Mercado abrirá em 3 h 25 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,62
    -3,47 (-3,77%)
     
  • OURO

    1.797,60
    -17,90 (-0,99%)
     
  • BTC-USD

    24.036,15
    -689,67 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    570,85
    -0,43 (-0,08%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.507,56
    +6,67 (+0,09%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.510,50
    -67,25 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1906
    -0,0129 (-0,25%)
     

4 dicas que ajudam motoristas e entregadores por aplicativos a aumentar ganhos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Com aumento do número de desempregados no país devido a fatores como a pandemia de Covid-19, as plataformas de transporte e entregas por aplicativos viram um crescimento dos cadastros de interessados nesse segmento de trabalho informal. Diante do atual cenário de instabilidade econômica é importante que essa classe de trabalhadores aprenda a se organizar financeiramente, de modo a ganhar mais, gastar menos e garantir que sobre dinheiro no fim do mês.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Locomotiva, no país, cerca de 20% da população adulta utiliza aplicativos de transportes ou de delivery para trabalhar. Isso quer dizer que mais de 32,4 milhões de pessoas utilizam a tecnologia desenvolvida por plataformas como Uber e Ifood para levar o sustento para a casa.

O Brasil assim como todo o mundo tem passado por um momento de alta inflação que se reflete em aumentos de preços dos produtos que compramos no nosso dia a dia. Por isso é importante para a população, especialmente trabalhadores autônomos, aprender maneiras de organizar as finanças.

Pensando nisso, com a intenção de ajudar motoristas e entregadores de aplicativos, Luiz Neves, CEO do StopClub, plataforma 100% gratuita cujo objetivo é melhorar as condições de trabalho dessa classe, listou quatro dicas para auxiliar os trabalhadores autônomos da categoria na organização das finanças. Confira abaixo:

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), existe cerca de 1,1 milhão de motoristas de aplicativo no Brasil. (Imagem:Reprodução/Pixabay-freestocks-photos)
Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), existe cerca de 1,1 milhão de motoristas de aplicativo no Brasil. (Imagem:Reprodução/Pixabay-freestocks-photos)

Conheça seus custos e calcule seus ganhos

Qualquer pessoa precisa ter em mente que para organização das suas finanças, é importante entender como funciona o seu fluxo de caixa e como esses recursos devem ser administrados.

O trabalhador de transporte ou de entrega por aplicativo deve se organizar para entender o quanto recebe e o quanto gasta em média no seu dia a dia. Essa pessoa precisa gerenciar seus ganhos e custos para avaliar se de fato estar valendo a pena trabalhar como motorista/entregador profissional.

Saber quanto ganha e quanto gasta para trabalhar, traz uma melhor visão da estrutura da renda obtida que o trabalhador tem com a função. A dica de Luiz Neves é realizar uma análise semanal da renda, pois esse período facilita o acompanhamento de metas.

Anote despesas e lucros

Para essa classe de trabalhador, é importante diminuir ao máximo o custo de trabalho. Talvez o aumento dos combustíveis seja o maior inimigo desses trabalhadores e os gastos com o produto tem o maior impacto nos custos e especialmente nos ganhos.

Para ter resultados positivos na profissão de motorista ou de entregador por aplicativo, o trabalhador deve ficar atento aos custos operacionais (Imagem:Reprodução/Envato-DragonImages)
Para ter resultados positivos na profissão de motorista ou de entregador por aplicativo, o trabalhador deve ficar atento aos custos operacionais (Imagem:Reprodução/Envato-DragonImages)

Nesse sentido para facilitar o controle de gastos e entender qual o seu lucro real no final de cada dia, é importante que todas as despesas e lucros sejam registradas. Seguindo essa dica de organização, é possível entender qual a margem de lucro de cada dia de trabalho, e assim, poder se planejar para utilizar seus recursos da melhor maneira possível.

O motorista/entregador deve anotar todos os gastos da sua rotina de trabalho, combustível, manutenção do veículo, alimentação, pedágios, entre outros. Sem acompanhamento de despesas e ganhos é impossível ter um bom controle.

Tenha uma reserva de emergência

Essa classe de trabalhador, exerce suas funções na rua, no meio do trânsito, por isso devem estar preparados para quaisquer tipos de acontecimentos. Não só envolvendo possíveis acidentes, mas em relação aos ganhos também, uma semana pode ser ótima, já a outra nem tanto. Outro evento indesejado que pode acontecer é o veículo apresentar um problema e infelizmente a pessoa ter que ficar dias sem poder trabalhar.

Por esse motivo, é indispensável que o trabalhador tenha uma reserva de emergência, para não ser pego de surpresa em caso de acidentes, multas, entre outros, e nesses casos, poder se manter quando for obrigado a ficar sem trabalhar. Muitos motoristas se organizam em grupos fazendo contribuições periódicas para que os participantes tenham de maneira mais rápida um montante maior à disposição de quem tiver um problema.

A reserva de emergência é uma segurança para o motorista ou entregador por aplicativo. Objetivo é suprir possíveis imprevistos, é recomendada por diversos especialistas em finanças (Imagem:Reprodução/Envato-ivankmit)
A reserva de emergência é uma segurança para o motorista ou entregador por aplicativo. Objetivo é suprir possíveis imprevistos, é recomendada por diversos especialistas em finanças (Imagem:Reprodução/Envato-ivankmit)

Busque ter uma boa educação financeira

A educação financeira é parte essencial para qualquer pessoa, especialmente para os motoristas/entregadores compreenderem a melhor maneira de controlar o dinheiro. Mais conhecimento nessa área, ajudará os trabalhadores a terem mais controle e responsabilidade, de modo a obter cada vez mais lucro no trabalho.

A organização financeira, dará ao trabalhador hábitos financeiros saudáveis que auxiliará a ter mais disciplina e melhores decisões quando necessário.

Por meio dessas dicas é possível organizar as finanças, manter os gastos sobre o controle e, então, obter melhores resultados trabalhando em plataformas de aplicativos. A ideia principal é se organizar financeiramente e criar bons hábitos, de modo a garantir uma visão mais abrangente dos recursos e o que pode ser feito para minimizar os custos e aumentar os ganhos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos