Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.978,37
    -502,27 (-1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

15 pessoas são monitoradas após homem contrair variante indiana no Rio de Janeiro

·2 minuto de leitura
15 pessoas são monitoradas após homem contrair variante indiana no Rio de Janeiro
15 pessoas são monitoradas após homem contrair variante indiana no Rio de Janeiro

Após o morador de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, ser identificado com a variante indiana da Covid-19, outras 15 pessoas da cidade no interior do estado estão sendo acompanhadas. Nenhum dos monitorados apresentou sintomas da doença até o momento.

De acordo com a prefeitura do município, 12 pessoas do grupo são funcionários do hotel onde o homem ficou hospedado. Outros dois estavam no mesmo voo e um terceiro é um morador que voltou a cidade na última sexta-feira (28).

Os dois homens que estavam no avião fizeram testes que deram negativo, mas devem passar por uma nova bateria de exames. Já o outro monitorado que voltou de viagem ainda não teve os resultados prontos. Os funcionários do hotel devem passar por testes na próxima semana.

Homem do Rio de Janeiro com variante indiana

Depois de desembarcar em São Paulo, o homem com a variante indiana foi de carro até a cidade no norte do Rio de Janeiro e depois voltou para a capital, onde ficou hospedado no hotel. Durante dois dias, ele circulou por três cidades e teve contato com dezenas de pessoas.

Isso foi possível pois, após o teste PCR no aeroporto em SP, ele foi autorizado a ir para o Rio de Janeiro antes do resultado sair. Apenas após estar em outro estado é que o teste positivo foi identificado. “A positivação dele ocorreu posteriormente, em novo exame, já em solo brasileiro. Ao ficar sabendo da positivação, no final da noite de 22 de maio, a Anvisa imediatamente acionou o Sistema de Vigilância Epidemiológica (Cievs) para busca ativa e monitoramento”, disse a Anvisa em nota.

Leia mais:

Incluindo o homem do Rio de Janeiro, sete pessoas no Brasil testaram positivo para a variante indiana da Covid-19, no entanto, os outros seis casos foram da tripulação de um navio, que não circulou em solo nacional. Um dos contaminados precisou ser internado e segue em estado grave. Os outros permanecem na embarcação.

O homem contaminado segue em isolamento, o estado de saúde dele não foi divulgado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos