Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,25
    +1,29 (+1,55%)
     
  • OURO

    1.782,20
    +11,70 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    65.770,32
    +1.551,30 (+2,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.537,39
    +56,59 (+3,82%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.360,25
    -38,25 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5074
    +0,0112 (+0,17%)
     

10 doenças graves que mais afetam os homens

·3 minuto de leitura

Embora a diferença na expectativa de vida entre homens e mulheres esteja diminuindo, vários fatores ainda atuam contra a saúde dos homens, como taxas mais altas de cigarro e bebidas e a tendência de não procurar ajuda. Por isso, os especialistas já vêm demonstrando preocupação em torno da saúde masculina. Mas você sabe quais são as 10 doenças mais comuns entre os homens?

10. Doenças hepáticas

Os níveis mais elevados no consumo de álcool levam os homens a ter mais risco de contrair problemas no fígado, como cirrose — em que algumas células do fígado são destruídas ou deixam de funcionar corretamente, culminando na formação de cicatrizes, fibroses e nódulos no tecido e fazendo com que o fígado tenha seu funcionamento comprometido — e doença hepática alcoólica. provocada por consumo de muita bebida alcoólica por um período prolongado de tempo.

9. Doenças cardiovasculares

De acordo com a American Heart Association, um em cada três homens sofre de alguma doença cardiovascular (um termo que engloba a doença cardíaca coronária, que afeta os vasos sanguíneos que irrigam o coração; a hipertensão e a arteriosclerose). Além disso, estima-se que 2,8 milhões de homens sofrem acidente vascular cerebral (AVC) a cada ano. Segundo o Ministério da Saúde, 90% dos casos de AVCs são responsáveis pelo desenvolvimento das doenças coronarianas e infarto. Ou seja, ao cuidar do seu coração, você também se previne do AVC.

8. Câncer de pulmão

Enquanto isso, a American Lung Association aponta que o número de homens diagnosticados com câncer de pulmão cresce a cada ano. O tabagismo continua sendo a principal causa para essa doença. Segundo o Inca, o câncer de pulmão é o segundo mais comum em homens e mulheres no Brasil, e o primeiro em todo o mundo desde 1985, tanto em incidência quanto em mortalidade. Cerca de 13% de todos os casos novos de câncer são de pulmão. Já falamos desse e de outros tipos de câncer aqui no Canaltech.

7. Doenças relacionada ao álcool

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) alerta que homens apresentam taxas mais altas de mortes e hospitalizações decorrentes do álcool. Vale ressaltar que o consumo de álcool resulta em maior risco de uma série de doenças, como câncer de boca, esôfago, fígado e cólon.

6. Depressão

Uma das doenças que mais atinge os homens é a depressão. Há várias formas dessa doença, e já abordamos aqui. Uma grande preocupação dos especialistas é que o público masculino sente mais dificuldade de reconhecer a depressão e principalmente de procurar uma ajuda profissional.

(Imagem: Fernando Cferdo/Unsplash)
(Imagem: Fernando Cferdo/Unsplash)

5. Lesão por acidente

Em uma análise realizada pelo CDC em 2009, acidentes foram a terceira principal causa de mortes do público masculino. Na ocasião, as lesões acidentais foram responsáveis pelor 6,2% das mortes dos homens, em comparação com 3,5% das mortes das mulheres.

4. Diabetes

O diabetes apresenta um conjunto único de complicações para os homens, incluindo risco de impotência sexual, por exemplo. Além disso, a doença está relacionada com níveis baixos de testosterona, algo que pode desencadear depressão e ansiedade. Felizmente, a tecnologia já vem se mostrando como uma grande aliada na luta contra essa condição.

3. Câncer de pele

De acordo com a Skin Cancer Foundation, homens com mais de 50 anos atualmente estão em maior risco de contrair câncer de pele, algo que pode ser atribuído a uma exposição mais frequente ao Sol e a menos consultas com o médico.

2. HIV

O público masculino também deve voltar a atenção ao HIV, considerando que uma análise do CDC apontou que 69% das novas infecções foram atribuídas a homens com idade entre 13 e 29 anos. É válido ressaltar que, além da atividade sexual sem camisinha, outros hábitos com risco de contrair HIV são o uso de seringa compartilhada, além de instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

1. Pneumonia

Outros problemas de saúde acabam levando os homens a serem mais suscetíveis a contrair pneumonia. A American Lung Association atualmente recomenda a vacina pneumocócica a homens com mais de 65 anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos