Mercado fechará em 2 h 7 min
  • BOVESPA

    107.100,94
    -1.840,74 (-1,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.294,90
    -1.304,48 (-2,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,37
    -2,77 (-3,25%)
     
  • OURO

    1.833,70
    +1,90 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    33.986,92
    -1.292,95 (-3,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    773,63
    -36,98 (-4,56%)
     
  • S&P500

    4.259,99
    -137,95 (-3,14%)
     
  • DOW JONES

    33.420,73
    -844,64 (-2,46%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    13.912,75
    -513,75 (-3,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2397
    +0,0497 (+0,80%)
     

10 jogos com grandes atores de Hollywood

·9 min de leitura

O cinema caminha lado a lado do mundo dos games, como referência. Josef Fares, o grande campeão de 2021 com seu It Takes Two, era cineasta antes de ser designer, e Neil Druckmann, de The Last of Us, bebe diretamente das películas na criação de suas obras. Não se trata de validação, mas sim, de inspiração, com um meio poderoso empurrando o outro para a frente — e vice-versa. Sendo assim, não é de se espantar quando o lado de lá chega ao de cá.

Longe dos jogos que são adaptações de filmes, temos atuações pensadas especificamente para a mídia interativa e histórias que são abrilhantadas pela presença de grandes astros. É uma forma de unir públicos e trazer para os games fãs que, às vezes, poderiam não se interessar pelos títulos de outra maneira, além de ampliar os valores de produção e, claro, chamar mais atenção para as obras em si.

São inúmeros títulos com grandes atores de Hollywood, principalmente nos últimos anos. Aqui, escolhemos 10 deles, entre indicações recentes e alguns que, talvez, você não se lembre de ter experimentado.

10. Death Stranding

Difícil fazer uma lista dessas sem um dos principais lançamentos dos últimos anos, com Hideo Kojima quase sem limites. Ao criar o que dizia ser um novo gênero, o designer trouxe consigo um elenco de estrelas para fazer jus às suas sempre presentes referências cinematográficas, além de seguir trabalhando ao lado de amigos que estariam, originalmente, no cancelado (e ainda dolorido) Silent Hills.

Norman Reedus (The Walking Dead) é o personagem principal, Sam Porter Bridges, antagonizado por Mads Mikkelsen (Druk: Mais uma Rodada). Ao lado do protagonista, no elenco também estão Léa Seydoux (007: Sem Tempo Para Morrer), Lindsay Wagner (O Homem de Seis Bilhões de Dólares), Tommie Earl Jenkins (Go Jetters) e Margaret Qualley (Maid). Já Guillermo Del Toro, diretor de A Forma da Água, apenas emprestou seu rosto e não dublou o personagem.

Eles se juntam em um game disponível para PlayStation 4, PS5 e PC sobre um mundo pós-apocalíptico, em que as barreiras da realidade se misturaram com a de outro mundo. Isolados, os humanos vivem de entregas feitas por prestadores como Sam, que também tem consigo a missão de restabelecer a conexão dos Estados Unidos.

9. Beyond: Two Souls

Willem Dafoe é um habitué do mundo dos games, aparecendo no recente Twelve Minutes, por exemplo, mas este provavelmente é um de seus trabalhos digitais mais reconhecidos. O ator de Homem-Aranha e O Farol empresta sua voz, aparência e interpretação para a obra da Quantic Dream, que também tem Elliot Page (The Umbrella Academy) no papel principal; nada mais adequado para um game narrativo e cinematográfico em sua essência.

Beyond: Two Souls é a história de Jodie, que aparece acompanhada de uma presença vinculada, mas separada e com suas próprias atitudes, ao seu lado desde o nascimento. O game é a história da vida da personagem, passando por tentativas de entender o que está acontecendo, fugir do drama e, principalmente, daqueles que desejam se aproveitar desse poder para benefício próprio.

O game foi lançado originalmente no PS3 e também está disponível para PlayStation 4 e PC.

