Mercado abrirá em 1 h 38 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,88
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.924,80
    -6,00 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.416,07
    -401,38 (-1,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,66
    -10,65 (-1,95%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.838,45
    +18,29 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    -194,25 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4989
    +0,0092 (+0,17%)
     

10 jogos que tiveram lançamentos desastrosos

Não é sempre que a indústria de jogos eletrônicos acerta e cai nas graças do público. Os motivos que fazem alguns jogos terem lançamentos desastrosos são vários: desenvolvimento apressado, muitos bugs ou promessas que não se concretizaram.

Pensando nisso, o Canaltech listou 10 jogos que tiveram lançamentos desastrosos e marcaram ao mostrar o que não deve ser feito.

10. Anthem

Anthem tinha tudo para ser um sucesso: seu trailer, apresentado na E3 2017, impressionou e alimentou a vontade de voar pelo universo do jogo utilizando um exoesqueleto poderoso.

Quando chegou ao público, os múltiplos bugs, missões genéricas e múltiplas mudanças na equipe de produção resultaram em um lançamento muito abaixo do que os jogadores esperavam.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

9. Marvel's Avengers

Era questão de tempo até que os Vingadores também estivessem unidos nos videogames. Quando chegou a hora de jogar como Hulk, Thor ou outro personagem, o resultado foi desastroso.

Múltiplos bugs que atrapalhavam a experiência, alguns fazendo os jogadores perderem todo o progresso, microtransações, problemas com servidor e muitos outros fizeram de Marvel's Avengers um desastre.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

8. eFootball

Ter um jogo de futebol gratuito era o sonho de muitas pessoas, não? eFootball, sucessor da série Pro Evolution Soccer (PES), trouxe essa premissa. Quando o juiz apitou o início do jogo, foi o caos. Problemas na jogabilidade e bugs bizarros e igualmente hilários permearam a experiência.

É bem verdade que a Konami trabalha constantemente com melhorias, como o patch 1.0 do eFootball 2022, trazendo um pouco de esperança aos fãs.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

7. No Man's Sky

A maior decepção vem da expectativa criada, mas ela não é criada do nada. No Man's Sky parecia ser o próximo passo no estilo sandbox, com um universo criado de forma procedural, mas quando chegou às mãos do público sofreu com críticas e falta de incentivo para manter o jogador curtindo.

Diferente de muitos jogos, No Man's Sky se recuperou. A Hello Games trabalhou ativamente, absorvendo os feedbacks e introduziu inúmeras mecânicas e DLCs, melhorando a experiência para os jogadores e se transformou em um interessante título.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

6. Mass Effect: Andromeda

Ame ou odeie o fim da trilogia original, é inegável que Mass Effect é um marco na indústria. Um novo jogo, expandindo o universo da série, seria incrível então, certo? Bom... seria.

Personagens genéricos, animações robóticas e bugs, muitos bugs, fizeram do lançamento de Mass Effect: Andromeda uma das maiores decepções dos últimos anos.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

5. Metal Gear Survive

Metal Gear Surive sofreu de problemas parecidos com Mass Effect: Andromeda: uma franquia amada reduzida a uma experiência genérica. Os problemas internos envolvendo a Konami e Hideo Kojima fizeram com que os problemas ganhassem mais visibilidade.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

4. Diablo Immortal

Diablo Immortal tem uma história desastrosa, não só o lançamento. Os fãs não gostaram da ideia da próxima experiência de Diablo ser nos aparelhos móveis, o que gerou muitas críticas. Após um tempo, o jogo caiu no esquecimento, mas foi finalmente lançado e o resultado foi o esperado.

As principais críticas pós-lançamento são as microtransações, algo recorrente nos jogos para celular e o sistema pay-to-win, o que cementou o desastre anunciado.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

3. Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 é o resultado de uma série de más decisões e pressão para o jogo chegar ao mercado o mais rápido possível. Verdade seja dita, Cyberpunk não é um jogo ruim após os bugs terem sido corrigidos, mas decepcionou os fãs de RPG em todo o mundo.

Durante o anúncio, os fãs receberam diversas promessas que nunca foram cumpridas, o que o tornou um jogo mais próximo do genérico do que do inovador. Felizmente os anos foram bons para o título, que recebeu melhorias e novos modos.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

2. Fallout 76

Grandes franquias têm a tendência de sofrer em algum momento, e um dos principais casos é Fallout 76. O jogo da Bethesda chegou ao público com diversos problemas e a atualização gigantesca no primeiro dia não corrigiu nem a metade deles.

Se os bugs que impediam os jogadores de curtir o jogo não fossem o suficiente, Fallout 76 ainda teve múltiplos problemas com suas versões especiais, irritando e decepcionando fãs. O jogo permanece ativo, mas os problemas ofuscaram o que ele poderia ter sido.

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

1. E.T. the Extraterrestrial

É difícil superar E.T. the Extraterrestrial quando o assunto é lançamento desastroso. O jogo foi a gota d'água em uma indústria saturada de jogos mal otimizados, lançados às pressas, o que levou a maior crise que a indústria dos games já teve.

Por consequência desse período, a indústria passou a ter mais cuidado com o controle de qualidade de seus jogos, mesmo que alguns andem na contramão desse aspecto. Além disso, E.T. é dono da maior lenda da história dos videogames, que depois foi confirmada: o jogo foi tão ruim e encalhou tantas unidades nas lojas, que a Atari teve de recolher e enterrar seus cartuchos no deserto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: