Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.394,00
    +61,28 (+0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

10 linguagens de programação úteis em hackathons de segurança virtual

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Hackathons são eventos bem conhecidos no mundo da programação de softwares. Geralmente contando com participação de profissionais especializados em diferentes setores do TI, eles desafiam essas pessoas a utilizarem seus conhecimentos em linguagens de programação para desenvolver soluções específicas - seja em segurança virtual ou mesmo alguma aplicação utilitária para o dia a dia dos usuários.

Para as hackathons de segurança virtual, especificamente, é importante que os programadores participantes tenham noção de como criar aplicações que sejam executadas de forma segura, além de contarem com ferramentas que possam identificar ou mitigar possíveis ameaças digitais que tentem atingi-las. Para isso, eles podem utilizar várias linguagens de programação, mas algumas acabam se destacando por contarem com melhores funções.

O site Analytics Insight preparou uma lista com as 10 linguagens de programação mais úteis em hackathons de segurança virtual, e nós detalhamos elas a seguir. Confira:

HTML

<em>HTML, sendo usada em boa parte dos sites da internet, é uma importante linguagem de programação para utilização em hackathons de segurança virtual. (Imagem: Reprodução/Pixabay/Pexels)</em>
HTML, sendo usada em boa parte dos sites da internet, é uma importante linguagem de programação para utilização em hackathons de segurança virtual. (Imagem: Reprodução/Pixabay/Pexels)

Famosa linguagem de marcação, o HTML é um ótimo primeiro passo para iniciantes em programação, ao mesmo tempo que atualizações como o HTML 5 e sua predominância na maioria dos sites da internet faz com que ela seja uma habilidade muito necessária no mercado de desenvolvimento como um todo.

Em hackathons, ter experiência com HTML faz com que usuários possam desenvolver interfaces online para seus programas de forma mais ágil, servindo como uma importante competência nesses eventos.

CSS

O CSS é normalmente utilizado em conjunto com o HTML para manipular a aparências de sites, conseguindo determinar o tamanho, cor e posição dos elementos programados pelos desenvolvedores. Além disso, sua sintaxe é fácil e seu aprendizado é um importante complemento para o HTML.

JavaScript

<em>JavaScript é uma ótima linguagem de programação para desenvolvimento de aplicações em hackathons. (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)</em>
JavaScript é uma ótima linguagem de programação para desenvolvimento de aplicações em hackathons. (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Com papel importantíssimo no funcionamento da Internet como conhecemos, o JavaScript continua sendo uma das linguagens mais procuradas e populares do mercado, principalmente pela leveza de processamento de aplicações desenvolvidas com ele.

Além disso, com as contantes melhorias do Node.JS e sua melhor integração ao JavaScript, cada vez mais a linguagem está sendo usada tanto para programação de front-end de softwares como também para o back-end, ou seja, o funcionamento interno das aplicações — o que é importante em uma hackathon para criação e desenvolvimento de soluções voltadas a internet.

Python

Fácil para iniciantes e contando com suporte de inúmeras frameworks e bibliotecas de classes e funções, o Python vem crescendo nos últimos anos, graças aos seus usos nas mais diversas aplicações. Além disso, graças as suas diversas bibliotecas, ela é capaz de ser usada para criação de softwares bem específicos.

No ambiente de cibersegurança e hackathons, o Python serve como um grande aliado para criação de soluções capazes de identificar atividades maliciosas, graças a grande disponibilidade de bibliotecas feitas por usuários com registros de ameaças digitais.

C

Popular desde 1985, a linguagem de programação C continua tendo papel importante nas tecnologias atuais, principalmente nas que envolvam aparelhos conectados a Internet das Coisas. Com isso, em 2022, com o planeta cada vez mais se adaptando as novidades desses avanços, é importante que mais desenvolvedores saibam usar o C, para assim melhor se colocarem no mercado.

Em geral, a C conta com opções básicas de estrutura de dados, como vetores, já explicado acima, e pilhas, ordenações em que o software utilizará primeiro as últimas informações recebidas em sua execução - e para cibersegurança e hackathon, ela é uma poderosa aliada para engenharia reversa de aplicações e encontrar aberturas em potencial que possam ser utilizadas em ataques digitais.

C++

Pouco mais de 11 anos depois da criação do C, o C++ foi lançado. Contando com ferramentas que hoje em dia são vistas como padrão na maioria das linguagens de programação, como classes e funções virtuais.

Hoje em dia o C++ ainda é bastante utilizado, principalmente na criação de programas de baixa latência e em cursos introdutórios de programação - embora seu foco em cibersegurança fique por conta dos desenvolvedores e de suas criações, e não especificamente nas ferramentas da linguagem.

Swift

A linguagem mais recomendado para o desenvolvimento de aplicações no mundo do iOS, o Swift precisa de menos conhecimento de programação que outros exemplos da lista, e ainda conta com suporte nativo ao IBM Swift SandBox e o IBM Bluemix, plataformas para implementação de medidas de segurança em aplicativos.

E, com a popularidade do iPhone, sabemos que quem desenvolver apps para o aparelho da Apple terão a sua disposição muitas oportunidades no mercado, ajudando na importância da Swift - e para entusiastas de estruturas de dados, a linguagem conta com opções como vetores, dicionários e set, tipo em que as informações não são ordenadas na memória.

Ruby

Ruby é a linguagem mais popular do mundo corporativo, mais especificamente nas startups. Conforme a expansão e criação de novos empresas desse tipo ocorrem, maior será a demanda por desenvolvedores que saibam utilizar a Ruby, principalmente em 2022 e o possível (embora ainda distante) cenário positivo de um mundo pós-pandêmico - o que também é refletido na facilidade de códigos escritos nessa linguagem poderem ser analisados em busca de possíveis ameaças de segurança.

SQL

Desenvolvida em 1974 na IBM, o SQL foi uma das primeiras linguagens de programação de uso comercial, sendo utilizada constantemente até hoje, principalmente no que se diz respeito a banco de dados.

Em qualquer lugar que utilizar banco de dados, é possível encontrar referências ou mesmo o uso dessa linguagem - inclusive em ameaças que buscam obter as informações guardadas nesses repositórios, o que faz com que a construção segura dessas interfaces seja importante para empresas e especialistas em cibersegurança.

PHP

<em>O PHP tem 28 anos e é uma linguagem de programação importante para hackathons por conta de sua grande utilização em desenvolvimento web. (Imagem: Reprodução/Ben Griffiths/Unsplash)</em>
O PHP tem 28 anos e é uma linguagem de programação importante para hackathons por conta de sua grande utilização em desenvolvimento web. (Imagem: Reprodução/Ben Griffiths/Unsplash)

Lançada em 1995, o PHP está presente em boa parte dos sites da internet e é muito utilizada no desenvolvimento web de conexões de aplicações e servidores, sendo utilizado no Facebook com Integrações com a Hack e com a XHP.

Além disso, graças a suas capacidades de análise de dados, o PHP é uma ótima aliada na identificação de ameaças digitais, já que a partir de depuração de informações e parâmetros é possível identificar nela as modificações que um sistema sofre quando está sobre ataque — aumentando sua utilidade em hackathons voltadas a segurança virtual.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos