais simples, até os mais sofisticados. A linguagem é bem suportada por vários mecanismos de jogos populares, incluindo Unity e Unreal Engine 4.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: