Mercado fechado

4 empresas que superaram grandes crises de imagem

Mariana Naviskas
·2 minutos de leitura

Errar é humano. Mas no mercado empresarial, não é bem assim que as coisas funcionam. Dependendo do impacto, um mísero erro pode levar uma empresa à falência - ou, ao menos, causar um grande estrago em sua reputação.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Conheça 4 empresas que souberam agir e reverteram grandes crises de imagem:

1. Samsung

Em 2016, o Galaxy Note 7 quase destruiu a reputação da gigante de tecnologia: o aparelho esquentava e chegou a pegar fogo. A marca fez o recall de 2,5 milhões de equipamentos, mas não adiantou e os substitutos apresentavam o mesmo problema.

A Samsung então tomou uma decisão ousada e interrompeu definitivamente a produção do novo modelo, que era o grande projeto do ano. Funcionou: apesar de quedas na bolsa na época, hoje a empresa já é novamente a maior vendedora de celulares do mundo.

Veja também

2. Tylenol

Um case antigo que mostra que a sinceridade sempre ajuda é a do medicamento Tylenol. Em 1982, a farmacêutica sofreu um golpe e teve embalagens adulteradas por um criminoso, o que matou sete pessoas..

Na época, o faturamento caiu, mas ser sincero deu resultado: um ano após o caso a marca já havia se recuperado e era dona de 90% de seu mercado.

3. Coca-Cola

Uma denúncia sobre um rato encontrado em uma garrafa de refrigerante movimentou a internet em 2012.

Em um vídeo, o consumidor fala sobre sua dificuldade motora supostamente causada pela bebida contaminada - que, segundo o TJ-SP, nunca existiu.

A maior empresa de refrigerantes do mundo logo se defendeu com campanha na internet, jornais e até na TV, que apresentava a rígida segurança na produção da marca, e em pouco tempo o caso perdeu relevância.

4. Ruffles

A quantidade de ar presente nos sacos de batata da marca foi motivo de chacota nas redes sociais.

O jeito foi lançar uma campanha sobre a importância do ar no caminho da batata até o consumidor, que fez muito sucesso e manteve a posição da marca.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube