Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.234,86
    -611,27 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

3 pontos que Ramírez deve estudar para não repetir sina de Coudet em Gre-Nais

·1 minuto de leitura

Neste domingo, Miguel Ángel Ramírez comandará o Inter pela segunda vez em um clássico Gre-Nal. No primeiro, válido pela fase classificatória do Campeonato Gaúcho, perdeu por 1 a 0. Agora, inicia a disputa do título estadual tendo a missão de não repetir a sina do último técnico estrangeiro vermelho, Eduardo Coudet, que deixou o Beira-Rio sem ganhar do Grêmio - quatro derrotas e dois empates. O 90min lista 3 pontos que o espanhol precisa pensar para não trilhar o mesmo caminho do argentino.

1. A "paixão" por alguns nomes

Zé Gabriel virou o parceiro de Cuesta na zaga | DIEGO VARA/Getty Images
Zé Gabriel virou o parceiro de Cuesta na zaga | DIEGO VARA/Getty Images

A torcida colorada, em 2020, começou a ter pavor do volante Musto logo no primeiro Gre-Nal, quando foi expulso ainda antes do intervalo. Pois não é que ele seguiu sendo figura carimbada na equipe de Coudet? Agora, Miguel Ángel não pode é continuar, por exemplo, com nomes como Zé Gabriel e Marcos Guilherme, que parecem intocáveis mesmo com as cobranças vindas de fora.

2. As "desculpas"

Time gaúcho perde constantemente fora de casa | MANUEL CLAURE/Getty Images
Time gaúcho perde constantemente fora de casa | MANUEL CLAURE/Getty Images

Coudet tinha dificuldades par explicar derrotas e, normalmente, colocava a culpa no "grupo curto". Agora, Ramírez cita a altitude, o gramado, o cansaço...Não é mais fácil olhar para os erros e admiti-los?

3. O esquema de jogo

Colorado ainda não apresentou variações de esquema | SILVIO AVILA/Getty Images
Colorado ainda não apresentou variações de esquema | SILVIO AVILA/Getty Images

Aqui não vai uma crítica propriamente dita, pois o Inter mostrou uma evolução nos primeiros meses de trabalho de Ramírez. Agora, não se pode é ficar preso a apenas uma ideia de jogo e só trocar peças. É preciso ter alternativas em emergências, algo que o Inter de Coudet não tinha e que, por enquanto, segue sem.