Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    -0,02 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.744,30
    -5,50 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    44.705,56
    +1.101,57 (+2,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,18
    +10,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.310,00
    +6,50 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2262
    +0,0174 (+0,28%)
     

35% dos bitcoins já minerados podem estar perdidos para sempre

·2 minuto de leitura
Monte de Bitcoin observado por um touro ao fundo alta do preço cotação
Monte de Bitcoin observado por um touro ao fundo alta do preço cotação

O preço do Bitcoin voltou a se aproximar dos US$ 50 mil e uma métrica importante para mostrar uma alta nos preços acabou se mostrando, sendo a de moedas perdidas na rede.

Vale notar que o mês de julho já mostrou uma boa recuperação nos preços do Bitcoin no mercado, após alguns meses de queda expressiva. Mas no mês de agosto, em seus primeiros 21 dias, 17 fecharam com a cotação acima de US$ 40 mil.

Isso mostra que o mercado de touros voltou, com a alta voltando a ser percebida por traders que vão mostrando otimismo em suas compras.

Preço do Bitcoin se aproxima de US$ 50 mil

Apontado como uma reserva de valor importante para grandes investidores, o Bitcoin tem um movimento interessante neste sentido. Com a alta nas taxas de juros pelo mundo, ainda há o receio de que quedas podem acontecer neste mercado, mas no curto prazo, o mercado reflete um otimismo após alguns meses de quedas.

Neste sábado (21), por exemplo, a cotação do Bitcoin se aproximou de US$ 50 mil em várias corretoras, alcançando no máximo US$ 49.700,00 em várias plataformas.

No Brasil, com a alta do dólar na semana (US$ 1,00 = R$ 5,38), a terceira seguida da moeda norte-americana no país, o preço do Bitcoin acabou se aproximando de R$ 270 mil neste final de semana.

Essa cotação mostra que o Bitcoin valorizou R$ 100 mil no Brasil nos últimos 30 dias, visto que cada moeda estava em R$ 170 mil no dia 21 de julho.

Com alta do Bitcoin, moedas perdidas ou paradas chamam atenção

Mas se o mercado de Bitcoin está animado com o retorno do rei das criptomoedas a níveis de preços importantes, o que chama atenção é a quantidade de moedas perdidas ou paradas, que sobe.

De acordo com dados da empresa Glassnode, observados pelo analista Wu Blockchain neste sábado, 7 milhões de Bitcoin estão parados ou perdidos. Esse valor representa quase 34% das moedas já criadas até hoje.

“De acordo com dados da glassnode, o número de BTC de longa duração retidos ou perdidos atingiu 7.131.084, representando cerca de 33,96% do total, que é o ponto mais alto nos últimos cinco meses. Esta parte do Token pode ser considerada como fora de circulação.”

Dados mostram quantidade de Bitcoins perdidos ou guardados por muito tempo
Dados mostram quantidade de Bitcoins perdidos ou guardados por muito tempo/Twitter

Com uma maior demanda por Bitcoin no mercado, mas menos moedas ofertadas, a tendência é que o preço se valorize, sinal que pode ser bom para quem espera um movimento de alta contínuo nos próximos meses.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos