Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.624,44
    +1.377,97 (+2,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

1 milhão de de doses! Lote de vacinas da Pfizer chega ao Brasil na quinta (29)

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

Nesta quarta-feira (28), o Ministério da Saúde anunciou que o primeiro lote da vacina contra COVID-19 da Pfizer/BioNTech chega ao Brasil na próxima quinta (29), às 19h, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Ao todo, a carga traz 1 milhão de doses, que foram produzidas na fábrica da Pfizer em Puurs, na Bélgica.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já concedeu para a Pfizer o registro para uso definitivo. Com isso, a ideia é que a vacina seja aplicada em pessoas a partir de 16 anos de idade, por meio de duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas. A remessa destinada a chegar na quinta-feira integra o acordo firmado entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica, que totaliza 100 milhões de doses de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021.

Vale acrescentar que as doses chegam ao país armazenadas em caixas a uma temperatura de -70 °C, sob a previsão de que a distribuição para as 27 capitais do País inicie entre sexta-feira (30/4) e sábado (1°/5). A quantidade de doses será dividida igualmente para todas.

(Imagem: twenty20photos/Envato)
(Imagem: twenty20photos/Envato)

Considerando as logísticas de armazenamento, a distribuição desse lote inicial será feita em duas etapas: primeiramente, serão enviadas aos estados e Distrito Federal as vacinas destinadas para a primeira dose (500 mil). Uma semana depois, as Unidades Federativas receberão os lotes para segunda dose (500 mil), respeitando o intervalo de aplicação entre uma dose e outra.

Tendo isso em mente, o Ministério da Saúde está orientando, para essa primeira remessa, que a vacinação com as doses da Pfizer fiquem restrita às capitais. E caso você more em uma das capitais brasileiras e esteja em algum dos grupos prioritários, já pode realizar o pré-cadastro. O Canaltech já ensinou como fazê-lo nas capitais brasileiras.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: