Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.740,55
    +1.114,16 (+3,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

380 mil arquivos maliciosos eram detectados por dia em 2021, afirma Kaspersky

·2 min de leitura

Com o começo de 2022, chegou a hora de olhar para 2021 e avaliar o impacto do crime virtual no ano. E, segundo dados da Kaspersky, durante os últimos 12 meses, foram detectadas diariamente 380 mil novos arquivos maliciosos, um crescimento de 20 mil novas descobertas diárias (ou 5,7%) em comparação ao ano anterior. Esse aumento é um reflexo ao contínuo avanço no número de dispositivos em todo o mundo, de acordo com o Boletim de Segurança da Kaspersky: Estatísticas do Ano.

Tradicionalmente, a maioria das ameaças (91%) são WindowsPE — um formato de arquivo específico para sistemas operacionais Windows, da Microsoft. Porém, o cenário mudou em 2021, com cibercriminosos começando a espalhar mais ameaças para o Linux, resultando em um crescimento de 57% no número de malware e softwares indesejados para esse sistema operacional.

<em>2021 trouxe grande variedade de ameaças digitais. (Imagem: Divulgação/Elchinator/Pixabay)</em>
2021 trouxe grande variedade de ameaças digitais. (Imagem: Divulgação/Elchinator/Pixabay)

Outro destaque é que mais da metade (54%) das ameaças detectadas pela Kaspersky eram cavalos de troia genéricos. Apesar de muitos tipos de malware terem apresentado declínio de volume em 2021, em comparação ao ano anterior, os trojans droppers (nome dado para ameaças que tem como objetivo infectar máquinas com vírus) cresceram 2,24% no mesmo período.

Ainda no levatemento, foi possível ver que os worms apresentaram que apresentou um aumento notável de detecção(117,5%). Essas ameaças são programas que podem se autorreplicar e se propagar de forma independente visto que violam o sistema.

“Nos últimos dois anos nossas vidas ficaram ainda mais digitais do que antes e isto ampliou as possibilidades de ataques / golpes online. Sabemos que esta realidade não mudará, pelo contrário, estaremos cada vez mais conectados. Por isso é crítico que empresas e pessoas saibam sobre as novas tendências do crime online para saberem se proteger com eficiência contras quaisquer ameaças que surjam”, afirma Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

Como se proteger

Independente do tipo de ameaça, a Kaspersky recomenda, para proteção e prevenção, os seguintes passos:

Façam download e instalem aplicativos apenas de fontes oficiais;

  • Não cliquem em links enviados por fontes desconhecidas ou suspeitas;

  • Usem senhas fortes e únicas, incluindo uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas, números e pontuação, e ative a autenticação de dois fatores;

  • Sempre instalem as atualizações. Algumas delas podem conter correções de falhas críticas;

  • Jamais aceitem pedidos para desabilitar sistemas ou programas de segurança;

  • Para empresas, é importante manter todos os softwares atualizados para prevenir invasões na rede que exploram vulnerabilidades nos programas;

  • Por fim, ainda para empresas, é importante o uso de senhas fortes para os serviços corporativos, junto da autenticação de multiplos fatores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos