Mercado fechado

100 pessoas são presas em Bangladesh por jogar PUBG Mobile

A polícia de Bangladesh prendeu mais de 100 pessoas durante uma operação que invadiu um evento presencial e não oficial de PUBG Mobile. O torneio estava acontecendo de forma ilegal, visto que o battle royale foi banido no país.

Até o momento, 24 jogadores foram sentenciados a cumprir dois dias na prisão, enquanto outros 78 estão esperando a confirmação de idade — grande parte das pessoas presas eram estudantes. Se alguns desses jogadores restantes forem maiores de 18 anos, receberão a mesma sentença. A invasão policial aconteceu porque denúncias sobre a competição foram feitas.

Um contexto importante para a notícia é que PUBG Mobile e Free Fire são banidos pelo governo de Bangladesh desde agosto de 2021, com a justificativa de que os games de battle royale "são viciantes" e "fazem os jovens se tornarem violentos". Inicialmente, a proibição de acesso duraria três meses, mas teria sido estendida por tempo indeterminado.

Vale lembrar que, mesmo que diversos estudos já tenham pontuado que não há ligação entre videogames e comportamento violento, a prática de banimento de jogos de tiro é bastante comum em alguns países da Ásia e Oriente Médio.

Por aqui, PUBG Mobile é gratuito e está disponível para dispositivos Android e iOS.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos