Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.265,07
    +117,82 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

10 curiosidades sobre a PlayStation

·6 minuto de leitura

A PlayStation é uma das marcas mais queridas do Brasil e do mundo, criada pela Sony em 1994. O videogame já conta com cinco gerações, as quais são repletas de curiosidades, polêmicas e inovações — com algumas que deram certo e outras nem tanto.

O Canaltech separou 10 curiosidades sobre a marca; confira abaixo. Você sabia de tudo?

10. PlayStation quase foi da Nintendo

A PlayStation é fruto de uma parceria que não deu certo entre a Sony e a Nintendo no fim dos anos 1980. Mas um protótipo dessa colaboração quase viu a luz do dia: o Nintendo PlayStation.

Já pensou se isso desse certo? (Foto: Reprodução/Heritage Auctions)
Já pensou se isso desse certo? (Foto: Reprodução/Heritage Auctions)

O console era a primeira tentativa da Sony de criar um videogame. A ideia era simples: criar uma expansão do Super Nintendo (SNES) com leitor de CDs, já que a Nintendo não acreditava muito nessa mídia. O problema é que a dona do Mario não ganharia dinheiro com a venda de discos, apenas com a de consoles; por isso, a empresa decidiu acabar com a parceria de repente. Anos depois, a Sony utilizou o conhecimento adquirido para criar o PlayStation que conhecemos hoje.

Foram produzidos cerca de 200 protótipos do Nintendo PlayStation, tornando este o console mais raro do mundo. Uma das unidades foi vendida em um leilão em 2020 por US$ 360 mil, o que hoje equivale a quase R$ 2 milhões.

9. Logos da PlayStation

Todos nós conhecemos o icônico logo do videogame, criado pelo designer Manabu Sakamoto. Antigamente, a versão utilizada era a colorida, mas, atualmente, a Sony aposta em uma versão monocromática.

Entretanto, foram criados vários conceitos antes de Sakamoto chegar ao logo final. Confira abaixo algumas das opções criadas:

Você gostou de algum desses logos? (Foto: Reprodução/Reddit)
Você gostou de algum desses logos? (Foto: Reprodução/Reddit)

8. Som de início do PlayStation

Você lembra do que aparecia na tela quando você ligava o PlayStation original?

Quem compôs os sons dessa abertura foi o artista Takafumi Fujisawa. Ele revelou que criou tudo praticamente sozinho, com total liberdade criativa, tendo apenas como referência as animações que apareciam na tela. O processo criativo durou duas semanas, e a gravação foi feita em apenas dois dias.

A intenção do artista era contar uma história, a qual começa com “você ligou seu videogame”, passa por “se prepare para a aventura” e termina com “todos os sistemas estão funcionando, agora você pode aproveitar o seu PlayStation”. Os sons também foram projetados para rodar em loop caso o leitor não conseguisse ler o disco ou o sistema apresentasse falha, indicando ao usuário que algum erro havia acontecido.

7. Mascote Polygon Man

Muitos pensam que o Crash Bandicoot foi o mascote do primeiro PlayStation, mas a Sony nunca o reconheceu oficialmente dessa forma. Na verdade, o console até teve um mascote real e oficial na América do Norte: o Polygon Man. A ideia era que ele refletisse o poder do videogame, capaz de renderizar mais polígonos que os concorrentes.

Propaganda veiculada na revista NEXT Generation, edição 8 (Foto: GameMagPrintAds/Twitter)
Propaganda veiculada na revista NEXT Generation, edição 8 (Foto: GameMagPrintAds/Twitter)

Nem é preciso dizer que o personagem não caiu no gosto do público devido a sua aparência amedrontadora. Em 2012, ele até fez uma aparição especial como chefão final do jogo PlayStation All-Stars Battle Royale. Uma bela homenagem a um personagem nada simpático.

6. PocketStation

Lembra do memory card, aquele pequeno acessório usado para salvar o progresso nos jogos?

Bateu até uma nostalgia... e um medo do memory card corromper (Foto: Reprodução/Mercado Livre)
Bateu até uma nostalgia... e um medo do memory card corromper (Foto: Reprodução/Mercado Livre)

Imagina se ele também funcionasse como um Tamagotchi, para acompanhá-lo em qualquer lugar. Essa era a função do Sony PocketStation, um periférico com tela LCD lançado apenas para o Japão.

O acessório desbloqueava alguns mini games dependendo dos jogos que tivesse salvo no PocketStation; alguns desses títulos eram Crash Bandicoot: Warped e Final Fantasy VIII, por exemplo.

O simpático e pequeno PocketStation (Foto: Reprodução/Evan-Amos)
O simpático e pequeno PocketStation (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

5. PlayStation 2 chegou ao Brasil com nove anos de atraso

Lançado no Japão no ano 2000, o PlayStation 2 aterrissou oficialmente no Brasil oito anos depois, em 2009, quando o PlayStation 3 já contabilizava três anos de existência. Mas é claro que o videogame já era um fenômeno nos lares brasileiros antes mesmo de seu lançamento oficial devido a importações e contrabando.

As duas versões do PS2: o original e o Slim (Foto: Reprodução/Evan-Amos)
As duas versões do PS2: o original e o Slim (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

4. O console mais vendido do mundo e o sucesso no Brasil

Ainda falando de PS2, vale ressaltar um fator que foi imprescindível para seu sucesso no mercado brasileiro: a pirataria. Era fácil e barato desbloquear o console e torná-lo capaz de rodar jogos piratas, os quais eram encontrados a preços entre R$ 10 a R$ 20. Esse cenário mudou com o PS3, que bloqueava os recursos de internet quando destravado.

Não à toa, o sucesso do PlayStation 2 continua até hoje: segundo a Pesquisa Game Brasil de 2019, o PS2 é o terceiro videogame mais popular do país, ficando atrás apenas do PS4 e do Xbox 360.

Em escala global, o videogame já bateu a marca de 155 milhões de unidades, se tornando o console mais vendido do mundo. Além da pirataria, outros recursos o ajudaram a se popularizar, como o leitor de DVDs e a vasta opção de jogos — foi nele que jogamos clássicos como Grand Theft Auto: San Andreas (o game mais vendido do console), Metal Gear Solid 3: Snake Eater, Shadow of The Colossus, Resident Evil 4 e Silent Hill 2, por exemplo.

Embora tenha nascido primeiro no Nintendo GameCube, Resident Evil 4 foi um sucesso estrondoso no PS2 (Foto: Divulgação/Capcom)
Embora tenha nascido primeiro no Nintendo GameCube, Resident Evil 4 foi um sucesso estrondoso no PS2 (Foto: Divulgação/Capcom)

3. Tela de início do PlayStation 2

Você lembra da tela de início do PlayStation 2, a qual aparecia logo quando você ligava o console? Pois saiba que as torres que aparecem ao fundo não são aleatórias: a quantidade delas significa a quantidade de jogos salvos no memory card, e a altura delas refletem a quanto tempo você jogou cada título.

No vídeo abaixo, um jogador faz o seguinte teste: primeiro, ele liga o PlayStation 2 sem um memory card conectado; depois, repete a mesma ação, mas com o cartão inserido no console. Veja a diferença:

2. Dá pra girar o logo do PS2

Em comemoração aos 20 anos de existência do PS2 em 2020, a Sony revelou um segredo surpreendente sobre console. É possível virar o logo do videogame de lado, perfeito para quem prefere deixar o videogame na vertical. Embora seja algo meramente cosmético, muita gente ficou boquiaberta com isso.

1. Controle boomerang PS3

Revelado pela primeira vez na feira E3 de 2005, o PlayStation 3 foi recebido pelo público de forma amarga por conta do seu visual futurista; mais especificamente, pelo design do seu controle em formato de bumerangue.

Não tem cara de ser muito confortável... (Foto: Twitter/Digital Foundry)
Não tem cara de ser muito confortável... (Foto: Twitter/Digital Foundry)

Em 2007, o designer do controle, Teiyu Goto, explicou que "o presidente [Ken] Kutaragi queria algo diferente para o controle” em entrevista. "Para ser bem sincero, deixamos de lado a ergonomia em prol da ideia que queríamos passar com a imagem. A gente queria apresentar um modelo meio futurista no show, correndo o risco de receber críticas", disse.

E receberam. Tanto que na E3 do ano seguinte, em 2006, foi apresentado ao mundo o Sixaxis, o qual seguia o design mais tradicional dos acessórios anteriores da marca.

O Sixaxis, com um design mais "pé no chão" (Foto: Reprodução/Evan-Amos)
O Sixaxis, com um design mais "pé no chão" (Foto: Reprodução/Evan-Amos)

Com informações de: Archive (1, 2), Game Informer, GamesIndustry, Kotaku, PlayStation Blog, Reddit, Screen Rant, The Enemy, UOL Start

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos