Mercado abrirá em 4 h 8 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,29
    -0,10 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.881,80
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    13.158,67
    -83,29 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,50
    -12,19 (-4,47%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.575,07
    -133,73 (-0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.230,25
    +97,50 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7382
    +0,0038 (+0,06%)
     

1º voo espacial da Virgin Galactic acontece em 2020 e levará cientista a bordo

Danielle Cassita
·4 minutos de leitura

A Virgin Galactic está trabalhando a todo vapor nos últimos ajustes para o primeiro voo espacial de sua nave que, um dia, levará turistas à órbita da Terra. O voo deverá ocorrer no final do outono norte-americano (ou seja, no final da primavera aqui no hemisfério Sul, até meados de dezembro deste ano), e contará com dois pilotos, além de algumas cargas úteis de pesquisa dentro da cabine. A empresa está trabalhando em processos rigorosos para garantir a segurança da equipe com a prioridade principal, e acabamos de saber quem será a primeira pessoa a bordo dessa viagem inaugural — além dos pilotos, claro.

No início do ano, a empresa conseguiu realizar, com sucesso, um segundo voo de teste tripulado com o veículo SpaceshipTwo, mas ainda não houve viagens para o espaço propriamente dito. Então, este próximo lançamento será feito por dois pilotos de teste a bordo. Dependendo do desempenho do voo, a Virgin Galactic estará com tudo necessário para iniciar serviço comerciais no ano que vem para passageiros pagantes — ou seja, turistas.

Entre os passageiros do voo de 2020 está o dr. Alan Stern, cientista planetário que será o primeiro pesquisador a voar em um veículo comercial da Virgin Galactic em uma missão científica financiada pela NASA. Stern é o pesquisador que lidera a missão New Horizons e foi selecionado pelo programa Flight Opportunities, também da agência espacial, para conduzir pesquisas neste voo. “Essa é a primeira seleção de um pesquisador do setor privado para voar com a NASA em veículos comerciais”, disse.

A missão será o primeiro voo espacial para Stern, que já foi chefe de ciência na NASA e já esteve em 29 diferentes equipes de missões científicas no espaço durante sua carreira. “Ir ao espaço pela primeira vez depois de passar tantos anos lançando máquinas para lá para pesquisarem por mim será o maior destaque da minha carreira, e me sinto honrado por ser selecionado”, disse. Ele espera que este seja apenas o início de um fluxo de pesquisadores realizando estudos no espaço nos próximos anos. Durante o voo, o cientista vai conduzir dois estudos: ele estará com instrumentos que monitoram seus sinais vitais, e utilizará câmeras para analisar a observação do espaço do interior da cabine do SpaceShipTwo.

Para tudo isso, a Virgin Galactic irá utilizar o WhiteKnightTwo, um avião que transporta a nave suborbital SpaceShipTwo. Então, quando estiverem na altitude de 15.000 metros, a SpaceShipTwo se solta, ativa o motor e entra no espaço suborbital.

O Brasil também está a bordo 

A experiência de ir ao espaço com a Virgin Galactic será vivida também por dois brasileiros. Um deles é Felipe Hime, astrônomo e produtor de conteúdo para a web. Para participar da viagem, ele iniciou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar os U$ 1.000 para o programa One Small Step, que o coloca no início da fila para reservar assentos no voo da Virgin Galactic. A meta da arrecadação foi atingida, e quem contribuiu para a campanha foi adicionado à lista de "amigos próximos" no perfil de Hime no Instagram, em que ele irá compartilhar todos os momentos do voo.

Além dele, o empresário Marcos Palhares também estará na viagem e será uma das primeiras pessoas a ir para o espaço por meio da iniciativa privada. Em uma publicação em seu site, o magnata explica que vem realizando diversos treinamentos e simulações para se tornar um astronauta. "Estarei entre os pioneiros a chegar ao espaço, e isso tem muito significado", diz ele. Além disso, ele ressalta que viverá momentos intensos e marcantes.

Contando desde a decolagem e retorno do espaço, a experiência durará entre 50 minutos e duas horas. Vale lembrar que, dentro deste período, a SpaceShipTwo desligará seu motor por alguns breves momentos e os passageiros experimentarão a sensação da ausência de peso por cerca de quatro minutos. Neste momento, será possível realizar atividades em microgravidade enquanto têm uma visão única do espaço e da Terra.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: