Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,43
    -4,06 (-4,86%)
     
  • OURO

    1.651,70
    -29,40 (-1,75%)
     
  • BTC-USD

    18.939,09
    -190,63 (-1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,61
    -9,92 (-2,23%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,27 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.933,27
    -214,68 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    27.153,83
    -159,30 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    11.388,00
    -177,50 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0976
    +0,0649 (+1,29%)
     

12 coisas que você nunca deve dizer a uma mulher lésbica

Happy multiracial girlfriends in love embracing and cuddling - Lesbian couple, millennials women, girls in London living happy lifestyle - LGBTQ concept with mixed race beautiful couple
Mulheres lésbicas são livres para viverem as suas vidas sem precisarem lidar com comentários intrusivos ou ofensivos (Foto: Getty Creative)

Nesta quinta-feira (29) é celebrado o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica. Já contamos histórias sobre mulheres que vivem relacionamentos abertos e lembramos da importância de falar sobre sexo seguro nesses casos. Porém, é preciso mais: no mínimo, conscientizar as pessoas do que nunca dizer a uma mulher lésbica.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Fizemos uma lista com comentários que você deve não só evitar, como deixar de falar por completo, quando o assunto são essas mulheres. Isso porque elas merecem respeito e visibilidade tanto quanto qualquer outra pessoa. Se, por acaso, você se pegar dizendo, ou se já disse alguma delas, esse é o momento de rever os seus conceitos e aproveitar a oportunidade para aprender mais sobre diversidade e inclusão.

Leia também

1."Como você transa?"

Apesar de ser uma pergunta extremamente invasiva e indelicada, mulheres lésbicas a ouvem com frequência. Não é difícil pensar em como o sexo lésbico acontece, e você pode fazer pesquisas para entendê-lo melhor - a confusão, muitas vezes, é por causa da não presença de um pênis.

2."Quem é o 'homem' da relação?"

A relação lésbica acontece entre duas mulheres - por isso é lésbica -, e é muito ofensivo tentar comparar esse relacionamento com um heterossexual. Principalmente quando consideramos o que o termo "homem", nesse contexto, significa. A começar pela crença de que mulheres não são suficientes por si só e precisam de um homem para bancá-las ou cuidar delas, por exemplo.

3."Você já transou com homens?"

Algumas mulheres já transaram com muitos homens antes de entenderem e assumirem que são lésbicas. Outras transaram com alguns e outras ainda nunca transaram com um homem. Qualquer que seja o caso, o histórico sexual de uma pessoa não é da conta de ninguém, a não ser que tenha alguma importância médica - comumente é importante saber o número de parceiros em uma consulta ginecológica ou em casos de doação de sangue.

4."Como você sabe que é lésbica se nunca transou com um cara?"

Como você, pessoa hétero, sabe que é hétero se nunca transou com alguém do mesmo sexo?

5."Você não parece lésbica"

Qual seria a "aparência correta" de uma mulher lésbica? Pessoas são pessoas, e o fato de alguém ser lésbica, gay, bi, hétero, cis ou trans não tem que ser identificável pela forma como ela se apresenta ao mundo. Aliás, o que essa pergunta tenta é reforçar uma ideia de que mulheres lésbicas têm uma aparência mais masculinizada, o que pode acontecer em alguns casos, por uma questão de livre escolha da pessoa, e não uma imposição da sociedade.

6."Você gostaria de fazer um ménage?"

Uma conclusão comum sobre mulheres lésbicas é que, além de beijar outras mulheres para agradar os homens, elas também têm interesse em fazer sexo a três com um homem. Não é verdade.

7."Você só não conheceu o cara certo ainda"

Outra afirmação que não apenas é ofensiva como extremamente intrusiva é dizer que uma mulher é lésbica porque ainda não conheceu o homem certo. Lesbianismo não é uma fase temporária. Além do mais, muitas mulheres héteros não conheceram "o cara certo" (se é que isso existe), e nem por isso se tornaram lésbicas do dia pra a noite porque cansaram de esperar.

8."Tudo seria muito mais fácil se eu fosse lésbica"

Relacionamentos são complicados independente do gênero ou formato, mas é extremamente ofensivo considerar que ser lésbica é "mais fácil" porque essas mulheres não precisam lidar com homens, por exemplo. É ignorar todo o histórico de perseguição, violência e rejeição que a comunidade LGBTQ+ sofreu ao longo das décadas.

9."Que desperdício, você é tão bonita!".

O tipo de ofensa disfarçada de elogio - e que reforça um estereótipo de que mulheres lésbicas só são lésbicas porque não "bonitas o suficiente" para conseguir um homem.

10."Se você gosta de mulheres que parecem homens, porque não namorar homens de uma vez?"

De novo: a aparência de uma pessoa não dá o direito de você classificá-la segundo as ideias de gênero que têm na mente. Seria o mesmo que perguntar para uma mulher hétero: se você gosta de homens, por que não namora mulheres que parecem homens? Ou, para um homem hétero: se você gosta de mulheres, por que não namora homens que parecem mulheres?

11."Eu tenho uma amiga lésbica! Eu deveria apresentar vocês duas!"

A não ser que a pessoa pergunte se você conhece alguém e que você pode apresentar esse alguém para ela, é melhor guardar esse tipo de comentário para você. Ou você se sente bem quando aquela sua tia comenta no jantar de Natal que conhece alguém solteiro e que vai apresentar vocês dois?

12."Mas você costumava namorar um homem… / Você tinha um namorado… "

Existem muitos motivos que levam uma mulher a se relacionar com um homem: tanto ela gostava dele como pessoa quanto para tentar se enquadrar num padrão hétero-normativo. A questão é: os motivos não importam, o que interessa é ela se sentir bem, confortável com quem ela é e livre para se expressar sem medo.