8. Cyberpunk 2077

Keanu Reeves (Matrix) é o astro principal, o garoto propaganda e um grande fio condutor da história daquele que prometeu ser o maior jogo de todos os tempos e conseguiu bater um recorde, mas de decepção. Mais de um ano depois de seu lançamento original, o título ambicioso da CD Projekt Red segue problemático, principalmente nos consoles da geração anterior e PCs menos robustos, enquanto a empresa continua trabalhando e prometendo arrumar a casa.

Fora dos bugs, a saga nos leva ao futuro, onde a tecnologia se mistura com a biologia. Em Night City, podemos viver às margens da lei enquanto descobrimos o submundo e nossa conexão com Johnny Silverhand, interpretado por Reeves e cheio de ideias sobre revolução.

Cyberpunk 2077 está disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One, com otimizações para PS5 e Xbox Series X|S prometidas para 2022.

7. Until Dawn

Antes de Freddie Mercury, Mr. Robot e de ser um vilão de James Bond, Rami Malek aparecia ao lado de outras estrelas jovens em um ambicioso e surpreendente game exclusivo para o PS4. Obra narrativa da Supermassive Games, o título explora os clichês do horror, de casas misteriosas em montanhas nevadas a assassinos violentos, enquanto coloca os jogadores para fazer escolhas e usa até as características do DualShock 4 como elemento de tensão.

Além de Malek (007: Sem Tempo Para Morrer), o elenco é composto por nomes como Hayden Panettiere (Heroes), Brett Dalton (Agentes da S.H.I.E.L.D.) e Jordan Fisher (Tick, Tick… Boom!). Começaria ali uma tradição para a Supermassive Games, que em seus títulos seguintes, parte da série The Dark Pictures Anthology, sempre teriam um ator hollywoodiano presente, com destaques para Ashley Tisdale (High School Musical) e Shawn Ashmore (X-Men).

Until Dawn é exclusivo do PlayStation 4.

6. Quantum Break

Falando em Ashmore, é ele quem protagoniza uma das tradicionais combinações de narrativa live-action com gameplay que são marca da desenvolvedora Remedy. Exclusivo do Xbox One, o game de tiro conta uma história com escolhas e manipulações temporais, além de muito tiroteio, que é entremeada com uma série gravada com atores de verdade. A cada segmento de jogatina, você assiste um pedaço do seriado, com a história se montando nessa transição.

Além do nosso querido Homem de Gelo, o elenco de Quantum Break traz Aidan Gillen (Peaky Blinders) no papel do vilão Paul Serene, e Lance Reddick (Lost) como o misterioso Martin Hatch. Dominic Monaghan (O Senhor dos Anéis) é William Joyce, irmão do protagonista e um dos responsáveis por toda a bagunça temporal que serve como linha guia da trama.

Quantum Break foi lançado exclusivamente para o Xbox One.

5. Horizon Zero Dawn

Estamos nos aproximando da sequência e, quem jogou, sabe que também estamos diante da solução de um cliffhanger. Entre novidades na jogabilidade, gráficos belíssimos e novas paisagens apocalípticas para Aloy explorar, continua também a história das máquinas que se voltaram contra os humanos, da qual Sylens (Lance Reddick) é figura central.

Ele aparece na figura de informante desde o primeiro game da franquia, orientando a protagonista e dando informações que a auxiliam em sua jornada de descoberta. Suas motivações não são necessariamente nobres, e agora, em Horizon Forbidden West, saberemos como ficou o mundo após o climático fim de Horizon Zero Dawn.

<em>Lance Reddick interpreta Sylens, personagem que surge como secundário e vai ganhando cada vez mais importância no enredo de Horizon: Zero Dawn (Imagem: Divulgação/Sony)</em>
Lance Reddick interpreta Sylens, personagem que surge como secundário e vai ganhando cada vez mais importância no enredo de Horizon: Zero Dawn (Imagem: Divulgação/Sony)

O título está disponível no PS4, com versão posterior lançada para PC. Já a sequência terá versões no console da geração anterior e também no PS5.

4. Call of Duty: Infinite Warfare

Quem também criou uma certa tradição de ter atores consagrados em papeis virtuais foi a Activision. Nomes como Kiefer Sutherland (24 Horas), o rapper Ice Cube e Gary Oldman (Batman: O Cavaleiro das Trevas) estão entre os que já passaram pela franquia, com o título de 2016 trazendo ninguém menos do que Kit Harington (Game of Thrones) para o papel de vilão e elemento central da história.

Infinite Warfare foi uma proposta relativamente ambiciosa, introduzindo elementos de jogabilidade e fincando os pés de vez no futuro, que parecia ser o novo ambiente da franquia Call of Duty. Não deu tão certo, principalmente pelo subaproveitamento da trama, que traz o ator no comando de um grupo de humanos separatistas, em uma sociedade universal que acabou se dividindo em castas.

Atenção também para a aparição rápida de Lewis Hamilton, piloto de Fórmula 1, entre os tripulantes de uma nave aliada. Call of Duty: Infinite Warfare tem versões Xbox One, PlayStation 4 e PC.

3. Jackie Chan Stuntmaster

O nome já diz quem é o grande astro aqui, e sinceramente, é difícil pensar em alguém melhor para protagonizar um game do saudoso estilo beat’em up. Um clássico do primeiro PlayStation, o título mistura gráficos cartunescos e o tradicional humor do ator em uma progressão de fases que, acredite, são mais difíceis do que você se lembra.

Jack Chan interpreta um personagem de mesmo nome, enfrentando uma gangue que sequestrou seu avô e encarando desafios em cenários tridimensionais, mas que carregam o velho estilo 2D do gênero. O próprio ator participou do processo de desenvolvimento, fez capturas de movimentos, dublou e até contribuiu para a história, dando sua assinatura a um título que se tornou clássico.

Infelizmente, Jackie Chan Stuntmaster não está disponível em plataformas atuais; o jogo saiu em 2000, exclusivamente para o primeiro PlayStation.

2. Onimusha 3: Demon Siege

A saudosa franquia da Capcom chegou a mostrar sinais de retorno nos últimos anos, com uma remasterização do primeiro game, mas infelizmente parou por aí. Cria de Resident Evil e fruto de um dos conceitos abandonados para o game de terror, a série fez sucesso no PlayStation 2, com diferentes games e continuações.

O terceiro é o mais lembrado, tanto pela história que mistura a nossa realidade com a do Japão Feudal quanto pela presença de Jean Reno (O Profissional). Ele empresta sua aparência (e voz, na versão dublada em francês) a Jacques Blanc, que acaba transportado para o passado ao melhor estilo Tartarugas Ninja III, e deve trabalhar não apenas para voltar para casa, como também para impedir a dominação pelo exército de demônios controlados por Nobunaga Oda.

Lançado originalmente em 2004, Onimusha 3: Demon Siege tem versões PlayStation 2 e PC.

1. Far Cry 6

Giancarlo Esposito (Breaking Bad) não é a única celebridade a dar as caras no mais recente game da franquia da Ubisoft. Ele é, sim, o principal e capa do game, no papel do ditador Antón Castillo, que governa Yara com mão de ferro e tem uma promessa de paraíso baseada em sangue, venenos e repressão. É contra ele, e na presença dele em outdoors, gravações e propaganda, que passamos todo o game, ainda que o encontremos apenas algumas vezes durante a aventura.

Outra celebridade também faz uma participação especial no jogo da Ubisoft. Em um DLC gratuito lançado semanas após a chegada de Far Cry 6, Danny Trejo (Machete) se une à batalha do lado dos rebeldes. Ele interpreta a si mesmo, combatendo soldados de Castillo que querem colocar as mãos em sua receita secreta de tacos — o estabelecimento visto no game, Trejo’s Tacos, existe de verdade, inclusive, e tem diversas localizações no estado americano da Califórnia. Vale a pena cumprir a missão para ganhar a moto do ator, que está entre as mais rápidas e com maior poder de fogo do game.

Far Cry 6 está disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One, com versões otimizadas no PS5 e Xbox Series X|S.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos