Mercado abrirá em 4 h 22 min

30 finalistas anunciados para o Prêmio Zayed de Sustentabilidade 2023

  • 10 ganhadores a serem anunciados na cerimônia de premiação em janeiro de 2023 nas categorias de Saúde, Alimentação, Energia, Água e Ensino Médio Global

  • 4.538 inscrições de 152 países, marcando um aumento de 13% nas inscrições comparado ao ciclo anterior

ABU DHABI, Emirados Árabes Unidos, November 04, 2022--(BUSINESS WIRE)--O Prêmio Zayed de Sustentabilidade, prêmio pioneiro internacional dos EAU por reconhecer a excelência em sustentabilidade, realizou seu encontro de júri para eleger os ganhadores do ciclo atual de 2023, que serão anunciados durante a cerimônia de entrega de prêmios na Semana de Sustentabilidade de Abu Dhabi 2023 (ADSW) neste mês de janeiro.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20221104005342/pt/

Images of the 2023 Zayed Sustainability Prize Jury (Photo: AETOSWire)

Um total de 30 finalistas foram confirmados e agora estão concorrendo aos 10 prêmios, nas cinco categorias de Saúde, Alimentação, Energia, Água e Ensino Médio Global. Este ano, o Prêmio recebeu um recorde de 4.538 inscrições, marcando um aumento de 13% nas inscrições comparado ao ciclo anterior, ao mesmo tempo em que atrai inscrições de 152 países.

O júri do Prêmio, composto por ex-chefes de estado, ministros do governo dos EAU e personalidades do mundo empresarial, se reuniu em Abu Dhabi em outubro para analisar as inscrições pré-selecionadas e identificadas pelo Comitê de Seleção do Prêmio.

Ao se referir ao anúncio dos finalistas, Sua Eminência Dr. Sultan Ahmed Al Jaber, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada dos EAU e Diretor Geral do Prêmio Zayed de Sustentabilidade, disse: "O falecido Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan incutiu nos EAU um compromisso com o desenvolvimento sustentável e humanitário inclusivo, sendo que o Prêmio de Sustentabilidade continua honrando seu legado, ao transformar este compromisso em ação. Nos últimos 14 anos, o Prêmio acelerou a implantação de soluções práticas e sustentáveis que transformaram positivamente a vida de mais de 370 milhões de pessoas."

"O Prêmio Zayed de Sustentabilidade desempenhou um papel importante no suporte à visão dos EAU de incentivar ações climáticas inclusivas. O Prêmio continuará ampliando o histórico dos EAU de apoiar a inovação sustentável em todo o mundo e impulsionar o progresso para capacitar entidades e escolas que vêm contribuindo para o desenvolvimento mundial", acrescentou.

Muitos dos finalistas deste ano propuseram soluções sustentáveis que abordam questões ambientais, enquanto capacitam os membros da comunidade local, ao liberar seu potencial empreendedor. Muitas destas soluções aproveitam tecnologias da próxima geração, como Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) para criar impacto.

O Presidente do Júri e antigo Presidente da República da Islândia, S.E. Ólafur Ragnar Grímsson, acrescentou: "A gama diversificada de inovações demonstradas nas candidaturas deste ano, incluindo projetos inspiradores imaginados pelos jovens, reflete a capacidade contínua do Prêmio de trazer à tona os pioneiros da sustentabilidade do mundo, oferecendo a eles uma plataforma exclusiva para impulsionar a transformação."

Os finalistas da categoria de Saúde visaram prestar assistência médica especializada a comunidades remotas.

Os finalistas da categoria ‘Saúde’ são:

  • Associação de Expedicionários da Saúde (Brasil), uma organização sem fins lucrativos que oferece atendimento médico e cirúrgico especializado a comunidades indígenas geograficamente isoladas na Amazônia mediante seu Complexo Hospitalar Móvel.

  • Centro Helmholtz para Pesquisa de Infecções (Alemanha), uma organização sem fins lucrativos que desenvolveu o Sistema Análise e Gerenciamento de Respostas a Surtos em Vigilância, uma plataforma digital de código aberto para detecção precoce de surtos de doenças e gerenciamento de controle de epidemias.

  • Ory Laboratory (Japão), uma PME que desenvolveu o robô OriHime, projetado para pessoas com deficiência reduzir o isolamento social e proporcionar a oportunidade de trabalhar e se conectar à sociedade.

Os finalistas da categoria de Alimentos visaram transformar pequenos agricultores em empreendedores com maior produtividade agrícola, seja mediante modelos de negócios inovadores ou tecnologias avançadas.

Os finalistas da categoria de 'Alimentos' são:

  • Nuru International (EUA), uma organização sem fins lucrativos que ajuda agricultores na África a fazer a transição da agricultura de subsistência ao agronegócio cooperativo de propriedade de agricultores e liderado por agricultores, adaptando suas atividades de desenvolvimento de capacidade aos esforços existentes por agências governamentais e se adaptando ao contexto local.

  • Sanergy (Quênia), uma PME que combate problemas de altos preços de insumos agrícolas, baixa disponibilidade de suprimentos e declínio da fertilidade do solo enfrentados por agricultores da África Subsaariana ao produzir fertilizantes orgânicos e proteínas de insetos a partir de diversos fluxos de resíduos.

  • Ynsect (França), uma PME que produz proteína de insetos e fertilizantes naturais de insetos, com a primeira fábrica deste tipo da Europa equipada com agricultura vertical inovadora e configuração de biorrefinação integrada.

Os finalistas da categoria de Energia visaram estender o acesso à energia limpa a comunidades vulneráveis, ao mesmo tempo em que introduziam novos modelos de negócios que promovem um setor de energia limpa com inclusão de gênero e geram oportunidades socioeconômicas.

Os finalistas da categoria de 'Energia' são:

  • Green Girls Organization (Camarões), uma organização sem fins lucrativos que usa algoritmos patenteados para identificar áreas onde mulheres e meninas podem se beneficiar do acesso à energia e, a seguir, implanta sistemas descentralizados de energia solar fotovoltaica e biogás em áreas identificadas para iluminação e cozinha limpa.

  • NeuroTech (Jordânia), uma PME que desenvolveu algoritmos baseados em Al com um sistema de transações baseado em blockchain para levar acesso confiável à energia aos campos de refugiados.

  • Solarkiosk Solutions GmbH (Alemanha), uma PME que desenvolveu o "E-HUBB" e o Centro de Mercado Solar Conectado "THE PULSE" para capacitar agricultores e microempresas locais com energia renovável para uso produtivo.

Os finalistas da categoria de Água visaram soluções acessíveis para tornar a água potável e o saneamento mais acessíveis em comunidades remotas.

Os finalistas da categoria 'Água' são:

  • HELIOZ - WADI (Austrália), uma PME que implanta um dispositivo movido à energia solar e informa as pessoas quando a água é segura para beber - um método que reduz as emissões de CO2 e a poluição do ar interno.

  • LEDARS (Bangladesh), uma organização sem fins lucrativos que integra modelos de gestão de recursos hídricos para solucionar problemas de escassez de água em áreas propensas a desastres onde a água se torna inutilizável devido à salinidade e inundações.

  • Seisui Industries Inc. (Japão), uma PME que desenvolveu uma estação móvel de tratamento de águas residuais que pode ser personalizada segundo as necessidades e implantada quando e onde for necessário.

Os finalistas da categoria de Ensino Médio Global apresentaram soluções de sustentabilidade com base em projetos e lideradas por estudantes, com finalistas divididos em 6 regiões. Os finalistas regionais incluem:

As Américas: Centro Etnoeducativo Integral Rural Nuestra Señora del Carmen (Colômbia), Escuela Técnica Nº 3 María Sánchez de Thompson (Argentina) e Fundación Bios Terrae - ICAM Ubate (Colômbia).

Europa e Ásia Central: ES Kreativno pero (Sérvia), Northfleet Technology College (Reino Unido) e Romain-Rolland Gymnasium (Alemanha).

Oriente Médio e Norte da África: Gifted Students School (Iraque), JSS Private School (EAU) e Obour STEM School (Egito).

África Subsaariana: Cheshire High School (Nigéria), Mary Mount Secondary School (Quênia) e UWC East Africa - Arusha Campus (Tanzânia).

Sul da Ásia: Dhaka Residential Model College (Bangladesh), Kopila Valley School (Nepal) e Obhizatrik School (Bangladesh).

Leste da Ásia e Pacífico: Bohol Wisdom School (Filipinas), Kamil Muslim College (Fiji) e Sangam Sadhu Kuppuswamy Memorial College (Fiji).

Nas categorias Saúde, Alimentos, Energia e Água, cada ganhador recebe US$ 600.000. A categoria de Ensino Médio Global possui seis ganhadores, representando as seis regiões do mundo, com cada ganhador recebendo até US$ 100.000. Desde seu lançamento em 2008, o Prêmio de US$ 3 milhões transformou, direta e indiretamente, a vida de mais de 370 milhões de pessoas em 150 países. Hoje, o Prêmio continua sendo um catalisador para enfrentar os problemas mais urgentes do mundo, pois continua impulsionando e criando impacto a longo prazo em várias comunidades ao redor do mundo.

Sobre o Prêmio Zayed de Sustentabilidade

O Prêmio Zayed de Sustentabilidade é o prêmio pioneiro internacional dos EAU em sustentabilidade e uma homenagem ao legado do falecido pai fundador dos EAU, Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan. Criado em 2008, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade visa impulsionar o desenvolvimento sustentável e a ação humanitária, reconhecendo e premiando pequenas e médias empresas, organizações sem fins lucrativos e escolas de ensino médio que oferecem soluções impactantes, inovadoras e inspiradoras nas categorias de Saúde, Alimentação, Energia, Água e Ensino Médio Global.

Mediante seus 96 ganhadores, o Prêmio impactou positivamente a vida de 370 milhões de pessoas em todo o mundo.

* Fonte: AETOSWire

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20221104005342/pt/

Contacts

Reem Diab
Reem.Diab@bcw-global.com