Mercado abrirá em 7 h 34 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,35
    -2,14 (-1,94%)
     
  • OURO

    1.805,60
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    30.427,35
    +833,70 (+2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    683,15
    +2,04 (+0,30%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.418,15
    +184,81 (+2,55%)
     
  • HANG SENG

    19.869,38
    -29,39 (-0,15%)
     
  • NIKKEI

    26.545,38
    +117,73 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.315,75
    -67,00 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2553
    -0,0038 (-0,07%)
     

Únicos nônuplos do mundo completam primeiro ano; veja como estão atualmente

Na última quarta (4), os únicos bebês nônuplos do mundo completaram um ano de idade. Segundo relatos dos pais, todos se encontram saudáveis, mas seguem monitorados pela clínica onde nasceram, no Marrocos. Os irmãos entraram para o Guinness World Records como maior número de crianças nascidas em um único parto.

Embora o parto tenha acontecido no Marrocos, a família mora em Mali, na África Ocidental. Acontece que no ano passado, a mãe dos nônuplos, Halima Cissé (27), foi levada de avião para Marrocos pelo governo próprio governo de seu país, para que pudesse obter um atendimento especializado.

Em entrevista ao portal BBC News, o pai — Abdelkader Arby, 36, militar do exército de Mali — contou que a esposa estava bem, e que mesmo não sendo uma situação fácil, é um alívio ver os bebês em perfeita saúde.

O rapaz ainda chegou a dizer, ainda, que se encontrava emocionado por estar reunido com toda a família. Ao todo, são quatro meninos (Oumar, Elhadji, Bah e Mohammed VI) e cinco meninas (Adama, Oumou, Hawa, Kadidia e Fatouma). Veja como está a família atualmente:

A ciência considera os nascimentos múltiplos (mais de quatro bebês) como um grande risco. Nese caso, as crianças foram prematuras, então havia também a possibilidade de desenvolver problemas de saúde como sepse (infecção generalizada) e paralisia cerebral. Com isso em mente, os nônuplos em questão têm enfermeiras sempre por perto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos